Com empréstimo aprovado pelo governo, diretor de Nürburgring confia em volta da F1 em 2013

Jorg Linder, diretor da empresa que controla o circuito de Nürburgring, se mostrou confiante no retorno da F1 ao traçado no próximo ano. Governo do estado alemão de Renânia-Palatinado concedeu um empréstimo de aproximadamente R$ 640 milhões ao autódromo

O governo do estado alemão de Renânia-Palatinado concedeu ao autódromo de Nürburgring um empréstimo de € 254 milhões (cerca de R$ 640 milhões) para evitar um pedido de falência feito pelo tradicional circuito na semana passada. O empréstimo foi aprovado pela comissão de orçamento na última quarta-feira (1).

Nürburgring se reveza com Hockenheim no calendário da F1 (Foto: Red Bull/Getty Images)

Durante o fim de semana do GP da Hungria, Bernie Ecclestone afirmou que o GP da Alemanha seria realizado pelo segundo ano consecutivo em Hockenheim se Nürburgring não encontrasse uma solução paras suas dificuldades financeiras. De acordo com o veículo germânico ‘Frankfurter Allgemeine Zeitung’, os dirigentes do traçado acreditam que com o empréstimo, a prova poderá ser realizada sem problemas.

“Estou muito otimista de que a F1 virá para Nürburgring outra vez no próximo ano”, afirmou Jorg Linder, um dos diretores da empresa que controla a pista.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube