Com Hamilton, Mercedes tem falha mecânica e interrompe treino em Barcelona

Lewis Hamilton completou apenas 14 voltas antes de enfrentar um problema de pressão de óleo no motor do novo Mercedes W11. O carro ficou parado no meio da pista e levou a direção de prova a acionar a bandeira vermelha para interromper a sessão nesta tarde

É bem verdade que o Mercedes W11 tem sobrado perante os carros das equipes rivais, mas não é totalmente infalível ou inquebrável. Nesta tarde de quinta-feira (27), o novo carro prateado apresentou uma falha na pressão do óleo do motor depois que Lewis Hamilton iniciou os trabalhos depois do almoço em Barcelona.

 
Hamilton percorreu somente 14 voltas em Barcelona nesta tarde antes de enfrentar o problema mecânico. De acordo com a revista britânica ‘Autosport’ e também a emissora Sky Sports, o piloto não conseguiu engatar além da terceira marcha a partir da curva 5 e teve de parar o carro em seguida, o que levou a direção de prova a acionar a bandeira vermelha pela quarta vez nesta quinta-feira, sendo a primeira no período da tarde.

A Mercedes ainda investiga a causa do problema sofrido por Hamilton, mas a Sky Sports atualizou a informação e informou que o W11 parou por conta de um problema na pressão do óleo. Desta forma, o motor desligou automaticamente por medida de segurança. A marca alemã sofreu dois problemas de motor nos últimos dias, todos com a Williams e com Nicholas Latifi ao volante do FW43.

Lewis Hamilton quebrou após 14 voltas (Foto: Reprodução)
Lewis chegou a percorrer um stint de 12 voltas com os pneus C3 antes de recolher aos boxes e voltar para iniciar uma simulação de corrida, seguindo a programação que foi traçada também para Valtteri Bottas, pela manhã, quando houve o problema. O britânico teve de parar o carro à altura da curva 7. Seu melhor tempo foi de 1min22s425, o 12º na lista de 13 pilotos.
 
Pouco depois da paralisação, mecânicos da Mercedes se aproximaram para ajudar no resgate do carro em direção aos boxes. O que chamou a atenção foi que várias partes do W11, sobretudo as asas dianteira e traseira, foram escondidos com um pano. Certamente, pontos que guardam grandes segredos desenvolvidos pela equipe hexacampeã durante os testes.
 
O GRANDE PRÊMIO cobre AO VIVO, em TEMPO REAL e ‘in loco’ os testes de pré-temporada da F1 em Barcelona com o repórter Vitor Fazio. Siga tudo aqui.
 

Paddockast #49
RAÍ CALDATO: O ARTISTA PREFERIDO DE LEWIS HAMILTON

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar