Confira declarações dos pilotos após primeiro dia de testes de pré-temporada da F1 em Barcelona

Lewis Hamilton foi o mais veloz no primeiro dia de testes da F1. Mas isso não significa que a Mercedes está sobrando: o britânico, com macios, teve pouca vantagem sobre a Ferrari de Sebastian Vettel, com médios. A Williams de Felipe Massa também ficou perto, pintando em terceiro

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Depois de longa espera, os carros da F1 voltaram a andar em alta velocidade nesta segunda-feira (27). Os testes de pré-temporada, realizados em Barcelona, começaram de vez. Mas ainda é muito cedo para tentar encontrar qualquer resposta para a divisão de forças da F1: Sebastian Vettel liderou na manhã, enquanto Lewis Hamilton comandou as atividades na tarde.

Os dois pilotos andaram rápido, mas é simplesmente difícil fazer previsões sobre a nova temporada. Como de hábito, ninguém sabe ao certo quando combustível existe em cada carro. Além disso, problemas mecânicos também mascaram o rendimento de cada equipe — não por acaso, Red Bull e McLaren ficaram abaixo da expectativa após dias turbulentos.

Das equipes medianas, duas que causaram boa impressão foram Williams e Haas. Os britânicos, aliás, pareciam capazes de acompanhar Ferrari e Mercedes com Felipe Massa no carro. Já os americanos, quarto mais velozes no turno da tarde, conseguiram bons tempos de volta — apesar de um incidente com Kevin Magnussen durante a manhã.

É claro que os tempos de volta são importantes, mas não é errado dizer que a quilometragem é tão importante quanto. E, nas primeiras horas de atividade, Mercedes e Ferrari já mostram que fizeram o dever de casa, sendo as únicas a quebras a barreira das 100 voltas. Vivendo situação oposta estão McLaren e Red Bull: as duas sofreram interrupções ao longo do dia e não chegaram nem perto da quilometragem desejada. A equipe de Fernando Alonso se surpreendeu com vazamento e problemas no motor, enquanto a de Daniel Ricciardo sofreu com defeito no câmbio e nos sensores do RB13.

Mercedes e Ferrari dividiram a liderança nos testes (Foto: Mercedes)

Confira declarações dos pilotos após testes em Barcelona:

HAAS
 
Kevin Magnussen, quarto: "Nós estávamos planejando ter mais notas, mas também era esperado ter problemas. Eu rodei porque travei os pneus de forma muito agressiva. Tirando esse fato, o carro se comportou muito bem e a gente conseguiu fazer testes a mais e pegar informações"

MERCEDES
 
Valtteri Bottas, quinto:
 
"O tempo de volta a gente nem tem levado em consideração. Hoje era acumular voltas e quilometragem. Fizemos alguns testes mecânicos e apenas checamos sistemas, fazendo stints longos e tentando coletar informações. Se for para encontrarmos algum tipo de problema no carro, melhor que seja agora que em Melbourne. Fizemos mais de uma corrida em quilometragem pela manhã, tudo funcionou bem. A segunda semana vai ser bem melhor para sabermos onde cada time está".

FORCE INDIA

 
Sergio Pérez, sétimo: “O dia ficou dividido em duas metades. A manhã foi muito produtiva, conseguimos fazer a maior parte do que planejávamos e tentamos set-ups diferentes com pneus diferentes. Tudo pareceu positivo ao longo da manhã e tivemos a chance de aprender muito com o novo carro. Infelizmente não andamos de tarde por precaução e isso nos custou tempo de pista. Espero que dê para recuperar o terreno perdido com o Esteban [Ocon] no carro. Com um bom dia, poderemos cumprir o resto do nosso programa e seguir adiante”
 
RENAULT
 
Nico Hülkenberg, nono: “Foi um primeiro dia animado com uma nova equipe e um tipo completamente diferente de F1. É uma sensação muito diferente na pista, com vários novos aspectos para descobrir com o passar dos dias. O carro certamente parece mais rápido do que os do regulamento anterior, é divertido de pilotar. Você claramente percebe que tem mais downforce nas curvas. Não foi um dia sem problemas, mas foi um bom início na minha casa nova”
 
SAUBER
 
Marcus Ericsson, 11º: “É ótimo estar de volta ao carro depois de um longo inverno. É divertido pilotar o novo carro e é bom ver que temos potencial. Tivemos problemas pequenos, mas é a primeira vez que andamos com o carro. Como um todo, foi um dia produtivo. Completei 70 voltas, o que é um bom trabalho no primeiro dia de testes”
O GRANDE PRÊMIO acompanha ‘in loco’ a primeira sessão de pré-temporada em Barcelona com os repórteres Thiago Arantes e Evelyn Guimarães e o fotógrafo Arnau Puig.
 

#GALERIA(6941)
PADDOCK GP #66 RECEBE LUCAS DI GRASSI, DEBATE F-E E NOVOS CARROS DA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube