Confira declarações dos pilotos após primeiro dia de testes coletivos da F1 em Abu Dhabi

Um dia muito produtivo: foi essa a visão geral dos 12 pilotos que participaram da primeira sessão de testes da Pirelli em Abu Dhabi, nesta terça-feira (3)

As declarações de pilotos após sessões coletivas para testes de pneus não costumam ser as mais bombásticas, mas o GRANDE PRÊMIO traz tudo o que eles falaram nesta terça-feira (3) em Abu Dhabi, primeira parte da jornada dupla nos Emirados Árabes Unidos.

O dia foi liderado em tempos por Valtteri Bottas, que anotou 1min37s868, seguido por Sebastian Vettel, a 0s123. Ambos seguiram o padrão nas declarações: viram o dia como produtivo. E o que os outros comentaram? Destaque para quem ainda não está na F1, como Roy Nissany e Sean Gelael.

Valtteri Bottas (Foto: Pirelli)

Confira as declarações dos pilotos – Sergio Pérez (quarto), Max Verstappen (sétimo) e Kimi Räikkönen (10°) não falaram após os testes

Valtteri Bottas, primeiro: Líder na terça, Bottas vê "dia produtivo" com teste em Abu Dhabi

Sebastian Vettel, segundo: Em dia "muito útil", Vettel diz que objetivo do teste foi "fazer comparações"


Daniil Kvyat, terceiro: "Foi uma boa metade de dia de testes. Demos voltas produtivas e conseguimos um bom entendimento dos pneus, que era o objetivo principal do teste. Conseguimos dados o suficiente para a preparação para os testes de pré-temporada do ano que vem."

 

Sergio Pérez (Foto: Pirelli)

Paddockast # 44
RETROSPECTIVA 2019: MUITO QUE BEM, MUITO QUE MAL

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Romain Grosjean, quinto: "Tivemos um bom teste para comparar os pneus de 2019 com os de 2020. Vimos o que podemos preparar para o próximo ano e quais são os melhores para correr. Acho que foi um dia muito positivo. A preparação foi excelente e a equipe fez um bom trabalho, estou muito feliz com isso. Realizamos alguns ajustes menores no carro para que possamos aprender para o futuro, algumas coisas foram positivas. Tenho muita vontade em conhecer qual o nosso desafio para 2020."

Lando Norris, sexto: "É um teste da Pirelli, assim que obviamente testamos muitos pneus hoje, compostos de 2019 e de 2020, e realizamos várias comparações. Passagens curtas e longas pela pista, e sem mudar nada no carro, para que os pneus possam ser comparados. Mas também foi um dia para explorar estilos e técnicas de condução. No geral foi um dia produtivo e com boa quilometragem, a equipe e eu apredemos muito. Carlos [Sainz] vai à pista amanhã, então teremos outra oportunidade de recolher dados para o ano que vem."

Lando Norris (Foto: Pirelli)

Esteban Ocon, oitavo: "Ainda há o que melhorar", mas Ocon celebra volta à F1 em teste: "Ótima sensação"

George Russell, nono: "Foi um dia produtivo no carro. Usamos cinco jogos de pneus de 2020 e reunimos informações úteis, que nos ajudará na próxima temporada. Tenho muita vontade de ir à Austrália e voltar a correr."

Sean Gelael, 11°: "67 voltas completadas de manhã. Realizamos uma boa quantidade de testes com os pneus e foi genial voltar ao carro depois de um ano de descanso. Sem dúvidas javia mais potencial para tempo de volta, mas estamos aqui para testar."

Roy Nissany, 12°: "Em primeiro lugar, me senti muito bem.  Sabe a sensação de que gosta do seu trabalho e sabe o que está fazendo? Demorei quatro voltas para me sentir confortável com o carro e, a partir de então, fui aumentando meu ritmo e minha confiança. Melhoramos e demos as melhores voltas no final, fizemos algumas mudanças de acordo com o que sentia. Agora sinto confiança no carro, com muito potencial para que de manhã as coisas saiam como precisamos para as últimas melhorias de 2019."

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube