Comissários concluem que houve interferência de terceiros, e Pérez escapa de punição por bloquear Stroll

Os comissários do GP do Japão chegaram à conclusão de que Sergio Pérez de fato bloqueou Lance Stroll durante a classificação, mas que não foi um bloqueio desnecessário. Uma interferência de Pierre Gasly fez com que a série de acontecimentos terminasse no bloqueio. Assim, o mexicano escapou de ser punido

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Os comissários da FIA no GP do Japão concluíram, no começo da manhã deste sábado (7), que Sergio Pérez bloqueou Lance Stroll durante o Q1 do treino de classificação em Suzuka. Mesmo assim, no entanto, não haverá punição para o piloto da Force India. 

 
Os fiscais receberam Stroll e Pérez após a classificação para ouvir o que ambos tinham a dizer, já que o novato da Williams reclamou de ter sido bloqueado ainda no carro. Mas a conclusão foi que, apesar do bloqueio ter sido claro, não foi um "bloqueio desnecessário" – o que seria passível de punição. 
 
Segundo os fiscais, a situação só aconteceu porque houve um terceiro fator na história. Pérez estava mais lento para abrir espaço para os carros que iam à frente dele, mas perto da chegada de Stroll o mexicano acabou ultrapassado por Pierre Gasly. Foi essa sequência que impediu que Pérez acelerasse ou saísse da frente de Stroll na sequência.  
 
"Durante a classificação, os pilotos estavam diminuindo a velocidade consideravelmente na entrada na curva 16 para conseguirem uma distância para os carros à frente deles. Isso criou um efeito sanfona quando uma fila de carros estava nessa estratégia, o que contribuiu para o incidente entre os carros #11 e #18", disse o comunicado dos comissários. 
 
"Sergio Pérez estava se aprontando para uma volta rápida atrás de vários outros carros. Pierre Gasly estava atrás de Pérez e, quando se aproximavam da curva 16, ele resolveu passar Pérez, o que tinha direito de fazer. A interação com Gasly fez Pérez estar na parte rápida da curva 17 quando Lance Stroll, que estava em volta rápida, também chegou à curva 17. Depois de passar pela mesma curva, Gasly recebeu da equipe ordem para voltar ao pit-lane", seguiu.
Sergio Pérez (Foto: Force India)
"O Artigo 31.6 proibe bloqueio "desnecessário". Os dois pilotos concordaram na audiência que caso não houvesse interação com outros carros, Pérez não estaria na posição em que estava e que a situação mudou drasticamente quando Gasly passou Pérez", escreveu.
 
"Assim sendo, os comissários concluíram que, ainda que Pérez tenha certamente bloqueado Stroll, ele não não bloqueou desnecessariamente, e é por isso que nós não iremos ordenar qualquer punição", encerrou.
 
Stroll reclamou mais um pouco depois do treino, especialmente porque acabou eliminado já no Q1. Com todas as punições que se apresentaram, o canadense largará na 15ª colocação.

A largada do GP do Japão acontece às 2h (de Brasíli) neste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da F1 no Japão AO VIVO e em TEMPO REAL, com livetiming e gráfico interativo.

HÁ ESPERANÇA?

MESMO COM RESULTADO RUIM, VETTEL GANHA FORÇA NA MALÁSIA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube