Com Buemi no Mundial de Endurance, Félix da Costa é escalado como reserva da Red Bull em Xangai

O piloto português fará a estreia como reserva das equipes da Red Bull neste fim de semana, na China. Para correr em caso de indisposição dos titulares, ele precisará participar ao menos de um treino livre

Apontado como principal nome do programa de jovens pilotos da Red Bull, António Félix da Costa vai estrear na F1 neste fim de semana, no GP da China. Porém, ainda não é dessa vez que o piloto luso vai à pista. Ele será reserva das duas equipes taurinas –
RBR e STR –, pois Sébastien Buemi, que normalmente ocupa a função, estará em Silverstone para a abertura do Mundial de Endurance (WEC).

Dessa forma, o português deverá retornar à função de reserva também no GP de Cingapura, quando o Mundial de Endurance estará em Austin, no Texas.

António Félix da Costa será reserva da Red Bull neste fim de semana (Foto: Red Bull)

Para competir na F1 neste fim de semana, o luso precisaria que algum dos titulares da Red Bull ou da Toro Rosso – Sebastian Vettel, Mark Webber, Daniel Ricciardo e Jean-Éric Vergne – fossem vetados de correr na etapa (por um problema de saúde, por exemplo), até o segundo treino livre. Assim, ele teria tempo de participar da terceira atividade, algo obrigatório pela FIA para quem quiser tomar parte do treino classificatório e da corrida.

Além da função de reserva na F1, Félix da Costa segue disputando a World Series. No último fim de semana, o luso conquistou uma vitória, em Monza, e ocupa a terceira colocação na tabela de pontos. O líder é Stoffel Vandoorne, da Fortec, que também venceu uma vez e ainda conquistou um terceiro lugar.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube