F1

Claire Williams se diz “incrivelmente irritada” com incidente de Russell em Baku: “O chassi rachou”

Claire Williams, chefe da equipe, viu George Russell ter o azar tremendo de atropelar um bueiro solto em Baku. A dirigente culpou a organização do GP do Azerbaijão pelos danos que incluem até mesmo um chassi rachado

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
A sexta-feira (26) foi das mais difíceis para a Williams. A equipe, que já vive um 2019 conturbado na Fórmula 1, teve grande azar no TL1 em Baku – George Russell passou por cima de um bueiro solto, o que causou danos sérios ao FW42. Para Claire Williams, chefe da escuderia, é motivo suficiente para ficar para lá de irritada com a organização do GP do Azerbaijão.
 
“Acho que, quando você manda o carro para a pista, você deve ter a noção de que o carro não será danificado pela pista desse jeito”, disse a dirigente, entrevistada pela revista britânica ‘Autosport’. “Eu fico incrivelmente irritada com isso, é claro. O mais importante é que George [Russell] esteja bem e que isso não tenha causado o que poderia ser um acidente maior”, seguiu.
George Russell passou por um bueiro solto no Bahrein (Foto: Reprodução)
Russell não pôde voltar à pista após o incidente com o bueiro. O motivo é a série de danos ao carro, incluindo a unidade de potência e o chassi em si – justamente quando a equipe lida com finanças em estado delicado.
 
“Precisamos falar com FIA e FOM para assegurar que isso não se repita e nos proteger disso no futuro. Para nós, uma equipe independente, há sérias consequências financeiras. Nós recém tínhamos tirado a pressão de nós mesmos, e agora estamos de volta à estaca zero. O chassi está rachado e precisamos voltar ao [chassi] número 3”, reclamou.
 
O bueiro não foi o único contratempo envolvendo um carro da Williams. Enquanto o carro de Russell era levado aos boxes, o carro-guincho bateu em uma das passarelas que cruzam a reta principal. O bólido de F1 não sofreu novos danos, mas voltou aos boxes lavado de óleo que vazou do guincho.
 
O incidente do bueiro forçou o encerramento prematuro do TL1, que teve aproximadamente 30 minutos de duração.
 
Confira a programação do fim de semana do GP do Azerbaijão de F1
Horários de Brasília, GMT -3

SESSÃO DIA DATA HORA
TL1 Sexta 26/4 6h
TL2 Sexta 26/4 10h
TL3 Sábado 27/4 7h
TC Sábado 27/4 10h
GP Domingo 28/4 9h10