Com coronavírus, Briatore é internado em estado grave na Itália

Ex-chefe da Fórmula 1 é proprietário de boate na Sardenha que virou foco do coronavírus e infectou 60 pessoas. Apesar de estado grave, Briatore não está na UTI

Ex-chefe de equipe de Renault e Benetton, Flavio Briatore foi internado na Itália após contrair Covid-19. Ele deu entrada na clínica San Raffaele, em Milão. Segundo informações da revista L’Espresso, a condição do empresário é grave, apesar de não estar na UTI.

Briatore foi alvo de polêmica por conta do Covid-19 após a boate ‘Billionarie’, na qual é proprietário, localizada em Porto Cervo, na Sardenha, serviu como foco do coronavírus após mais de 60 pessoas, incluindo clientes e funcionários, testarem positvo para o Covid-19.

Em publicação no Facebook, Flavio afirmou que é “de partir o coração ver a economia massacrada por pessoas que nunca fizeram nada na vida”, respondendo Roberto Ragnedda, prefeito de Arzachena, cidade da boate.

Flavio Briatore com Fernando Alonso (Foto: Reprodução)

No último dia 15, o ex-chefe, de 70 anos de idade, participou de uma partida de futebol no hotel Cala di Volpe, também na Sardenha, com diversas personalidades. Uma delas é o ex-jogador Siniša Mihajlović, atual técnico do Bologna, que também foi infectado.

Piloto da Racing Point, Sergio Pérez esteve na mesma região no fim de julho, no intervalo das etapas da Fórmula 1. O mexicano foi infectado pelo coronavírus e perdeu os GPs da Inglaterra e dos 70 Anos.

Como chefe de equipe, Briatore conquistou quatro títulos mundiais, dois com Michael Schumacher (1994 e 1995), e dois com Fernando Alonso (2005 e 2006). Ele também foi empresário do piloto espanhol. Flavio foi banido da F1 em 2009 após ser declarado culpado no escândalo da batida proposital de Nelsinho Piquet, no GP de Singapura de 2008. Ele conseguiu reverter a pena no tribunal, mas não retomou cargos na categoria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube