Com discurso cauteloso, Vettel analisa que força da Ferrari “vem do esforço da equipe”. Mas pede atenção a detalhes

Sebastian Vettel não se ilude com a grande fase e entende que nada ainda está garantido mesmo sendo líder do campeonato e com ampla vantagem de 25 pontos para Lewis Hamilton. Na visão do tetracampeão, é preciso seguir trabalhando duro, como vem feito a Ferrari desde antes do início da temporada

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Grande líder da temporada até o momento, três vitórias em seis GPs e 25 pontos de vantagem para seu grande adversário na luta pelo título. Sebastian Vettel vive grande fase na carreira e mostra que tem todas as credenciais para conquistar o pentacampeonato mundial de F1 nesta temporada. Mas apesar do bom momento, o alemão não se ilude e deixa claro: é preciso prestar atenção aos detalhes e seguir trabalhando duro dia após dia para pavimentar o caminho rumo à taça. Assim, Seb enxerga todo o esforço feito em Maranello como a grande força da Ferrari para lutar e vencer a Mercedes na temporada 2017.

 
“Acho que nossa fortaleza vem do esforço da equipe. Trabalhamos muito duro conjuntamente para extrair o máximo. As pessoas enxergam o que faço na pista, mas não todo o trabalho que é feito em Maranello”, declarou o alemão em entrevista coletiva nesta quinta-feira (8) em Montreal, palco do GP do Canadá de F1.
 
Com toda a filosofia baseada no esforço feito por todos na equipe, Vettel sabe que não pode cochilar. Sobretudo quando se luta contra uma equipe tão poderosa como é a rival Mercedes.
Mesmo em grande fase, Sebastian Vettel não dá nada como garantido. E quer atenção aos detalhes (Foto: Ferrari)
“Obviamente, se olharmos para trás, podemos dizer que fizemos um bom trabalho até o momento, mas não há nada garantido de que simplesmente porque a última corrida foi boa, a próxima também vai ser. De modo que temos de atravessar tudo novamente e prestar atenção aos detalhes”, alertou o alemão.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Vettel só venceu o GP do Canadá uma vez na carreira: foi em 2013, quando conquistou seu quarto título mundial na época em que era piloto da Red Bull. Seb segue cauteloso, mas ao mesmo tempo mostra confiança na continuidade da boa fase da Ferrari neste fim de semana no circuito Gilles Villeneuve.

 
“Gosto deste lugar e estou ansioso para pilotar aqui. O carro esteve muito bem até agora. Deve estar bem aqui também. Mas, como te disse, não há nenhuma garantia”, finalizou.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades de pista do GP do Canadá, sétima etapa do Mundial de F1, por meio do novo livetiming.
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube