Confira declarações dos pilotos após quinta-feira de treinos livres do GP de Mônaco, sexta etapa do Mundial de F1

Sebastian Vettel foi o mais rápido no primeiro dia de treinos em Monte Carlo, 0s487 à frente de Daniel Ricciardo, o segundo colocado. Kimi Räikkönen fez o terceiro tempo, com Lewis Hamilton aparecendo apenas em oitavo

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : ‘pt’
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : ‘inread’
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Sebastian Vettel começou o fim de semana do GP de Mônaco com o pé direito. Nesta quinta-feira (25), o germânico cravou 1min12s720 em sua melhor volta no segundo treino livre e fechou o primeiro dia de trabalhos em Monte Carlo com 0s487 de vantagem para Daniel Ricciardo, o segundo colocado,

 
Já 0s563 mais lento que o companheiro de Ferrari, Kimi Räikkönen garantiu a terceira posição, à frente de Daniil Kvyat, Max Verstappen e Carlos Sainz, que fechou o top-5.
Sebastian Vettel foi o mais rápido no primeiro dia em Mônaco (Foto: AFP)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Lewis Hamilton teve uma tarde para lá de discreta e ficou com a oitava colocação, 1s153 mais lento que o principal na briga pelo título. Kevin Magnussen aparece na sequência, com Valtteri Bottas completando o top-10.
 
Com seu melhor giro em 1min13s943, Stoffel Vandoorne assegurou a 11ª colocação, pouco à frente de Jenson Button, que volta à F1 neste fim de semana como substituto de Fernando Alonso.
 
Felipe Massa fez sua melhor volta em 1min14s003 e ficou com o 13º posto, 1s283 atrás de Vettel. Romain Grosjean aparece em seguida, acompanhado por Esteban Ocon, Lance Stroll, Nico Hülkenberg, Jolyon Palmer, Marcus Ericsson e Pascal Wehrlein.
 
Confira as declarações dos pilotos:
 
 
 
Kimi Räikkönen, terceiro: “Hoje foi ficando cada vez melhor e isso é o principal. Nós fizemos um progresso suave. Nos long-runs o feeling com o carro é bom, quanto que nos short-runs nós ainda temos de melhorar um pouco. Nós fizemos algumas mudanças e ficou melhor o tempo todo. Nós só precisamos trabalhar nos pequenos detalhes para ter uma sensação melhor e vermos onde vamos terminar no sábado uma vez que forçarmos. Claro, vai ser apertado entre alguns carros e, por isso, precisamos, obviamente, fazer um bom trabalho”.
 
Daniil Kvyat, quarto: “Uma sexta-feira produtiva. Demos muitas voltas hoje, todas com muita qualidade. Temos muitas informações para analisar antes do sábado. A boa notícia é que estou feliz com o equilíbrio do carro e estamos muito competitivos. Agora precisamos manter isso e deixar o carro pronto para a classificação e para a corrida".
 
Carlos Sainz Jr., quinto: “Acho que fizemos o que tínhamos de fazer nesta quinta-feira em Mônaco, que é ir construindo pouco a pouco, testar uma série de acertos diferentes para ganhar confiança no carro. E agora que chegou o fim do dia, estamos, acho, bem felizes como um todo. Obviamente, de quinta-feira a sábado muitas coisas podem mudar, de modo que não podemos ficar satisfeitos com esse resultado, já que todo mundo vai melhorar para sábado”.
 
Max Verstappen, sexto: “Foi um dia bem bom. Não estamos muito longe. Fiquei longe dos muros, o que é sempre bom. Você não pode ser cauteloso. Se você vai com calma, você fica em último. As margens são muito limitadas, mas todos estão forçando. Se você coloca os pneus na janela correta, isso é muito positivo. Nós não fizemos isso completamente. Foi um segundo treino um pouco bagunçado, mas ainda estamos lá”.
Red Bull teve um dia positivo em Monte Carlo (Photo: Xavi Bonilla / Grande Premio)
Sergio Pérez, sétimo: “Terminar no top-10 nas duas sessões é um bom resultado, especialmente considerando que ainda não me senti totalmente confortável no carro. Temos muito trabalho a fazer antes da classificação, mas estou confiante que nós podemos tirar mais performance e estar bem mais fortes no sábado. Não foi muito fácil fazer funcionar os pneus na janela correta hoje, e isso é muito difícil em um lugar como este, onde não há margem para erro.  Temos tempo hoje à noite e amanhã para analisar todos os dados e garantir que nós tenhamos o acerto correto para a classificação e a corrida.”
 
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Kevin Magnussen, nono: “Estou bem feliz com o dia. Nós fizemos tudo que estava no nosso programa. O carro não parece ruim, então estou ansioso para a classificação de sábado. Aqui é muito rápido. É incrível e muito divertido de guiar. Vamos torcer para que possamos ser competitivos também”.
 
Valtteri Bottas, décimo: “Nós sabemos como resolver, mas os outros carros também parecem bem. Tirar a primeira volta dos pneus, para nós, é impossível. Nós precisamos de algumas voltas para aquecê-los. Gostaria que tivéssemos compostos mais macios. Desde o primeiro treino, tudo estava parecendo ok. Demos um grande passo com mudanças no setup para conseguir mais equilíbrio, mas fomos na direção errada em outros lugares. Nós aprendemos muito hoje, mas não está bom. Nós precisamos trabalhar duro para voltar para a frente”.
 
Stoffel Vandoorne, 11º: “Foi um dia razoável de rodagem. Se você olhar para os tempos de volta de hoje, você pode ver quão extremamente apertado está o pelotão intermediário— e é exatamente onde estamos. Isso significa que nós precisamos maximizar cada oportunidade que surgir neste fim de semana, então precisamos tirar até a última gota de performance do carro. Um extra décimo ou dois pode fazer uma enorme diferença na classificação de sábado. Estou me sentindo bem confortável no carro. Acho que faremos um pequeno ajuste antes do TL3 e isso deve nos ajudar a dar outro pequeno passo. O mais importante aqui é melhorar ao longo do fim de semana e estar totalmente preparado para a classificação. Acho que podemos estar em boa forma para isso. Tem mais para vir de nós neste fim de semana”.
 
 
 
Romain Grosjean, 14º: “Nós conseguimos ficar longe de problemas. É um pelotão intermediário bastante apertado. Precisamos melhorar todos os nossos setores. Acho que podemos trabalhar um pouco no carro para torná-lo melhor. No geral, porém, estou feliz com o trabalho que todos fizeram. Estou ansioso para sábado. Aqui é mais difícil e mais desafiador guiar, mas é mais divertido de guiar”.
 
Esteban Ocon, 15º: “Foi minha primeira experiência em Mônaco de dentro do cockpit e fiquei impressionado. Estar aqui pela primeira vez em um carro de F1 não é fácil, mas consegui acumular uma boa quantidade de voltas e aprender o circuito do meu jeito. Caminhei passo a passo pela manhã e fiquei satisfeito com o que nós alcançamos. No segundo treino, tentei forçar um pouco mais e acabei encostando no guard-rail algumas vezes. Por sorte, não houve danos significativos e consegui seguir com nosso cronograma. Estou bem ansioso para voltar ao carro no sábado e ver onde nós estamos na classificação.”
 
Lance Stroll, 16º: “Nós apenas temos de passar por eles [momentos ruins] e olhar para o lado positivo. Para a minha primeira vez aqui, fiquei bem feliz com o ritmo que tive hoje. É nisso que estou focando hoje e com o que vou voltar no sábado. Se você não toca o muro em Mônaco, você não está no limite… então, pelo menos, sei que estava forçando. Sei onde preciso estar agora no sábado e ainda tento o terceiro treino para voltar. É só uma daquelas coisas. Em Mônaco, isso acontece”.
 
Nico Hülkenberg, 17º: “Estou um pouco surpreso com o carro, o equilíbrio que encontramos e com a aderência no TL2, que é muito baixa e distante de onde esperávamos estar. Então precisamos realmente investigar o que está acontecendo, tenho certeza de que tem algo errado, porque foi muito ruim lá fora. Não é só que eu esteja com muita dificuldade com o equilíbrio e a confiança no carro, mas também com a aderência dos pneus… o que temos parece muito pouco e estranho”.
 
Jolyon Palmer, 18º: “Acho que não estamos trabalhando muito bem os pneus. Acho que está faltando alguma coisa. O equilíbrio não é tão ruim, mas está faltando grip, então precisamos dar um jeito nos pneus. Não estamos muito competitivos, então temos um dia para trabalhar o que está errado e tenho certeza que podemos conseguir alguma coisa para sábado. Pode ser um problema de acerto, os pneus são os mesmos para todos, claramente é algo do nosso lado que não está fazendo-os funcionar. A razão exata e como vamos fazer isso ainda não está claro”.
 
Marcus Ericsson, 19º: "Obviamente, não foi um dia ideal. Perdi muito tempo de pista no TL por conta de um problema com a caixa de câmbio. Isso realmente prejudica, especialmente em uma pista como Mônaco, onde você precisa encontrar um bom ritmo a cada volta. Os rapazes trabalharam muito duro para aprontar o carro para o TL2. A sessão da tarde foi boa em termos de rodagem, mas nosso ritmo não é satisfatório no momento. Nós fizemos algum progresso em Barcelona, mas aqui estamos sofrendo com a aderência geral”.
 
 
Pascal Wehrlein, 20º: No geral, foi um dia difícil de treinos para nós. Nós, definitivamente, esperávamos mais aqui em Mônaco em comparação com onde estamos. Portanto, não estou satisfeito com a performance de hoje. Nós precisamos entender as razões disso para que possamos melhorar para sábado e domingo”.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL por meio do novo livetiming.

#GALERIA(7044)
 
GENIAL, ALONSO FOI ESPETACULAR NA CLASSIFICAÇÃO EM INDIANÁPOLIS E ENTRA NO PÁREO PELA VITÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = ‘ca-pub-6830925722933424’;
google_ad_slot = ‘8352893793’;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(‘crt_ftr’).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(‘cto_ifr’);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(‘px’)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write('’);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube