F1

Com “orçamento saudável”, chefe põe Williams na briga para ser quarta força da F1 em 2019

Claire Williams, chefe-adjunta do time de Grove, garantiu que a equipe deixou 2018 para trás e quer lutar pelo topo do pelotão intermediário já em 2019. Orçamento e pessoal estão alinhados para tanto, garante a dirigente
Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Chefe-adjunta da Williams, Claire Williams fez o anúncio de Valtteri Bottas e Lance Stroll na sede da equipe em Grove (Foto: Williams)
Apenas sete pontos em 2018. A Williams vem de uma das piores temporadas de sua história, mas prega saúde financeira e operacional para brigar pelo topo do pelotão intermediário da F1 em 2019. Foi o que garantiu Claire Williams, a chefe-adjunta do time sediado na cidade inglesa de Grove. 
 
Após manter Paddy Lowe na supervisão do projeto como diretor-técnico, Claire chefiou a mudança da dupla de pilotos: saíram Lance Stroll e Sergey Sirotkin, entraram Robert Kubica e George Russell. 
 
Mesmo após perder os patrocínios da Lawrence Stroll e da Martini, Claire garante que o orçamento está normal e que o recado nos interiores da equipe é claro: o ano é de brigar para ser quarta força.
 
"Ainda somos uma equipe competindo com orçamento bastante saudável, ainda competimos com os recursos fenomenais que temos na Williams e ainda temos uma ótima equipe pessoal por aqui", afirmou à revista norte-americana 'Racer'. "Não sei motivos para que não possamos lutar nesse pelotão intermediário e brigar pelo quarto lugar", seguiu.
Claire Williams e Paddy Lowe (Foto: Reprodução/Twitter)
Apesar de a Williams estar mesmo atenta às mudanças esperadas para a F1 em 2021 — especialmente porque a expectativa é de ver a distância para as principais equipes da F1 ser bem encurtada em termos financeiros —, Claire quer competir desde já.
 
"Eu não acredito que temos de esperar e  certamente não estamos aqui apenas pensando em gastar tempo até 2021", garantiu.
 
"É uma mensagem realmente importante que certamente estamos espalhando daqui para o mundo: que estamos competindo, não apenas criando números até que o panorama mude para nos favorecer", encerrou.
 
A Williams vai apresentar a pintura do FW42 na próxima segunda-feira, dia 11.