Confira as declarações dos pilotos após o sábado do GP da Holanda 2021

Max Verstappen superou Lewis Hamilton e anotou a pole-position para o GP da Holanda. Confira o que os pilotos disseram após a sessão

Max Verstappen dominou todas as partes da classificação do GP da Holanda, realizada neste sábado (4), e levou o ‘mar laranja’ ao delírio ao cravar a pole-position com o tempo de 1min08s855.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Mesmo sem sofrer ameaças durante todo a sessão, no apagar das luzes, Lewis Hamilton quase tomou para si a posição de honra, mas nada feito: o dia era mesmo do holandês. Além do show de Verstappen na corrida de casa, o classificatório foi marcado pelos acidentes de George Russell e Nicholas Latifi no Q2. Outro destaque foi o sétimo lugar conquistado por Antonio Giovinazzi.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Confira o que disseram os pilotos após o treino classificatório do GP da Holanda:

Max Verstappen, pole: Verstappen destaca valor da pole na Holanda, mas diz: “Não vai ser uma corrida fácil”

Lewis Hamilton, segundo: Vaiado, Hamilton elogia Verstappen e diz que estratégia “vai entrar no jogo” na Holanda

Valtteri Bottas, terceiro: Bottas diz que Verstappen esteve inalcançável na Holanda, mas avisa: “Ainda tem jogo”

Pierre Gasly, quarto: Gasly vibra com 4º no grid na Holanda e lamenta escolha da Red Bull: “Por quê?”

Charles Leclerc, quinto: Leclerc projeta luta com Gasly na Holanda. Sainz põe 5º no grid na “conta dos mecânicos”

Carlos Sainz, sexto: Leclerc projeta luta com Gasly na Holanda. Sainz põe 5º no grid na “conta dos mecânicos”

Antonio Giovinazzi, sétimo: Giovinazzi repete melhor grid da F1 e festeja 7º em “montanha-russa” na classificação da Holanda

Esteban Ocon, oitavo: Ocon celebra boa forma da Alpine em Zandvoort, mas Alonso prevê “desafios”

Fernando Alonso, nono: Ocon celebra boa forma da Alpine em Zandvoort, mas Alonso prevê “desafios”

Daniel Ricciardo, décimo: “75% da classificação, Q1 e Q2, foi exatamente como imaginávamos que iríamos ficar. Muitas coisas estavam boas e as voltas estavam boas. Veio tudo a mim muito naturalmente, deu para melhorar em todas as curvas. Foi confortável. No Q3, faltou aderência desde a curva um, então foi mais difícil. Não sabemos o motivo, a pista talvez tenha mudado um pouco e nós perdemos algo, vamos avaliar e buscar uma resposta. Por mais que seja frustrante, o Q3 dita o grid e foi nosso pior momento na classificação. Vamos levar algumas coisas positivas, mas outras seguem desconhecidas. Vamos continuar trabalhando.”

George Russell, 11º: “Infelizmente, cometi um erro na minha última ida à pista. Estava forçando o máximo e numa volta bem boa, mas os pneus traseiros ficaram bem no limite. Ataque a última curva e perdi a traseira do carro, porque seria que seria apertado para entrar no Q3. Tivemos algum dano na suspensão traseira, mas por sorte o câmbio está bom. Nada que os meninos e meninas não possam consertar durante a noite. Naquele ponto, uma volta boa me colocaria no top-10, então peço desculpas ao time. Não era como gostaríamos de terminar minha sessão classificatória. É um circuito no qual todo mundo terá dificuldades para ultrapassar e ninguém sabe como os pneus vão reagir, então será interessante.”

Lance Stroll, 12º: “É uma pena que as bandeiras vermelhas nos impediram de chegar ao Q3. Estávamos fazendo uma volta muito melhor, e acho que seria o bastante. Tínhamos ritmo, por isso é uma pena não podermos mostrá-lo totalmente. Embora não seja o resultado que gostaríamos hoje, estou ansioso para a classificação aqui no ano que vem. É um circuito muito divertido para pilotar. Partindo de 12º no grid, sei que podemos lutar por pontos. Não espero muitas ultrapassagens na corrida, por isso fazer uma boa largada e executar uma boa estratégia vai ser crucial. Nosso foco já está no amanhã e em voltar mais forte”.

Lando Norris, 13º: “Não foi o dia que eu esperava, simplesmente não fiz o melhor trabalho. Não me senti confiante na classificação para juntar todas as partes numa volta. É provavelmente a classificação mais apertada do ano. É uma pena, porque precisávamos disso para ir bem na corrida, mas não conseguimos. Ainda não tivemos a última oportunidade de tentar, por conta da bandeira vermelha. Vai fazer nosso domingo muito complicado, mas somos definitivamente mais rápidos que outros carros na nossa frente, então ainda espero marcar alguns pontos.”

Nicholas Latifi, 14º: “Vendo o replay do meu incidente no Q2, creio que julguei errado o momento de tomar a curva e parei na grama. É uma curva de alta velocidade, então não dá para se recuperar muito. Ficamos um pouco comprometidos por conta da primeira bandeira vermelha, mas mesmo com pneus usados eu estava notando que ia melhorar a volta, então continuei forçando bastante. O impacto foi forte, mas esses carros são muito seguros e tudo parece correto. Causei bastante dano, então peço desculpas aos meninos e meninas que terão de trabalhar duro para consertar tudo para amanhã.”

Nikita Mazepin teve o pior tempo na Holanda após se enroscar com Mick Schumacher (Foto: Haas)

Yuki Tsunoda, 15:  “Estou satisfeito com o progresso que fiz neste fim de semana, construindo a volta de forma constante, e essa abordagem tem dado muito certo para mim. É uma pista bastante divertida de pilotar e gostei demais da classificação. Eu me senti confiante no carro e foi bom passar para o Q2. É uma pena que não tive a oportunidade de fazer uma volta completa com pneus novos em razão da bandeira vermelha, mas faz parte. O ritmo definitivamente está lá, e acho que daria para passar para o Q3. De modo que há sensações contraditórias sobre esta tarde. Mas, no geral, estou feliz com a maneira como foi o dia de hoje.”

Sergio Pérez, 16º: Muito decepcionado hoje. Tínhamos um carro tão fantástico e estávamos avançando muito. O carro tinha mesmo muito potencial para hoje. No fim das contas, os pilotos estavam criando as distâncias entre carros dentro do pit-lane e perdemos [a chance de abrir uma última volta rápida por alguns segundos.”

Sebastian Vettel, 17º: Decepcionado, Vettel lamenta desempenho e eliminação no Q1: “Éramos lentos”

Robert Kubica, 18º: “Meu trabalho como piloto reserva é estar pronto para correr, mas você não torce para que a oportunidade apareça. Espero que o Kimi fique bem logo. Considerando que o aviso veio de última hora e tive pouco tempo de treino, acho que o dia foi ok. Essa é uma pista exigente e eu tive que aprender tudo quase do zero. O treino livre passou rápido, mas acho que consegui maximizar o tempo que tive. É uma pena que a última volta do Q1 tenha sido afetada pelo tráfego, sem que eu pudesse preparar os pneus. Amanhã vai ser um dia longo e veremos o que dá para fazer”

Mick Schumacher, 19º: “Vamos avaliar para saber o que aconteceu hoje. O maior desafio foi encontrar posição de pista, porque a pista é tão curta e você precisa estar na posição certa, faz uma diferenã enorme. Estamos ambos numa situação que não é ótima, a última curva não foi fácil. Tínhamos grandes expectativas para uma volta melhor, mas não era para ser. Seremos fortes de novo. Vamos tentar fazer nossa melhor corrida amanhã.”

Nikita Mazepin, 20º:  Mazepin acusa Schumacher de atrapalhar volta no Q1 de propósito: “Estou puto da cara

No domingo, o GP da Holanda tem a largada marcada para as 10h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar