F1

Com febre alta, Hamilton segue conselho médico e chega ao Brasil somente na manhã desta quinta-feira

Lewis Hamilton vai chegar ao Brasil na manhã desta quinta-feira após cancelar os compromissos que tinha nesta quarta (11). O motivo do atraso foi um aconselhamento médico feito ao tricampeão, que estava com febres altas no início da semana

Warm Up / PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro

Uma febre alta foi o motivo do atraso de Lewis Hamilton para chegar ao Brasil visando o GP do próximo domingo em Interlagos. O tricampeão mundial se sentiu mal no início da semana e retardou a chegada a São Paulo.

A razão da decisão de Hamilton foi um aconselhamento médico. O inglês ouviu os doutores e preferiu se atrasar um pouco para chegar - o piloto chega, enfim, na manhã desta quinta-feira (12).
 
A informação foi apurada pelo GRANDE PRÊMIO. Na noite da última terça-feira, o site 'Glamurama' surpreendeu a todos ao publicar que Lewis não participaria do GP brasileiro, algo desmentido pela Mercedes.
Melhor usar o sombreiro mexicano para não pegar sereno na noite paulistana (Foto: Twitter)

Às 19h15 da terça, o GRANDE PRÊMIO recebeu a informação da assessoria de imprensa da Petronas que a coletiva que seria realizada nesta quarta-feira no Hotel Hyatt, em São Paulo, foi cancelada. Então questionada, a assessoria informou que se tratavam de motivos pessoais e que o piloto "não chegaria a tempo". Uma entrevista exclusiva que estava marcada com a TV Globo também foi cancelada, apurou o GP
 
O tricampeão mundial se mostrava animado com a corrida brasileira do Mundial, uma prova que ainda não conseguiu vencer. Ele mesmo declarou que gostaria de ganhar agora, logo após se transformar em três vezes campeão, para saudar Ayrton Senna, seu grande ídolo no esporte.
PADDOCK GP COM FELIPE MASSA: ASSISTA JÁ