Com Räikkönen garantido, chefe da Lotus afirma que Grosjean merece “estar onde está”

Eric Boullier, chefe da Lotus, afirmou que Romain Grosjean já está se recuperando da fase tumultuada que viveu em 2012 e reforçou que o francês merece a vaga na equipe

 

A Lotus confirmou esta semana que Kimi Räikkönen seguirá vestindo as cores do time na temporada de 2013, mas não mencionou os planos do time em relação à Romain Grosjean. O francês estreou na equipe neste ano e acumula 90 pontos, contra os 173 do companheiro finlandês.
 
Apesar de algumas atuações de destaque, Grosjean teve uma temporada inconstante, marcada por inúmeros acidentes, especialmente na primeira curva. O maior deles, em Spa-Francorchamps, resultou na suspensão do piloto por uma prova, em Monza. 
Grosjean tem 83 pontos a menos que Räikkönen (Foto: Lotus/ Andrew Ferraro/LAT Photographic)
Eric Boullier, chefe da Lotus, já declarou que tem lugar para Romain na F1 e acredita que o piloto já deu sinais de recuperação, tanto no GP da Coreia, como na prova da Índia. 
 
“Comparado com a Coreia, quando ele teve de ser um pouco mais cauteloso, agora ele está de volta com vontade de correr e lutar”, frisou. “Isso é bom e eu acho que ele está no caminho da recuperação e realmente mostrou exatamente porque ele merece estar onde está”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube