Com carro significantemente mais rápido, Vettel espera “grande desafio físico” para pilotos em 2017

A temporada 2017 da F1 será marcada pela introdução de um novo regulamento. Com mudanças na aerodinâmica e com pneus mais largos, os carros terão maior velocidade. Para Sebastian Vettel, aumento do desempenho trará um grande desafio físico para os pilotos

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Com o novo regulamento que começa a ser posto em prática nesta temporada da F1, Sebastian Vettel acredita que haverá um grande desafio físico para os pilotos. Com as mudanças, os carros serão mais velozes que o do último ano.
 

Para 2017, algumas novidades significativas serão vistas na categoria. Algumas das principais que podem ser apontadas são na aerodinâmica e nos pneus mais largos.
 
Para o tetracampeão, isso pode exigir um preparo físico maior dos competidores, o que será um desafio. “O carro deve ser significantemente mais rápido. Não tanto nas retas, acredito que neste caso serão mais lentos em relação a velocidade máxima”, explicou.
Sebastian Vettel (Foto: Ferrari)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“É nas curvas que o desempenho será muito maior, o que significa que as forças serão maiores, e consequentemente serão mais físicas. É uma grande mudança, e creio que será mais um desafio”, continuou.
 

No entanto, Sebastian falou que ainda não pode se dizer com precisão como os carros irão se comportar durante as corridas, mas aposta em provas mais divertidas. “Se vamos ver mais ultrapassagens ou não eu não sei”, disse.
 
“Não acredito que iremos ver mais brigas, mas espero que as corridas sejam melhores e mais divertidas para pilotar os carros, sempre que se vai mais rápido é mais divertido”, seguiu.
 
Por fim, Vettel seguiu os passos de seu chefe, Sergio Marchionne, e evitou fazer qualquer previsão para a Ferrari nesta temporada. “Esse é nosso objetivo, vencer o campeonato. Mas é muito difícil ter qualquer expectativa para esta temporada, pois é tudo novo. Tudo está caminhando bem e devemos estar em um bom lugar, mas é impossível fazer qualquer aposta agora”, encerrou.

PADDOCK GP #65 RECEBE PIPO DERANI E FAZ PRÉVIA DO eP DA ARGENTINA DE F-E

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube