Cofundador, Head aprova gestão da Williams: “Precisavam de uma liderança melhor”

Patrick Head, cofundador da Williams, fez uma análise do momento vivido pela equipe e se disse feliz pelos avanços alcançados em 2021

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTubeGP | GP2

Pedro Henrique Marum refletiu sobre o 2021 de Daniel Ricciardo no GP às 10

Patrick Head, cofundador e ex-projetista da Williams, declarou que aprova a nova direção da tradicional equipe, comandada agora por Jost Capito, e que está satisfeito em ver o retorno gradativo do bom desempenho.

Em entrevista ao podcast Beyond the Grid, Head, que deixou a equipe no fim de 2011, lembrou da época vencedora da Williams e lamentou o fato de a esquadra ter frequentado a rabeira da Fórmula 1 nos últimos anos. “Estive envolvido com a Williams durante uns 35,40 anos, muitos dos quais estávamos vencendo corridas. Devo salientar que nem todos os anos que estive envolvido éramos vencedores, mas a maioria, sim. Por isso, é um pouco triste vê-los com um desempenho fraco nos últimos dez anos. Fico muito satisfeito em ver o retorno da equipe”, afirmou o britânico.

“Acho que o Jost [Capito] e as pessoas que ele trouxe, não que não houvesse boas pessoas antes, mas elas precisavam de uma liderança melhor, algo que têm agora”, completou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

NICHOLAS LATIFI; GEORGE RUSSELL; WILLIAMS; GP DA HUNGRIA;
A Williams vive em 2021 o nascer de uma perspectiva mais otimista e de bons tempos na F1 (Foto: Williams)

Ainda com o desempenho da equipe em análise, Head citou a ida da Williams aos pontos no GP da Hungria, mas manteve os pés no chão e lembrou as circunstâncias que envolveram o feito. Por fim, o ex-sócio de Frank Williams revelou que mantém contato com Capito, mas que não dá nenhum conselho para o atual dirigente.

“É óbvio que eles foram beneficiados pelo acidente no pelotão da frente, na primeira curva. Então, ainda não foi tudo na conta do mérito deles. Eles têm um longo caminho a percorrer antes de voltar ao topo. Mas acho que as pessoas lá são boas, há determinação. Não sei muito sobre as finanças, mas creio que está tudo sob ordem”, analisou.

“Eu não gasto um tempo absurdo acompanhando Fórmula 1, mas mantenho contato com Jost, que conheço há muito tempo. Não tenho nenhuma ideia para dar a eles para desenvolver o carro ou algo assim, mas mantenho contato”, concluiu Head.

Em agosto de 2020, a Williams foi vencida para a investidora norte-americana Dorilton Capital, que trouxe segurança com o necessário combustível financeiro e contratou Jost Capito, dirigente de enorme experiência no WRC e na própria Fórmula 1, para assumir como CEO e, depois, como chefe de equipe ao substituir Simon Robertson.

Sob a batuta do alemão, que foi até campeão do Dakar nos caminhões em 1985, a Williams trabalha nos bastidores para, passo a passo, se reconstruir.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar