Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos do GP da Itália, 14ª etapa do Mundial 2016 de F1

As Mercedes estão sobrando em Monza, conseguindo liderar os dois treinos livres com facilidade. Nico Rosberg teve a honra no primeiro, com Lewis Hamilton aproveitando sua vez no segundo. Os brasileiros começaram os trabalhos com dificuldades

A sexta-feira (2) de treinos livres da F1 em Monza confirmou uma expectativa bastante previsível: a Mercedes está muito na frente da concorrência. Sem qualquer dificuldade, os carros prateados não tiveram muita dificuldade para abrir quase 0s5 para a Ferrari, concorrente mais próxima do time de Brackley.
 
Com tanta sobre, os prateados parecem ter feito a cortesia de dividir as sessões entre si. Nico Rosberg foi o mais rápido durante a manhã, com Lewis Hamilton tendo a honra durante a tarde.
Nico Rosberg durante o primeiro treino livre em Monza, na Itália (Foto: Beto Issa)
Atrás da Ferrari, nitidamente segunda melhor, a briga começa a ficar mais acirrada. A Red Bull parece ter leve vantagem sobre a Force India, enquanto Haas e Williams se mantém por perto.
 
Para os brasileiros, os treinos livres não foram muito brilhantes. Felipe Massa, perto da aposentadoria, foi o 14º no TL1 e 11º no TL2. Felipe Nasr teve vida ainda mais difícil: 19º no primeiro e 21º no segundo.
 
Confira as declarações dos pilotos:
RED BULL
 
Daniel Ricciardo, décimo no TL1 e sexto no TL2: "Depois da atividade de hoje, acho que estamos mais ou menos onde esperávamos estar. Eu gostaria de estar mais perto da Ferrari,mas realmente não fomos bem com os supermacios, ainda que tenhamos ido bem com os macios. Amanhã vai apertar mais. Espero que a Mercedes garanta a primeira fila e a Ferrari parece a segunda força. Quinto e sexto não é tão ruim por enquanto e nos dá muito com o que trabalhar para amanhã. Monza é uma pista de alta velocidade, então se você tem o carro certo vai sempre ter a oportunidade de ultrapassar. Mesmo que sua velocidade final seja um pouco menor, você pode usar um bom slisptream e a asa móvel para passar. Analisando a estratégia usada aqui no passado, é praticamente uma corrida de uma parada, então isso limita as opções. Mas mesmo com o calor de hoje os pneus duraram bastante, então não vejo isso mudando. Max fez um stint bem longo com os supermacios, o resultado pareceu bom".
 
MCLAREN
 
Fernando Alonso, 13º no TL1 e sétimo no TL2: "Não tivemos boa confiabilidade hoje – ainda há algumas preocupações -, mas não foi nada realmente significativo. De qualquer jeito, precisamos tomar cuidado de cada detalhe porque não queremos perder a chance de marcar pontos. Foi um dia positivo. Precisamos avaliar o que testamos hoje. Usamos algumas partes prototípicas interessantes que estão sendo avaliadas para o futuro, mas estamos razoavelmente feliz.
 
Não esperávamos colocar os dois carros no top-10 numa pista de alta velocidade como essa, mas precisamos manter os pés no chão e sabemos que temos tendência a escorregar um pouco nos sábados à tarde. Não esperamos realisticamente estarmos no Q3; se conseguirmos será uma boa surpresa".
 
Jenson Button, 11º no TL1 e décimo no TL2: "O teste do Halo pela manhã foi bom. Não teve maiores problemas. Talvez pudesse ser um pouco mais difícil ver as luzes da largada e pit-stops, mas tem tantas possibilidades de mover as coisas. Parece estranho: a 300 km/h, em vez de focar na próxima curva, focar em alguma coisa bem em frente aos seus olhos – pode te deixar meio vesgo.
 
Talvez dê para entrar no Q3 amanhã. Não fizemos nada diferente de nossas sextas-feiras, então é definitivamente possível. O carro está bom, eu fiquei feliz. O ritmo de long run precisa de trabalho para lutar por pontos, mas, se der para cuidarmos disso, devemos estar bem".
 
WILLIAMS
 
Valtteri Bottas, sétimo no TL1 e oitavo no TL2: "Hoje foi bom. É sempre bom guiar aqui em Monza, e conseguimos realizar todo planejado, então temos muita informação em níveis de downforce e de como pneus estão atuando em short e long runs. Com certeza temos muita informação. Creio que vai ser tudo muito apertado e, olhando para o ritmo de long run que tivemos, definitivamente podemos ter um bom final de semana. É cedo para especular muito mais que isso,mas acredito que temos a oportunidade de estar em boas posições".
Esteban Gutiérrez durante o primeiro treino livre em Monza, na Itália (Foto: Beto Issa)
HAAS
 
Romain Grosjean, sexto no TL1 e nono no TL2: "Foi um bom dia no escritório. O carro estava bom pela manhã logo de cara. À tarde, o mesmo, com temperatura de pista mais quente. O pessoal fez um bom trabalho. É um carro muito bom para Monza. Tentamos compostos de pneus diferentes. Eu andei com tanque de combustível cheio e vazio. Não há grandes problemas. Tem algumas coisas que precisamos melhorar, mas, em geral, estou bem feliz com o carro".
 
Esteban Gutiérrez, nono no TL1 e 14º no TL2: "Completamos nosso programa trabalhando muito na compreensão das pneus, porque aqui nós temos que ter muita tração, e a temperatura do pneus afeta isso diretamente. Estamos tentando encontrar o máximo de tração sem comprometer o equilíbrio do carro. Acho que temos informações interessantes para deixar tudo nos conformes em cada setor, o que será um desafio, mas isso é competição e é o que amamos fazer".
 
FORCE INDIA
 
Nico Hülkenberg, 12º no TL2: "Foi uma sexta-feira relativamente rápida para mim, andando só no TL2. Mas o treino da tarde foi conforme planejado. Foi interessante ver nosso ritmo durante as long runs. Conseguimos algumas boas saídas à pista, o time deve ter muita informação para trabalhar. Neste momento eu não estou feliz como gostaria com o carro. Ainda estou tendo certa dificuldade com o equilíbrio, então precisamos melhorar. Temos que achar mais harmonia para estarmos em melhor forma amanhã".
 
Sergio Pérez, quinto no TL1 e 13º no TL2: "Não acho que hoje foi tão bem quanto deveria. O equilíbrio do carro ainda não está onde gostaríamos, então preciso entender qual o motivo. Ainda podemos melhorar alguns décimos, esse deve ser nosso ponto de partida. Os tempos mostram que a batalha no meio do grid é mais apertada que o normal, então precisamos continuar forçando para ficarmos à frente. Na sessão da manhã eu testeio Halo pela primeira vez. Foi só uma volta de instalação, mas não me deu problemas com a visibilidade. Sair do carro é mais difícil, mas será interessante ver como essa tecnologia se desenvolve com o tempo".
 
SAUBER
 
Marcus Ericsson, 15º no TL1 2 15º no TL2: "Foi uma boa sexta-feira. Tentamos todos os tipos de compostos de pneus – médios, macios e supermacios – e conseguimos sair com alguma informação de comportamento de tanque de combustível cheio e vazio. Continuamos o trabalho em nosso pacote aerodinâmico que introduzimos em Spa. No geral, foi positivo durante o dia e deu para recolher bastante informação".
Marcus Ericsson durante o segundo treino livre em Monza, na Itália (Foto: Beto Issa)
MANOR 
 
Pascal Wehrlein, 20º no TL1 e 16º no TL2: "Monza é muito diferente de Spa, então estávamos testando partes aerodinâmicas diferentes no carro essa manhã para encontrar soluções. Melhoramos à tarde, o que me deixa feliz. Ainda há muito a fazer e não estamos ainda onde queremos, especialmente em Monza, mas há muito mais potencial no carro e podemos trabalhar nisso para amanhã".
 
Esteban Ocon, 18º no TL1 e 18º no TL2: "No geral, o dia foi bem bom, exceto pelo fim. Algumas vezes você tem problemas, mas estou feliz com o ritmo. Precisamos continuar trabalhando assim e com mais um treino amanhã. Não deu para fazermos long runs, mas conseguimos fazer as short runs. É uma boa preparação para a classificação. Estou otimista. Gosto de pensar que podemos estar em boa posição amanhã".
 
TORO ROSSO
 
Carlos Sainz Jr, 16º no TL1 e 17º no TL2: "Foi uma sexta-feira movimentada, como esperado. Havia muito teste rolando durante as duas sessões de treinamentos, e estou feliz de ter passado por nosso plano completo. Claro que não estou feliz com a posição, mas esperávamos isso aqui. Agora é hora de voltar ao trabalho duro durante a noite e ver o quanto de distância podemos tirar para o top-10".
 
Daniil Kvyat, 17º no TL1 e 20º no TL2: "Foi uma sexta-feira produtiva. Conseguimos arrecadar muita informação importante para nosso conhecimento e agora resta muito trabalho a fazer. Essa pista não é fácil para nós, então teremos um final de semana complicado".
 
RENAULT
 
Kevin Magnussen, 22º no TL1 e 19º no TL2: "O carro estava um pouco complicado de manhã. Trabalhamos em acabar com as saídas de traseira e melhorar a dirigibilidade e permitir voltas mais rápidas e consistentes. Melhoramos o equilíbrio à tarde e a degradação de pneus estava melhor que imaginamos. Fisicamente eu me sinto bem no carro, é como voltar ao escritório, então não há preocupação nesse sentido. Amanhã queremos estar mais à frente no grid, porque será uma corrida interessante no domingo". 
 
Jolyon Palmer, 21º no TL1 e 22º no TL2: "Não colocamos fogo no mundo com nosso ritmo de hoje, mas conseguimos executar nosso programa e estamos confiantes que daremos um passo à frente amanhã. É uma ótima pista e é realmente especial passar voando pelas árvores. Vimos em Spa que podemos melhorar entre sexta-feira e sábado, então queremos fazer algo parecido aqui em Monza".
PADDOCK GP #44 DEBATE VITÓRIAS DE ROSBERG EM SPA E DE RAHAL NO TEXAS

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube