Confira declarações dos pilotos após classificação para GP da Itália da F1 2021

Valtteri Bottas vai largar da primeira posição na corrida sprint deste sábado (10) depois de anotar 1min15s555, a 0s096 de vantagem para Lewis Hamilton. Max Verstappen ficou com o terceiro posto

BOTTAS BATE HAMILTON E LARGA NA FRENTE NA CORRIDA SPRINT DA F1 EM MONZA | Briefing

Em uma última volta surpreendente, Valtteri Bottas garantiu a primeira posição para a corrida sprint do GP da Itália de Fórmula 1. O piloto da Mercedes cravou 1min19s555 nesta sexta-feira (10) e ficou com 0s096 de vantagem para Lewis Hamilton, segundo colocado. Max Verstappen assegurou a terceira colocação no grid.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

0s434 mais lento que o finlandês, Lando Norris vai sair em quarto, à frente de Daniel Ricciardo, Pierre Gasly, Carlos Sainz, Charles Leclerc, Sergio Pérez e Antonio Giovinazzi.

Valtteri Bottas vai largar da primeira posição na corrida sprint do GP da Itália (Foto: Mercedes)

Sebastian Vettel marcou 1min20s913 e ficou com a 11ª colocação, seguido por Lance Stroll, Fernando Alonso, Esteban Ocon, George Russell, Nicholas Latifi, Yuki Tsunoda, Mick Schumacher e Robert Kubica. Nikita Mazepin ficou com a última posição.

A Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado a partir de 7h (de Brasília, GMT-3) com o treino livre 2. Já a corrida sprint, ou corrida de classificação, está marcada para 11h30. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Confira as declarações dos pilotos após a classificação do GP da Itália de Fórmula 1:

Valtteri Bottas, primeiro: Bottas destaca vácuo na volta mais rápida e se diz “feliz e relaxado” com futuro

Lewis Hamilton, segundo: Hamilton fica surpreso com volta de Verstappen no Q3 e avisa: “Está bem apertado”

Max Verstappen, terceiro: “Feliz” por 3º em classificação, Verstappen espera que Itália seja “difícil pra gente”

Lando Norris, quarto: Norris alterna alegria e frustração na Itália: “Perder o 3º lugar é uma merda”

LANCE STROLL; SEBASTIAN VETTEL; ASTON MARTIN; F1; FÓRMULA 1;
Lance Stroll vai largar logo atrás de Sebastian Vettel no sábado (Foto: Aston Martin)

Daniel Ricciardo, quinto: Norris alterna alegria e frustração na Itália: “Perder o 3º lugar é uma merda”

Pierre Gasly, sexto: Gasly vibra com 6º lugar em “jogo de gato e rato” por vácuo na classificação em Monza

Carlos Sainz, sétimo: Sainz vê classificação na Itália como “progresso”, mas Leclerc reclama: “Dia difícil”

Charles Leclerc, oitavo: Sainz vê classificação na Itália como “progresso”, mas Leclerc reclama: “Dia difícil”

Sergio Pérez, nono: “Nós lutamos na classificação de hoje. Amanhã o nosso objetivo na corrida sprint é tentar ganhar algumas posições e entrar mais fortes na pista, porém acho que isso vai ser difícil com por conta da aerodinâmica que a pista pede. Mas nossas simulações de corrida pareciam promissoras hoje e muitas coisas podem acontecer ainda, então vamos ver o que acontece, estou ansioso por isso. Tentaremos melhorar nosso desempenho para uma corrida forte no domingo”.

Antonio Giovinazzi, décimo: “Estou muito feliz de chegar ao Q3 na frente dos tifosi, é inacreditável. Estávamos sólidos desde o começo, mesmo no Q1 e no Q2 terminamos em sexto e sétimo, sabíamos que podíamos ter bom resultado. Só tínhamos um jogo de pneus novos para o Q3, então não deu para ter grande progresso ali. Mas aceitamos o P10. Mesmo que seja só a posição de largada para a corrida sprint, permite que larguemos em grande posição. Precisamos largar bem amanhã, é uma corrida sem pit-stop e sem estratégia, mas queremos nos posicionar bem para o domingo. Há pilotos agressivos e queremos fazer nossa posição contar”.

Sebastian Vettel, 11º: Fora do Q3 por só 0s031, Vettel mira corrida sprint para “recuperar terreno” na Itália

Lance Stroll, 12º: “É uma pena ter perdido por tão pouco o Q3. Foi um esforço sólido da equipe e conseguimos fazer algumas boas voltas, apesar dos desafios que Monza sempre apresenta na classificação. O trânsito era um problema para todos e era difícil encontrar os vácuos. Embora seja decepcionante não ter chegado ao Q3, a corrida sprint de amanhã deve nos dar a oportunidade de ganhar posições e começar a corrida de domingo entre os dez primeiros”.

LEWIS HAMILTON; MONZA; CLASSIFICAÇÃO; MERCEDES; FÓRMULA 1;
Lewis Hamilton em Monza (Foto: Mercedes)

Fernando Alonso, 13º: Alonso lamenta falta de ritmo em Monza e avalia corrida sprint: “Pontos só no domingo”

Esteban Ocon, 14º: “Estou um pouco decepcionado com nosso resultado da classificação, uma vez que sinto que tinha um pouco mais que podíamos fazer. Foi muito apertado de novo entre Fernando e eu, menos de 0s05, algo que mostra como estamos forçando o carro o máximo possível. Chegamos ao Q3 numa boa sequência de corridas, então é decepcionante que isso termine. De qualquer maneira, o formato deste fim de semana é diferente com a corrida sprint e a corrida do domingo para um recuperação. Temos posições para recuperar, mas a meta é estar na parte da frente do pelotão amanhã, fazer ultrapassagens e nos colocar na melhor posição para o domingo”.

George Russell, 15º: “Foi um dia muito complicado e não fomos tão competitivos aqui como esperávamos. Não estávamos na janela certa com o carro desde o TL1 e isso realmente compromete você em um fim de semana como este. Fizemos um trabalho muito bom na classificação e a equipe me colocou na posição certa na pista, mas hoje não era para ser. Acho que estamos em uma posição melhor para a corrida sprint amanhã do que estávamos hoje, mas acho que vai ser um fim de semana difícil. No entanto, precisamos nos esforçar e ver o que podemos alcançar”.

Yuki Tsunoda, 16º: “Estou obviamente decepcionado, mas é assim que funciona. Os limites da pista são os mesmos para todos, então um erro é um erro. Acho que a corrida sprint de amanhã será difícil, assim como será o trem da asa móvel, então será difícil ultrapassar. Vou tentar meu melhor para avançar. Acho que largar bem será realmente importante ter a melhor chance possível de ultrapassar amanhã”.

Nicholas Latifi, 17º: “O carro não estava muito bom no TL1 e só ter uma sessão de treinos torna as coisas complicadas, mas acho que conseguimos fazer algumas boas mudanças antes da classificação e o carro estava muito melhor. No final das contas, como vimos no ano passado, esta não é uma pista que se adapte ao nosso carro e poderíamos ter feito algumas coisas melhorias. É frustrante ter perdido o Q2, quando estávamos muito próximos. Fizemos alguns testes com nosso ritmo hoje e esperamos estar em uma posição melhor amanhã. Esta é uma pista que você pode ultrapassar, então veremos o que podemos fazer na corrida sprint”.

Mick Schumacher, 18º: “Estava ficando meio apertado no fim da classificação. Foi bom ficar na frente de uma Alfa Romeo, é um feito para nós. Estamos felizes com isso. Olhando para amanhã, espero que façamos as mudanças corretas no carro e possamos lutar. O que aprendemos em Silverstone é que a corrida sprint é diferente da corrida principal em termos de desgaste de pneus, então provavelmente teremos de atacar e entrar com uma abordagem diferente àquela da corrida”.

LANDO NORRIS; MCLAREN; MONZA; ITÁLIA; FÓRMULA 1;
Lando Norris ficou muito perto do top-3 na classificação desta sexta-feira (Foto: McLaren)

Robert Kubica, 19º: “Não foi o dia mais tranquilo, mas amanhã podemos recuperar algum esoaço. O treino livre não foi ruim, mas não é fácil ter referências. Estou um pouco decepcionado com o resultado da classificação, porque acredito que dava para ficar mais acima. Encontrar espaço no grid não foi fácil e, quando consegui, minha primeira ida à pista foi atrapalhada por Mazepin, que estava no meio da pista. De cara, achei que ele tinha um problema técnico, mas, então acelerou. É uma pena, porque numa sessão curta é preciso fazer cada volta contar. Mas é assim que funciona”.

Nikita Mazepin, 20º: “Mais uma classificação interessante e frenética. Fiquei feliz de dar voltas limpas, em termos de abrir sem problemas, porque estávamos andando muito devagar na última reta antes da curva final. Saí da pista, infleizmente, na minha volta mais rápida, o que me custou algum tempo. Temos duas corridas no fim de semana, o ritmo é promissor, então estou animado”.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar