Como "observador neutro", Lauda critica pneus da Pirelli e defende mudança nos compostos

Presidente do conselho da Mercedes, Niki Lauda se disse um "observador neutro" ao reclamar dos compostos da Pirelli e cobrou uma mudança por parte da fornecedora

 
Niki Lauda não simpatiza em nada com os pneus construídos pela Pirelli para a temporada 2013 do Mundial de F1. Sua equipe, a Mercedes, largou na pole-position nas três últimas corridas, mas sofreu demais com o desgaste dos compostos durante as provas e obteve resultados frustrantes.

O austríaco, presidente do conselho da montadora, criticou os pneus não como dirigente de uma escuderia, e, sim, como um "observador neutro". Em entrevista ao jornal 'Österreich', da Áustria, o tricampeão falou mal não só da dinâmica das corridas, mas também dos aspectos técnicos dos P Zero.

Nico Rosberg largou na pole no Bahrein e na Espanha, mas terminou em nono e sexto, respectivamente (Foto: Getty Images)
Na última semana, a Pirelli revelou que fará mudanças na estrutura dos compostos para o GP do Canadá, na segunda semana de junho. "Isso é muito positivo", disse Lauda, "e estou falando isso como um observador neutro, não como dirigente da Mercedes".
 
A FIA, contudo, rechaçou alterações radicais, já que o regulamento do Mundial não permite isso. A Pirelli recuou e, nesta segunda-feira, reforçou o discurso da federação e garantiu que as mudanças serão sutis.
 
"Ninguém entende o que está acontecendo e não há mais brigas diretas na pista, pois todos estão focados nos pneus. O objetivo de uma corrida não pode ser que o piloto mais lento vença", disparou Lauda.
 
"Todos esperam conseguir fazer o pneu trabalhar na janela de performance correta, mas frequentemente isso é apenas uma coincidência," reforçou.
 
Lauda é apenas mais um a criticar os compostos, numa lista que inclui, dentre outros, Dietrich Mateschitz, dono da Red Bull, e Bernie Ecclestone, o chefão da F1. Ao mesmo tempo, há quem defenda a Pirelli. Esse grupo contém a Lotus e a Ferrari, as equipes que melhor se adaptaram à fórmula desenvolvida para 2013.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube