Com mais de 4 milhões de espectadores nos autódromos, F1 registra aumento de 8% no público geral em 2017

A F1 publicou um relatório sobre o comparecimento do público nos autódromos ao longo da temporada 2017. Ao todo, mais de quatro milhões de pessoas foram às pistas nas 20 etapas do campeonato, o que representa um aumento de 8% em relação ao ano passado

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Quatro milhões de torcedores passaram pelas arquibancadas dos autódromos ao longo das 20 etapas da temporada 2017, o que representa um aumento de 8% em relação ao ano passado. Os dados estão em um relatório publicado pela F1. Os números oficiais foram fornecidos pelos promotores de cada um dos GPs do campeonato e, no total, 4.071.400 pessoas assistiram às corridas 'in loco'.

 
De acordo com o documento, 13 provas registraram aumentos positivos, sendo que a maior porcentagem foi alcançada no GP do Azerbaijão, com uma elevação de 58%. Em termos absolutos, as etapas do Canadá e da Áustria foram as que se saíram melhor: cada uma com 60 mil espectadores a mais que no ano anterior. A corrida no Red Bull Ring, especialmente, registrou um aumento de 41% do interesse do público. O GP do Brasil, realizado no mês passado, teve uma melhora de apenas 3,40% em relação a 2016. 
Torcida invade a reta principal após a bandeirada (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Somente Mônaco e Abu Dhabi não relataram nenhuma mudança na procura dos torcedores. Outras cinco provas, entretanto, tiveram pequenas reduções no número de público: Rússia (-5,33%), Inglaterra (-1,60%), Japão (-5,84%), EUA (-4,61%) e México (-0,87%). Apesar da queda no interesse do fã, a corrida no Hermanos Rodríguez foi novamente eleita o melhor evento do ano.

 
Ainda segundo o relatório, a F1 viu um comparecimento médio global nos três dias de cada etapa de 203.570 espectadores, 76.722 apenas no domingo de corrida. Para efeito de comparação, na temporada 2016/17 da Liga dos Campeões da UEFA, a média de público foi de 43.016 pessoas por jogo. Já o Campeonato Inglês registrou 35.822 torcedores por partida média, enquanto a NFL (Liga Americana de Futebol) teve 69.487 espectadores.
 
"A temporada 2017 da F1 foi um ótimo espetáculo, dentro e fora da pista, graças aos pilotos, às equipes e, acima de tudo, aos fãs", afirmou Sean Bratches, diretor comercial do Mundial. "Um comparecimento de mais de 200 mil pessoas por evento significa dizer que, em cada um dos 20 finais de semana, a população de cidade de médio porte visitou uma pista de corrida em um GP de F1. Nosso dever é tornar cada um desses eventos ainda mais divertidos para tornar a F1 o maior espetáculo de corrida do planeta", completou.
 
A F1 foi adquirida totalmente pelo grupo norte-americano Liberty Media no início deste ano e vem promovendo mudanças pontuais no campeonato, como shows, apresentações de pilotos e a mais recente foi a adoção de um novo logotipo. 
FALTA DE HONESTIDADE

PERDA DE ETAPA DA FÓRMULA E É DESASTROSA PARA SÃO PAULO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube