Com Red Bull no top-3, motor Renault de Ricciardo explode ‘à moda antiga’ no fim do segundo treino na Hungria

Daniel Ricciardo estava na terceira colocação quando o motor Renault de sua Red Bull explodiu no fim do segundo treino desta sexta-feira, deixando o vencedor do GP da Hungria de 2014 a pé. Menos mal que não se tratava da unidade de força que seria usada na corrida deste fim de semana

#GALERIA(5391)

Explosões de motor à moda antiga não são mais rotina na F1, mas o carro de Daniel Ricciardo já propiciou duas em 2015. Foi a unidade da Renault que jogou fumaça aos montes no segundo treino livre desta sexta-feira (24) na Hungria, deixando o australiano ressabiado. Ele também concluiu o GP do Bahrein da mesma forma em abril.

O NOVO PROJETO DO GRANDE PRÊMIO

Flavio Gomes: nossos patrões — os detalhes do projetoColabore com o projeto e ganhe uma camiseta da Red Bull

Motor de Daniel Ricciardo quebra na parte final do segundo treino livre na Hungria (Foto: Reprodução)

Faltando cerca de 20 minutos para o fim das atividades, Ricciardo vinha em quarta marcha no miolo do segundo quando percebeu que algo errado vinha com o carro #3. Logo encostou na beirada da pista, perto do guard-rail, ao ver a fumaça branca.

A Red Bull tem na Hungria sua maior esperança de ter um grande resultado em 2015 pelas características do circuito, que não exigem tanto do motor, mas de um carro bem nascido. As posições dos pilotos até então no treino comprovavam isso: Ricciardo, terceiro, estava logo atrás do companheiro Daniil Kvyat.

O que serve como alento para Ricciardo é que o motor usado no treino não é aquele que está previsto para o fim do semana. Mas como se trata do produto da Renault, é sempre um motivo de coceira para a equipe e outros tantos para que desanquem a criticar o serviço fornecido pela montadora francesa.

Ao falar sobre o caso, o australiano ressaltou o fato de usar um propulsor antigo e se livrar de uma punição, e comentou o bom comportamento apresentado pelo carro. "O carro esteve bom hoje. O equilíbrio estava melhor e estava mais fácil de pilotar do que em outras corridas", explicou.

"Não fizemos nenhuma grande mudança, apenas algumas coisas menores que pareciam trabalhar melhor. Esse traçado nos cai bem, e parecemos ir OK. Estávamos usando um motor antigo, por isso não teremos nenhuma punição. Foi uma semana bastante emocional para todos os pilotos, é importante correr bem pelo Jules neste final de semana", encerrou.

A F1 entra na pista novamente às 6h (de Brasília) de sábado para o terceiro treino livre. A classificação será às 9h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO, em TEMPO REAL e NA ÍNTEGRA.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube