Confira declarações dos pilotos após primeiro dia de treinos livres para GP de Mônaco

Nico Rosberg foi o mais rápido no primeiro dia de treinos livres da F1 em Monte Carlo. Com 1min14s759 como sua melhor marca, o germânico liderou a dobradinha da Mercedes. Fernando Alonso completa o top-3

As imagens da quinta-feira no F1 em Monte Carlo 
Acompanhe a cobertura do GP de Mônaco no GRANDE PRÊMIO
Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

Nico Rosberg foi o mais rápido no primeiro dia de testes da F1 em Mônaco. O germânico cravou 1min14s759 em sua melhor volta nas ruas de Monte Carlo nesta quinta-feira (23) e liderou a dobradinha da Mercedes com 0s318 de vantagem para seu companheiro, Lewis Hamilton. 
 
A dupla da Ferrari aparece na sequência, com Fernando Alonso liderando o pelotão vermelho. O asturiano cravou 1min15s196 e ficou com o terceiro posto, 0s082 à frente de Felipe Massa.
 
Mark Webber foi o melhor piloto da Red Bull nesta quinta e com 1min15s404 aparece na quinta posição. Kimi Räikkönen vem na sequência, seguido por Jenson Button, Sebastian Vettel e Paul di Resta.
Pelo menos nesta quinta-feira, Nico Rosberg foi o príncipe de Mônaco (Foto: Getty Images)
Adrian Sutil anotou 1min16s349 e ficou com o 11º posto, à frente de Sergio Pérez, Nico Hülkenberg, Pastor Maldonado e Esteban Gutiérrez. Daniel Ricciardo fez o 16º tempo, seguido por Jean-Éric Vergne, Valtteri Bottas, Jules Bianchi, Charles Pic, Max Chilton e Giedo van der Garde.
 
Lotus
 
Romain Grosjean – 7º: “Depois de um ótimo começo, foi realmente uma pena encerrar as coisas cedo. Eu não tinha a aderência que esperava na entrada da curva, mas não havia nada de errado com o carro. Minha frenagem e a velocidade na entrada da curva foram todas erradas e acabei batendo no muro. Não houve chance para deixar ir reto para a área de escape, eu estava virando para fazer a curva, então foi isso. Temos um carro muito bom aqui e isso dá a confiança que precisamos para poder forçar, mas, infelizmente, forcei um pouco demais. Peço desculpas para a equipe e, definitivamente, devo um drinque a todos por todo o trabalho necessário para o sábado. O grid parece bem equilibrado, mas estamos em boa forma e estou ansioso por voltar para a pista e brigar pelas primeiras posições.”
 
McLaren
 
Jenson Button – 8º: “Nós tivemos dificuldades esta manhã quando o circuito ainda estava bem ‘verde’ – nós não conseguíamos colocar os pneus na temperatura, mas acho que isso afetou todo mundo, não só a gente.”
 
“Nosso ritmo nos trechos parece surpreendentemente bom, apesar de ainda não estarmos lá no nosso ritmo de classificação. Ainda assim, me sinto mais feliz com o carro aqui do que estive nos fins de semana anteriores. Tem algumas áreas nas quais nós tivemos dificuldades antes, e que agora parecem um pouco melhor. Isso é, obviamente, positivo.”
 
“Podemos não estar cravando tempos incríveis, mas eu estou feliz por estarmos indo na direção certa. Tomara que possamos melhorar de onde estamos no sábado.”
 
Sergio Pérez – 12º: “Nós tentamos muitas coisas durante as sessões de treino de hoje. Nem tudo funcionou. Algumas coisas que nós tentamos tornaram difíceis para que eu me sentisse confiante com o carro, especialmente nas curvas rápidas. Então vamos voltar a essas mudanças antes do treino de sábado. Ainda assim, também não tivemos nenhuma surpresa desagradável, o que foi positivo.”
Button se disse mais animado com os treinos em Mônaco (Foto: Getty Images)
“Espero que consigamos chegar ao Q3. Eu, na verdade, acho que o sábado será o dia mais importante do fim de semana – todos vão tentar poupar os pneus, para ter o menor número de paradas possível na corrida. É provável que seja uma corrida lenta com pouca degradação, então precisamos dar o nosso máximo no sábado.”
 
Force India
 
Paul di Resta – 10º: “Foi um bom dia de trabalho, apesar de sempre ter muito que falar depois de duas sessões aqui em Mônaco. Tem algumas melhorias que podemos fazer para melhorar o equilíbrio, especialmente com a corrida em mente, e isso é algo que vamos fazer esta noite e amanhã. O programa dos pneus foi bem e coletamos o máximo de informações que pudemos, o que é sempre o foco principal da sexta-feira, então acho que estamos em boa forma. Minha sensação geral com o carro é boa e o trabalho que fizemos hoje nos levou na direção certa.”
 
Adrian Sutil – 11º: “É sempre um prazer voltar para Mônaco para guiar um carro da F1 no limite – e para mim, faz dois anos desde a última vez que guiei aqui. Não levou muito tempo para eu encontrar meu ritmo outra vez e as coisas foram muito bem. Nós progredimos durante as duas sessões e estou me sentindo confortável com o meu carro. Nós sabemos qual o plano para amanhã e onde podemos melhorar para estarmos prontos para sábado.”
 
Sauber
 
Nico Hülkenberg – 13º: “Foi um bom dia, e nós pudemos completar o nosso programa sem nenhum problema. O equilíbrio do carro melhorou durante o segundo treino, e nós sabemos que a pista vai melhorar e ficar mais rápida durante o fim de semana. Coletamos um monte de dados, e ainda podemos melhorar o carro.”
 
Esteban Gutiérrez – 15º: “Foi um dia positivo em muitos aspectos. Na primeira sessão, eu foquei em ganhar confiança no carro. Foi bem complicado, porque é uma pista muito apertada e ondulada. Além disso, no começo estava difícil ler o carro, mas isso foi algo que conseguimos melhorar na segunda sessão. Foi importante ter uma referência entre os dois carros. Entretanto, está evidente que a diferença para o grupo da frente é grande, e precisamos encontrar mais velocidade para a classificação. Apesar disso, eu definitivamente aproveitei o dia de hoje e vamos continuar acelerando até o limite.”
 
Williams
 
Pastor Maldonado – 14º: “Esta é uma das minhas pistas favoritas no calendário da F1. É sempre ótimo pilotar aqui. Os treinos livres de hoje foram produtivos, e nós sentimos que fizemos algum progresso. O acerto nas duas sessões foi um pouco diferente, e parece que as coisas estavam um pouco melhores no treino 1. Vamos analisar tudo durante a noite e amanhã e escolher a melhor configuração para o resto do fim de semana.”
 
Valtteri Bottas – 18º: “A pista aqui em Mônaco é muito desafiadora, mas brilhante de se pilotar. Eu estava aprendendo mais e mais a cada volta e senti como se eu realmente estivesse ganhando velocidade nesta minha primeira vez aqui. Hoje nós coletamos muitos dados do carro e vamos olha-los para tentar encontrar o equilíbrio correto. Espero que possamos dar um bom passo à frente para a classificação no sábado.”
 
Toro Rosso
Ricciardo confia em melhora no desempenho nos treinos de sábado (Foto: Getty Images)
Daniel Ricciardo – 16º: "Eu realmente gosto de circuitos de rua e este em especial. Entretanto, esta manhã nós fomos mais lentos do esperávamos ser. Tenho certeza de que se encontrarmos um pouco mais de velocidade para sábado, então será mais agradável. Jev e eu não usamos o mesmo acerto e também tem um pouco mais para tirar de mim, porque você sempre pode encontrar um pouco mais de performance do piloto em um circuito de rua. Nós agora temos um dia a mais do que o habitual para analisar tudo e nós também temos alguma modificações que podemos fazer para sábado. Estou confiante de que possamos melhorar e ainda estou tentando entrar no top-10, mas nós temos um pouco de trabalho para fazer para atingir isso. Em relação aos pneus, é a história normal de que os pneus supermacios são mais rápidos e os macios mais consistentes, mas eu acho que fazer a corrida com a estratégia de uma parada será mais difícil do que no ano passado.”
 
Jean-Éric Vergne – 17º: "Foi um bom dia, com muitas voltas completadas. Neste circuito, a confiança do piloto é um fator importante e você ganha confiança a cada volta que faz, sentindo que você pode forçar ainda mais o tempo todo. Meu último trecho pareceu muito bom no fim da sessão desta tarde. Agora temos de reunir todos os melhores elementos, para que possamos melhorar nossa performance geral e eu acredito que poderemos fazer isso bem no sábado, muito melhor do que mostra a tabela de tempos de hoje.”
 
Marussia
 
Jules Bianchi – 19º: “Está sendo um bom dia para nós, e eu realmente aproveitei a minha primeira experiência em Mônaco em um carro da F1. Foi tudo o que eu imaginava, e estou satisfeito em ter estabelecido uma boa base na qual podemos começar a trabalhar par ao resto do fim de semana. O fato de não haver treinos amanhã significa que temos mais treino que o normal para focar nos dados que coletamos hoje, então devemos poder chegar a algumas boas conclusões, que vão nos ajudar a nos preparar para o sábado e para a corrida.”
 
Max Chilton – 21º: “Esta pista é incrível em um carro da F1 e é tão emocionante quanto eu pensei que fosse. Tem sido um dia cheio, mas nós pudemos completar todo o programa que planejamos e acho que podemos ficar um pouco confiantes baseado no que vimos até agora. Mais uma vez, o grande desafio será economizar os pneus durante a corrida, mas o trabalho que fizemos hoje significa que temos muitas informações para nos ajudar a fazer boas escolhas para a corrida.”
Bianchi se mostrou animado com primeiro dia de treinos (Foto: Marussia)
Caterham
 
Charles Pic – 20º: “O primeiro treino para mim foi ok. A direção pareceu um pouco leve na volta de instalação, então nós ajustamos isso, e aí trabalhamos para lidar com o problema de sair de frente que tivemos na primeira saída, e na terceira saída nós encontramos um bom equilíbrio.”
 
“Isso continuou na sessão da tarde e eu estou bem feliz com a forma como terminou. Não tive uma volta limpa com os pneus supermacios, mas no trecho longo nós fizemos com o supermacio e tivemos uma boa degradação, boa o bastante para nos dar algumas opções para o domingo e o carro pareceu bom durante todo o trecho.”
 
“Nós fizemos um teste aerodinâmico, para ajudar a resolver alguns problemas que encontramos no novo pacote na Espanha e no primeiro treino livre nós fizemos mais uma avaliação aerodinâmica com aquilo que aprendemos em linha reta. Os resultados iniciais são bons e isso nos dá ainda mais no que trabalhar esta noite, e nos dá mais potencial para extrair performance amanhã e domingo.”
 
“Outra coisa realmente boa hoje é que encontramos um equilíbrio que funcionou rapidamente nos dois compostos, então conseguimos tirar tudo que podíamos das duas sessões. Não tivemos nenhum problema para atrapalhar, especialmente comparado com o número de pequenos problemas que tivemos nos dois primeiros treinos livres na Espanha, então isso nos coloca em uma posição melhor para sábado e domingo, do que estivemos durante toda a temporada.”
 
Giedo van der Garde – 22º: “Eu definitivamente gostei do meu primeiro dia com um carro de F1 em Mônaco e eu acho que fizemos um bom progresso hoje. No primeiro treino livre, os níveis de aderência na pista estavam muito baixos, como era esperado, mas melhorou muito rápido e no fim da sessão era possível forçar em toda a volta. Nós tivemos alguns problemas com a frente travando e, infelizmente, eu danifiquei a minha asa dianteira na minha terceira saída, mas, fora isso, foi tudo bem. Nós melhoramos a tração durante a sessão e começamos a lidar com o problema do carro sair de traseira que tivemos nas primeiras voltas.”
 
“No segundo treino livre o carro imediatamente pareceu melhor depois que fizemos algumas mudanças no acerto e em algumas peças, e as condições mais quentes da pista ajudaram o pneu a funcionarem mais rapidamente, então minha primeira saída foi boa. Saímos com os supermacios esperamos um intervalo no tráfego, mas aí na minha volta rápida vieram as bandeiras vermelhas, quando o acidente com Grosjean danificou as barreiras. Foi um timing ruim, já que eu estava na minha volta mais rápida do dia e acho que estamos buscando algo na casa de 1min17, o mais representativo do nosso tempo de hoje. Mas o primeiro e o segundo treino livre não são sobre voltas rápidas. Eles são sobre o que fizemos hoje, que foi trabalhar no nosso programa, começar a entender como gerir os pneus e gerarmos o máximo de informações que pudermos para os rapazes trabalharem na pista e na fábrica. Tenho certeza de que no sábado nós vamos mostrar o que podemos fazer por aqui e acho que as estratégias de pneu serão muito interessantes.”
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube