Com pouco tempo de pista na sexta-feira, Webber lamenta chuva forte: “É uma pena, pois amamos Spa”

Více-líder do Mundial, Mark Webber terminou a sexta-feira em Spa-Francorchamps com o quinto melhor tempo do dia, mas lamentou pela forte chuva que desabou no palco do GP da Bélgica. Ele queria ter andando mais no circuito que “ama”

Não foi só pelo fato de ter andado pouco nesta sexta-feira (31) que Mark Webber lamentou a forte chuva que caiu sobre Spa-Francorchamps. O australiano ficou triste por ter andado pouco em um de seus circuitos favoritos no calendário da F1. “É uma pena, pois amamos Spa”, disse o piloto da Red Bull.

Webber completou 13 voltas no treino da manhã, a mais rápida delas em 2min13s191, que o colocou na quinta posição. Na segunda sessão, ele sequer deixou os boxes.

Mark Webber não quis saber de se molhar na segunda sessão em Spa e ficou nos boxes conversando com Christian Horner (Foto: Red Bull/Getty Images)

“Seria bom ter dado mais algumas voltas, mas, no fim, você não pode aprender muito nestas condições”, falou Webber. “Conseguimos algumas informações no primeiro treino livre, mas não dá para andar rápido com tanta água parada na pista”, criticou o australiano.

Vice-líder do Mundial e um dos pilotos mais experientes do grid, Webber declarou que, como “a classificação provavelmente não aconteceria nestas condições”, a Red Bull decidiu “colocar o carro na cama para esta noite e voltar amanhã”.

Webber está a 40 pontos do líder do Mundial, o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari. Em 2012, o piloto do carro de número 2 é um dos três que venceu mais de uma vez: ele comemorou vitórias nos GPs de Mônaco e da Inglaterra – os outros dois são Fernando Alonso e Lewis Hamilton. Na Bélgica, palco da prova deste domingo, ele nunca venceu, mas o circuito foi palco de uma ultrapassagem espetacular que Mark fez sobre Alonso na prova do ano passado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube