F1

Com quatro vagas na F1, Red Bull tem mais carne para moer. Mesmo que seja justa

No Paddock GP desta semana, os jornalistas comentaram sobre a “moedora de carnes” que a Red Bull é. Por ter quatro carros na F1, há mais pilotos para ‘queimar’ caso não entreguem os resultados esperados em pouco tempo

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A Red Bull tem a fama de “moer” pilotos que não entregam os resultados esperados rapidamente. No PADDOCK GP #172, os jornalistas indicaram que por ter quatro vagas na Fórmula 1, há mais “vítimas” do programa da equipe que, por vezes, é bastante justa. ASSISTA

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.