F1

Confira declarações após sexta-feira de treinos livres do GP da Alemanha de 2019

Charles Leclerc e Sebastian Vettel colocaram a Ferrari na dianteira do primeiro dia de treinos livres para o GP da Alemanha de 2019. No calor de Hockenheim, a Mercedes ficou para trás

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Ficou a cargo de Charles Leclerc e da Ferrari a liderança no primeiro dia de atividades em Hockenheim, nesta sexta-feira (26). O calor estava forte, 38°C, no que é um dos verões mais escaldantes que a Europa se recorda. Desta forma, a Ferrari aproveitou a única grande fraqueza conhecida da Mercedes para impor uma dobradinha.
 
Atrás de Sebastian Vettel, Lewis Hamilton ainda conseguiu ficar próximo dos rivais - somente 0s1 mais lento que Leclerc. Valtteri Bottas foi o quarto, seguido por Max Verstappen. Pierre Gasly não acompanhou o companheiro: foi apenas o 15º colocado e ainda bateu no final.
 
Romain Grosjean conseguiu ser o melhor do resto, no sexto lugar, e teve Lance Stroll, Kimi Räikkönen, Nico Hülkenberg e Sergio Pérez fecharam o top-10.
 
Carlos Sainz abriu a segunda metade do pelotão e foi seguido por Daniil Kvyat, Daniel Ricciardo, Alexander Albon, Gasly, Lando Norris, Antonio Giovinazzi, Kevin Magnussen, George Russell e Robert Kubica fecharam.
Charles Leclerc (Foto: AFP)
Confira as declarações:
 
 
 
 
 
 
Romain Grosjean, sexto: “Foi um bom dia hoje. Estou bem feliz com o carro desde a primeira volta nesta manhã. Foi bem empolgante ver o tempo de volta à tarde, ficando bem perto do pelotão com Valtteri Bottas e Max Verstappen. Talvez quando chegar a classificação seja diferente, mas, até agora, estou bem feliz. Estamos avaliando muitas coisas aqui. Nas simulações de corrida, acho que podemos trabalhar um pouquinho em cima disso, testamos algumas coisas diferentes, mas não conseguimos o rumo certo. Tenho confiança de que podemos resolver isso para o restante do fim de semana. A sensação no carro parece muito boa. Parece que o clima vai ser bem diferente para o resto do fim de semana. Estou ansioso para sábado e domingo.”
 
Lance Stroll, sétimo: “Eu me senti feliz com o carro. Ainda é o comecinho, mas parece que demos um passo em frente com a atualização. Você pode ver que o carro parece bem diferente, e é encorajador estar no top-10 das duas sessões. É só sexta-feira, porém, e há muito trabalho a ser feito para trazer essa performance até domingo. As temperaturas da pista foram bem quentes, mas olhando para a previsão do tempo, podemos ver uma grande mudança para o fim de semana.”
 
Kimi Räikkönen, oitavo: “Foi uma sexta-feira regular e tendo a nem olhar os tempos quando é apenas treino livre. Nós sempre parecemos estar um pouco atrás no primeiro treino e nos recuperamos enquanto o fim de semana se desenrola, mas os tempos só importam a partir de amanhã à tarde. As condições não foram as ideais: o calor tornou um pouco mais complicado, mas no fim das contas é a mesma coisa para todo mundo. Vai ser interessante ver como vai ser amanhã e domingo, mas precisamos simplesmente focar no trabalho que temos para chegar onde queremos.”
Kimi Räikkönen (Foto: Alfa Romeo)
Nico Hülkenberg, nono: “Foi uma sexta-feira produtiva para nós. Obviamente, foi bem desafiador com o calor, o que tornou as coisas bem complicadas para o carro, os pilotos, os mecânicos e os pneus. Administrar os pneus foi o grande assunto hoje, mas no geral não foi um dia ruim. O pelotão do meio parece novamente bem apertado, com muitos carros lá. Precisamos nos esforçar amanhã para estar à frente deles. Não me importaria se tiver alguma chuva amanhã, o que tornaria as coisas interessantes por aqui.”
 
Sergio Pérez, décimo: “Foi um bom dia, tenho de dizer. Testei o novo pacote, o mesmo com meu companheiro de equipe. É difícil fazer a comparação com as peças antigas, especialmente em meio às altas temperaturas de hoje, mas definitivamente parece uma melhoria. O carro parece melhor e eu acho que esse rumo tem mais potencial. Nós ainda estamos sofrendo um pouquinho com o equilíbrio, então foi difícil às vezes e temos algum trabalho a fazer nesta noite. Mas, no geral, podemos ficar bem satisfeitos com o nível de competitividade. Eu sou sempre cauteloso ao não tomar conclusões de apenas um dia, então vamos ver o que acontece na classificação.”
 
Carlos Sainz, 11º: “Acho que o forte calor proporcionou uma sexta-feira muito desafiadora para cada equipe. Para nós, foi questão de avaliar os rumos com os novos acertos, o que nós fizemos nos primeiro e segundo treinos. No primeiro treino, parecíamos competitivos; no segundo, um pouco menos, então precisamos analisar o motivo. Nossos rivais parece que deram um passo em frente, então vai ser interessante ver na classificação onde estamos realmente neste fim de semana. As condições do clima também vão mudar muito para amanhã e domingo, então isso vai proporcionar boas oportunidades. Estamos prontos para tudo.”
 
Daniil Kvyat, 12º: “Como foi quente hoje! As condições foram extremas em termos de calor, então vamos ver o que podemos aprender e, espero, dar um passo em frente amanhã. Temos muita coisa para entender e analisar nesta noite, definitivamente há margem para melhora, então vamos fazer nosso melhor para voltar com um carro forte para a classificação. Vai ser interessante ver como vão ser as condições climáticas e ver como vai ser amanhã, já que a previsão indica algo bem diferente na comparação com hoje, então vamos ter de nos adaptar rapidamente. Foi difícil para todo mundo porque essas temperaturas são raras. Temos sempre ficado próximos ao top-10 neste ano, às vezes dentro, às vezes fora, então é o mesmo neste fim de semana. Precisamos simplesmente entender o que nós precisamos para sermos rápidos.”
 
Daniel Ricciardo, 13º: "Completamos muitas voltas hoje, então não há com o que se queixar. Temos um pouco de tempo de volta para buscar, mas vamos tentar descobrir isso hoje à noite. Não nos estressamos muito com o clima, já que parece que as temperaturas vão mudar para o restante do fim de semana. Fisicamente, não foi tão ruim lá fora, foi bem quente e difícil ao volante, mas gostei bastante. Foi complicado fazer com que os pneus durassem e a aderência não foi espetacular, mas foi o mesmo para todo mundo.”
 
Alexander Albon, 14º: “Acho que não foi um dia ruim hoje, mas ainda há um pouco de trabalho a ser feito. Nós trouxemos algumas atualizações aqui, então simplesmente precisamos entendê-las um pouco melhor. Há algumas coisas que podemos melhorar para nos ajudar a entrar no top-10, como o equilíbrio, então vamos ver como melhorar o carro para a classificação. No entanto, parece que o clima vai ser diferente amanhã. Foi muito quente hoje, provavelmente um dos dias mais quentes que tive guiando um carro, parece que tinha um secador de cabelo na minha cara.”
 
Lando Norris (Foto: McLaren)
Lando Norris, 16º: “Foi um dia complicado. O primeiro treino não foi tão ruim, fizemos tudo o que precisávamos. Sofremos um pouco com o carro, alguns problemas aqui e ali, mas nada muito sério. No segundo treino, sofremos um pouco mais, provavelmente por conta da temperatura. Não parecia ser tão adequada ao carro. Sinto que nós melhoramos em algumas áreas, mas há outras que foram piores. Vamos analisar tudo nesta noite. O segundo treino foi um pouco bagunçado com a bandeira vermelha e também tivemos de desligar o carro porque ficamos presos atrás de uma Renault, então não foi tão limpo como no primeiro treino. Há muitas coisas para melhorar para amanhã, mas a equipe vai analisar os dados, e estou confiante que vamos estar ali no meio.”
 
Antonio Giovinazzi, 17º: “Foi um dia muito quente de trabalho. Cometi um pequeno erro na minha volta rápida com os pneus macios, mas acho que nós temos um carro competitivo até agora. O clima pode mudar amanhã, mas no fim das contas, mesmo se chover, vai ser o mesmo para todo mundo, então precisamos nos adaptar a isso. Vamos lutar para encontrar o melhor acerto e obter um bom resultado na classificação.”
 
Kevin Magnussen, 18º: “Foi um dia um pouquinho confuso. Vamos ver o que podemos aprender com as informações nesta noite e, então, tomar uma decisão sobre que rumo vamos tomar para amanhã. Não tivemos aderência hoje e, no geral, não conseguimos andar bem. Não quero tirar qualquer conclusão ainda, mas as atualizações não funcionaram de imediato. Não posso reverter para o acerto do carro de Romain neste fim de semana, o que é um pouquinho chato, mas também precisamos aprender, e é esse trabalho que estou fazendo. Vamos continuar com o desenvolvimento. Não vi a previsão do tempo, mas estou esperando por algum clima bem louco.”
 
George Russell, 19º: “Hoje foi muito quente! Foi muito pouco representativo para o fim de semana, o que acho que foi o mesmo para todo mundo, tanto da frente quanto da parte de trás do grid. Nós aprendemos algumas coisas e fizemos muitas avaliações das peças que nós testamos hoje, algumas estiveram apenas no carro de Robert [Kubica] e podem estar também no meu carro amanhã. Definitivamente, estamos ansiosos para encaixar um pouco mais de performance no carro, mas hoje foi bem difícil saber quais foram essas melhorias, já que foi difícil obter uma comparação clara. Os primeiros sinais parecem relativamente como o esperado.”
 
Robert Kubica, 20º: “Hoje não foi um dia muito simples. Trouxemos algumas novas peças para o carro, mas ficamos comprometidos no primeiro treino. Embora tenhamos um novo pacote, fomos muito influenciados por alguns problemas que espero que possamos corrigir, e aí amanhã vai ser um dia melhor. A previsão do tempo é de chuva para amanhã, o que pode apimentar as coisas e embaralhar o pelotão. Vai ser minha primeira vez correndo no molhado depois de um longo tempo, mas vamos esperar e ver o que o clima vai proporcionar.”
 


Paddockast #26
Acidentes que alteraram carreiras


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.