F1

Com McLaren, Alonso volta a guiar carro de F1 em testes coletivos na próxima semana no Bahrein

Fernando Alonso vai voltar a guiar um carro de F1. Depois de ter decidido deixar a categoria para focar na conquista da Tríplice Coroa, o espanhol seguiu ligado à McLaren e agora vai testar com a equipe nas atividades que acontecem na pista do Bahrein após a corrida deste fim de semana

Warm Up / EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba
Como prometido, Fernando Alonso vai guiar o novo carro da McLaren. O espanhol volta a pilotar um carro de F1 na próxima semana, durante os testes coletivos e de pneus na pista do Bahrein, logo depois da etapa que acontece neste domingo - a segunda do calendário 2019. O bicampeão vai andar na quarta-feira (3), segundo dia de atividades em Sakhir.
 
Alonso decidiu deixar a F1 no fim do ano passado, depois de quatro temporadas pouco competitivas ao volante da McLaren. Por conta da falta de resultados e sem chance de assinar com equipes de ponta, Fernando optou por perseguir outros desafios. 
Fernando Alonso foi nomeado embaixador da McLaren (Foto: McLaren)
No ano passado mesmo, fechou contrato com a Toyota no WEC e ganhou as 24h de Le Mans. Com a vitória na prova francesa, só resta as 500 Milhas de Indianápolis para que o piloto conquiste a chamada Tríplice Coroa. Ou seja, triunfos nas três principais corridas do automobilismo, que incluem o GP do Mônaco, vencido duas vezes pelo piloto das Astúrias. 
 
Mas Alonso não desistiu completamente da F1. Mesmo quando escolheu deixar o grid, assegurou que a porta na maior das categorias ainda ficaria aberta para uma eventual volta. A McLaren também deve convocar o piloto para testar o carro de 2020 na próxima temporada.
 
Já nos testes do Bahrein, a equipe inglesa confirmou ainda que Carlos Sainz guia o carro pela manhã na terça-feira, enquanto Lando Norris anda à tarde. Na quarta, Sainz divide o MCL34 com o compatriota. Alonso também vai testar os novos pneus da Pirelli.