F1

Confira declarações dos pilotos após primeiro dia de testes coletivos da F1 no Bahrein

Max Verstappen liderou o dia de testes coletivos que contou com o retorno de Fernando Alonso e a estreia de Mick Schumacher num carro de F1, além de Pietro Fittipaldi. E ainda teve chuva no deserto

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
A terça-feira (2), primeiro dia de testes coletivos de meio de temporada da F1 no Bahrein foi abreviada pela chuva, mas terminou ainda com um salo interessante de voltas e pilotos na pista: foram 15 diferentes. Max Verstappen foi o mais rápido com a Red Bull em uma volta de 1min29s379.
 
O piloto holandês conseguiu superar Mick Schumacher, estreante do dia na Ferrari e, claro, filho do heptacampeão mundial Michael Schumacher - aos olhos da mãe, Corinna. Mick completou 56 giros, seis a menos que Max, e ficou 0s597 mais lento.
Max Verstappen (Foto: Beto Issa)
Lando Norris colocou a McLaren na terceira colocação e foi seguido por Romain Grosjean, Alexander Albon, Lewis Hamilton, Daniel Ricciardo, Lance Stroll, Carlos Sainz Jr. e Antonio Giovinazzi fechando o top-10.
 
Fernando Alonso voltou a um teste oficial da F1 e terminou no 11º lugar, seguido por Pietro Fittipaldi, outro que regressou ao bólido. Robert Kubica, Daniil Kvyat e George Russell encerraram a lista.
 
A F1 volta com mais um dia de testes na quarta-feira e, depois, com o GP da China milésimo da história do campeonato, no fim de semana de 14 de abril.
 
Confira as declarações:
Lando Norris (Foto: Beto Issa)
Max Verstappen, primeiroLíder do dia no Bahrein, Verstappen agradece por “rara chance de testar carro” na F1
 
 
Lando Norris, terceiro: "Eu apenas planejei fazer metade do dia, mas, por conta do tempo, não conseguimos fazer o que esperávamos. Não foi só comigo, muitos outros pilotos foram afetados. Foi apenas um daqueles dias infelizes, mas não acho que perdemos muito. Muito do que testamos hoje foram mais pequenas coisas do que itens importantes. Trataremos disso amanhã. Só fiz três stints e um treino de largada. A pista estava úmida para a primeira parte, então não foi tão representativo quanto queríamos. Ainda tenho os resultados de testes que foram importantes para a comparar. Completamos as coisas que precisávamos."
 
Romain Grosjean, quarto: “Foram condições surpreendentes hoje. Não esperávamos ver chuva no Bahrein. Fizemos o que queríamos durante a manhã, o que é bom. Tivemos um cronograma para a tarde, mas não conseguimos cumprir por conta das condições climáticas. Espero que dê para fazer isso amanhã. É claro que queremos entender o que aconteceu para não termos ritmo no domingo, e precisamos de um clima seco para isso. Temos alguma ideia, algumas peças boas, então esse é o plano para amanhã.”
 
Alexander Albon, quinto: "O primeiro dia do teste do Bahrein foi muito bom. Tivemos que parar por duas horas por conta da chuva, mas fora isso foi um dia de sucesso. Conseguimos bastante quilometragem, o máximo que dava, e pudemos completar os poucos testes aerodinâmicos que, esperamos, tragam mais desempenho ao carro. O trabalho ainda não está completo, então teremos um calendário ocupado amanhã para completar tudo que queremos testar, mas tudo está parecendo bom. Estou aumentando a experiência em gerenciar os pneus e encontrar a melhor forma de tirar mais performance deles, então foi um dia útil apesar da interrupção."
 
 
Daniel Ricciardo, sétimo: "Foi bom conseguir mais informações sobre o carro hoje, mesmo que o clima não tenha sido perfeito, algo que afetou nossos planos. Mesmo assim, conseguimos completar alguns testes de acordo com o planejado. Cada vez que entro no carro, me sinto mais e mais confortável. Completamos algumas coisas de acerto e senti mudanças, algumas delas sendo positivas, então isso é um benefício para o futuro em termos de preferências. Estou conhecendo cada um melhor a cada dia."
Daniel Ricciardo (Foto: Bahrain International Circuit)
Carlos Sainz Jr., nono: "Foi um dia difícil por conta das condições climáticas inesperadas aqui. Isso significa que tínhamos um plano que foi interrompido a manhã inteira, não consegui completar todo o meu programa. Ainda consegui fazer 60 ou 70% disso. Temos algumas coisas que queremos cobrir, e espero que o time possa recuperá-las amanhã. Foi uma surpresa ver chuva no Bahrein."
 
Antonio Giovinazzi, décimo: "É uma pena o clima de hoje - você não espera que chova no deserto. Tivemos um bom tempo de pista durante a manhã, mas depois os ventos aumentaram muito e começou a chover, então as condições limitaram nosso tempo. Completamos uma simulação, fico feliz com isso. Aprendemos coisas novas e estamos ansiosos para ir a Xangai para ver onde podemos ir."
 
 
 
Robert Kubica, 13º: “Não há muito para ser dito, já que tivemos azar com o clima. Fizemos de tudo para completar algumas voltas e juntar alguns dados. Mesmo assim, infelizmente não conseguimos testar nada.”
 
George Russell, 15º: “Nossa manhã ficou muito limitada por conta do clima, já que não esperávamos por chuva aqui no Bahrein. Mesmo assim, isso afetou todo mundo nos pits. De qualquer forma, conseguimos conduzir alguns bons testes e juntar dados valiosos que podemos usar para melhorar o FW42. No fim das contas, foi uma sessão positiva, apesar das circunstâncias.”

Lance Stroll, oitavo colocado, e Daniil Kvyat, 14º, não tiveram declarações divulgadas por Racing Point e Toro Rosso.