Com nativo e novato, Toro Rosso chega a Mônaco para conseguir voltar a conquistar pontos

Jean Éric-Vergne vai correr "em casa" em Mônaco, já que não há GP da França, enquanto Daniil Kvyat fará sua primeira corrida em circuito de rua

Na chegada da F1 a Mônaco, a Toro Rosso espera voltar aos pontos. A equipe começou a temporada marcando seis pontos na Austrália, porém nas quatro corridas seguintes foram apenas dois pontos, ambos com décima colocações da Daniil Kvyat na Malásia e China.
 
Para Jean Éric-Vergne, a corrida tem um gosto especial: é o mais próximo de um GP doméstico para o francês, agora que o país está fora do calendário da F1.
Daniil Kvyat vai estrear em Mônaco (Foto: Getty Images)
"É meio que uma corrida em casa para mim, dado que não tem GP da França no momento. Na verdade, posso até dizer que estou em casa, porque fico em Menton durante o fim de semana. A cidade é do lado francês da fronteira. Corri aqui pela F1 duas vezes e fui bem. Vamos estar ocupados no cockpit, mas já estamos acostumados a todas as novas funções", disse Vergne.
 
Já Kvyat, demonstra todo seu noviciado. Será a primeira vez do russo guiando num circuito de rua. Daniil nunca foi a uma corrida no Principado nem para assitir, e se baseia em auxílios tecnológicos das câmeras e simuladores. 
 
"Monaco vai ser uma experiência totalmente nova para mim. Não apenas nunca corri lá, como nunca sequer visitei. Claro que já assisti muitas corridas na TV e gravações on-board, mas será um passo no desconhecido, mesmo que eu tenha guiado no simulador. Na verdade, nunca corri qualquer corrida em circuito de rua. Do ponto de vista de piloto, quero muito descobrir o que faz dessa corrida tão especial", contou Kvyat.

GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' o GP de Mônaco, sexta etapa do Mundial de F1, com o repórter Renan do Couto. Para acompanhar todo o noticiário, clique aqui.


GRANDE PRÊMIO EUROBIKE: mostre que você sabe tudo de F1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube