Confira declarações dos pilotos após classificação para GP da Austrália, primeira etapa da temporada 2018 da F1

Lewis Hamilton mostrou que segue em grande forma na F1. Neste sábado, o inglês encaixou uma volta voadora para conquistar a primeira pole-position do campeonato. Kimi Räikkönen vai largar ao lado do piloto na primeira fila, enquanto Sebastian Vettel abocanhou o terceiro posto do grid

A temporada de 2018 começou justamente como terminou a de 2017: com Lewis Hamilton em alta performance e no topo. Neste sábado (24), o inglês deu uma volta voadora na classificação para o GP da Austrália e alcançou a pole-position com uma vantagem de 0s6 para o restante do pelotão.
 
Como o esperado, quem surge logo atrás do titular da Mercedes é a dupla da Ferrari. No entanto, quem fecha a primeira fila do grid é Kimi Räikkönen, com Sebastian Vettel surgindo logo atrás do companheiro.
Lewis Hamilton (Foto: Reprodução/Twitter)
Seguindo previsões feitas na pré-temporada, a Red Bull se mostrou bastante próxima da equipe italiana, com Max Verstappen vindo bastante próximo em quarto. A Haas, que vem impressionando o final de semana inteiro, apareceu logo atrás com Kevin Magnussen e Romain Grosjean.
 
Para completar o rol dos dez mais velozes da classificação, apareceram Nico Hülkenberg, Daniel Ricciardo, Carlos Sainz Jr e Fernando Alonso.
 
Confira abaixo as declarações dos pilotos após a classificação:

Lewis Hamilton, primeiro: "Com coração acelerado, Hamilton vibra com “volta muito boa” na Austrália, mas admite surpresa com velocidade da Ferrari"

Kimi Räikkönen, segundo: "Räikkönen ressalta “grande diferença para a Mercedes”. Mas se diz feliz por primeira fila no grid da Austrália"

Sebastian Vettel, terceiro: "3º no grid, Vettel reconhece erro durante volta rápida na Austrália e já muda foco para corrida: “Temos uma chance”"

Max Verstappen, quarto: "Verstappen fala de erro cometido durante Q3 na Austrália, mas ressalta lado positivo: “Estamos próximos da Ferrari”"

Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Kevin Magnussen, quinto: "“Felicidade e orgulho”: Haas festeja terceira fila na Austrália com Magnussen e Grosjean em “dia fantástico para a equipe”

Romain Grosjean, sexto: "“Felicidade e orgulho”: Haas festeja terceira fila na Austrália com Magnussen e Grosjean em “dia fantástico para a equipe”

Nico Hülkenberg, sétimo: “Pensando que eu não estava me sentindo muito bem com o carro eu estou bastante feliz com a classificação. Toda a tomada de tempos foi difícil para mim, e minha volta no Q3, particularmente, não foi boa como poderia ser. Nós mudamos um pouco o carro após os treinos de ontem e o último treino no molhado significou que não tivemos tanto tempo quanto gostaríamos para validar as mudanças. Está bastante próximo na pista, então teremos muito a fazer na corrida”.

Daniel Ricciardo, sétimo: "Oitavo no grid da Austrália, Ricciardo compara punição a “tiro no tornozelo”. Mas crê em boa estratégia para corrida"

Carlos Sainz Jr: “Não estou feliz. Hoje, após o 1min23s no Q2 eu esperava conseguir algo mais, poderia ter me saído melhor no Q3, poderia ter baixado mais e ter ganhado algumas posições. Agora é hora de analisar as coisas. Acabei perdendo ritmo com o acidente [de Bottas], e após 15 minutos na garagem foi difícil de recuperar o feeling. Hoje, poderia ter brigado com a Haas pela sexta colocação. Estou confiante para a corrida amanhã e pretendo ganhar algumas posições na largada, acredito que temos um bom carro para terminar nos pontos”.

Fernando Alonso, décimo: "Alonso se empolga com desempenho da McLaren na Austrália e fala em alívio: “Somos muito mais competitivos”"

Stoffel Vandoorne, 11º: “Estamos um pouco decepcionados por não estar no Q3 com os dois carros. É uma pena porque nos mostramos bem promissores ontem no seco durante os treinos livres. Do meu lado, há algum trabalho a fazer. As outras equipes do pelotão do meio estão próximas e melhoraram um pouco desde ontem, ao que parece, então nós precisamos ver onde nós perdemos. Definitivamente, havia potencial para darmos um bom passo em frente hoje, e nós perdemos isso. Temos uma boa referência, e a parceria entre McLaren e Renault ainda é muito recente, então há uma série de coisas que temos de desenvolver. Sabemos que ao longo da temporada nós vamos melhorar muito enquanto equipe e como pacote, e espero que nós possamos mostrar isso muito em breve.”

 
“Amanhã é dia de corrida e há uma série de coisas que podem acontecer. Ultrapassar é difícil aqui, e como primeira corrida da temporada, geralmente há muito drama. Na comparação com o ano passado, definitivamente melhoramos, e nosso ritmo de corrida parece bastante promissor, então precisamos estar bem preparados para qualquer coisa. O clima também pode desempenhar seu papel, então, se pudermos ter uma corrida limpa e ficar fora dos problemas, espero alguns pontos na tabela.”

Sergio Pérez, 12º: "É decepcionante não estar no Q3, mas na verdade nosso desempenho foi muito bom. Trabalhamos bem com os pneus e consegui fazer uma boa volta, mas acredito que o resultado final reflete onde estamos no momento. Pensamos que eu tinha uma chance de ir ao Q3, mas amanhã é quando realmente importa. Nosso ritmo de corrida é melhor do que o ritmo que mostramos hoje. Há algumas zonas de uso de asa móvel extra, criando mais oportunidades e é uma corrida onde normalmente vemos um safety-car. Há um longo caminho, então vamos ver o que podemos fazer”.
Sergio Pérez (Foto: Force India)

Lance Stroll, 13º: "Fechamos pela 14ª colocação pouco antes de vir para este fim de semana. Não foi o ideal porque poderíamos ter melhorado a volta em nossa segunda tentativa no Q2. No entanto, fiquei um pouco atrás no último setor e não tive os pneus na janela correta. Os dianteiros estavam frios, e isso me atrapalhou. Me senti bem no carro e havia provavelmente mais a tirar. Parece que estamos na luta elos pontos. Vai depender do que vai acontecer. Vamos ver em qual posição vamos terminar amanhã.”

Esteban Ocon,14º: "Foi uma classificação difícil, especialmente no Q2 onde eu realmente sofri com a dianteira do carro e travando os pneus. Também foi difícil encontrar espaço no tráfego. Tínhamos um grande trabalho neste final de semana tentando entender a nova atualização, e perder tempo de pista seca no último treino não ajudou. O ritmo de corrida será melhor amanhã e acredito que podemos focar nos pontos. Amanhã é um novo dia e iremos seguir na briga e ver o que podemos conquistar”.

Valtteri Bottas, 15º: "Bottas cita zebra molhada e lamenta acidente no Q3 em Melbourne: “Acontece quando você tenta ir ao limite”"

Brendon Hartley, 16º: "Foi um dia um pouco frustrante. Um décimo nos colocaria algumas posições acima e o carro definitivamente permitira isso. Cometi pequenos erros na última volta e é frustrante chegar tão perto da linha de corte do Q2. A parte boa é que o carro definitivamente tinha velocidade para ir ao Q2 hoje. A manhã [TL3] nos deixou encorajados, assim como a simulação de corrida de ontem, então acho que nossa força é o ritmo de corrida. Dito isso, essa pista provavelmente é uma das piores do calendário para ultrapassar, é pedir muito. O desgaste de pneus vai ser um grande fator, então talvez administrar isso e fazer uma boa estratégia pode nos colocar na briga”.

Marcus Ericsson, 17º: "O trabalho feito durante a noite pelos engenheiros na pista e na base na Suíça valeu a pena. No geral, foi uma boa classificação hoje. Fizemos um bom progresso desde ontem, quando nós estávamos bem longe da briga. Devemos ficar orgulhosos do trabalho que nós temos feito desde então porque isso fez uma grande diferença. Nós ainda não estamos onde queremos estar, mas hoje ficamos muito perto do Q2. Temos muito trabalho pela frente, mas nós estamos na luta, o que é legal de se ver. No geral, estou feliz com o progresso e ansioso pela primeira corrida da temporada.”

Marcus Ericsson (Foto: Sauber)

Charles Leclerc, 18º: "Tive minha primeira classificação na F1 hoje, então, no geral, foi um dia empolgante. Tivemos um treino livre molhado seguido pela classificação no seco, o que não é o ideal, uma vez que não pude treinar para o que estava por vir. Na classificação, cometi um pequeno erro na curva 4, o que me custou o Q2. Uma pena, mas esta é a primeira etapa da temporada, então ainda foi uma experiência positiva de aprendizado. Agora, meu foco é em melhorar daqui para a frente. Amanhã, vou fazer minha primeira corrida na F1. Estou muito ansioso.”

Sergey Sirotkin, 19º: "Houve muitas mudanças entre as sessões. Acho que poderíamos ter tirado mais do carro, mas é apenas o começo de uma temporada muito longa, de modo que deveríamos analisar um pouco mais, analisar o que poderíamos ter feito melhor para estar mais à frente. Precisamos permanecer otimistas, tentar aprender passo a passo e seguir em frente.”

Pierre Gasly, 20º: "Fico desapontado porque não foi a classificação que queríamos e também porque havia potencial para chegar ao Q2. Depois da primeira volta estava muito acirrado e eu acabei forçando demais e travando os pneus. Acabou sendo isso, era a volta que a gente tinha e eu errei. Até a curva 3 eu estava 0s2 melhor que o Brendon, mas o pelotão intermediário é tão apertado que precisamos que tudo dê certo. É difícil ultrapassar nessa pista, então largar em 20º não é o ideal, mas vou fazer de tudo para ganhar posições. Acho que o carro tem mais potencial, então estou pronto para lutar amanhã”.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube