Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos livres do GP da Estíria de 2020

Com 1min03s660, Max Verstappen cravou o melhor tempo da sexta-feira (10) de treinos livres em Spielberg. Daniel Ricciardo se acidentou no TL2 e não marcou tempo

Max Verstappen ditou o ritmo no primeiro dia de treinos da Fórmula 1 para o GP da Estíria. O titular da Red Bull cravou 1min03s660 na tarde desta sexta-feira (10) e ficou 0s043 à frente de Valtteri Bottas. Sergio Pérez completa o top-3.

Com 1min04s241, Lance Stroll ficou com o quarto posto, seguido por Carlos Sainz Jr. 0s688 mais lento que Verstappen, Lewis Hamilton ficou apenas em sexto, escoltado por Alexander Albon, Lando Norris, Charles Leclerc e Esteban Ocon.

Paddockast #69 | Papo com Felipe Drugovich
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

Com 1min04s757, Pierre Gasly fez o 11º tempo, à frente de Daniil Kvyat, Kimi Räikkönen, Antonio Giovinazzi e George Russell. 1s952 atrás do ponteiro, Sebastian Vettel ficou só em 18º, seguido por Nicholas Latifi, Kevin Magnussen e Romain Grosjean. Daniel Ricciardo bateu ainda no início do TL2 e não registrou tempo na sessão.

Confira das declarações dos pilotos:

Max Verstappen, líder: Verstappen vê Red Bull “muito melhor” para GP da Estíria: “Tomamos a direção certa”

Valtteri Bottas, segundo: Bottas destaca progresso da Mercedes e avisa: “São os próximos dois dias que contam

Sergio Pérez, terceiro: Pérez vê “dia encorajador” e vibra com carro “impressionante até agora”

Lance Stroll, quarto: “Foi um dia bom e estou feliz com o carro: os sinais apontam que nós somos competitivos. São circunstâncias únicas para se correr, duas semanas no mesmo circuito, então estamos profundamente conhecedores do lugar. Ainda está no começo da temporada, então foi bom usar o dia de hoje para melhorar o carro e testar novas ideias de setup para avançar com relação ao fim de semana passado. Precisamos esperar e ver o que acontece com o clima e a classificação, mas nos colocamos em boa situação”.

Carlos Sainz Jr., quinto: Sainz testa novos acertos para GP da Estíria e espera classificação “interessante”

Lewis Hamilton, sexto: Hamilton fica intrigado sobre queda de ritmo no Red Bull Ring: “É a mesma pista”

Alexander Albon, sétimo: “Ficamos um pouco criativos e tentamos algumas coisas diferentes em relação à semana passada. Algumas mudanças funcionaram e outras não, então foi um dia misto. O clima para amanhã é, obviamente, um pouco incerto, então vamos ver o que acontece e até mesmo se vamos guiar, já que toda vez que chove aqui, é uma monção. Ainda vamos tratar esta noite como qualquer outra sexta-feira e olhar os dados para ver o que podemos aprender para amanhã. No fim da sessão, forcei um pouco demais na saída da curva, nada sério, e perdi a traseira. Max, obviamente, teve uma boa sessão e está confortável com o carro, então tomara que possamos aprender um pouco desde lado da garagem e dar um passo à frente”.

Lando Norris, oitavo: Norris revela que se poupou durante sexta-feira. Motivo? Forte dor nas costas

Charles Leclerc, nono: Leclerc relata “dia difícil” e revela sofrimento com falta de velocidade final na Áustria

Esteban Ocon, décimo: “Foi um ótimo dia em termos de aprendizados. Não tivemos problemas e completamos o programa planejado, o que é bom. Foi triste ver Daniel não completando a sessão, mas o mais importante é que está tudo bem com ele em termos médicos. Existem coisas para melhorar, mas têm diversas áreas e pontos que sabemos que somos fortes. Foi um dia muito útil e queremos mais amanhã”.

Pierre Gasly, 11º: “Foi um dia de treinos positivo para nós. O TL1 foi bem agitado, mas acho que fizemos os testes necessários que gostaríamos. Tentamos um acerto diferente em comparação com a semana passada, o que nos ajudou a entender o carro um pouco melhor e sinto que demos um passo à frente. Então, no geral, foi um bom início para o fim de semana. Vamos ver o que acontece amanhã com o clima. Se a classificação acontecer e for no molhado, pode ser empolgante”.

Daniil Kvyat, 12º: “Foi uma sexta-feira diferente, já que não sabemos se poderemos entrar na pista amanhã ou não, então tentamos fazer muita coisa. Não fiquei inteiramente feliz com o carro e acho que ainda tenho de melhorar. No entanto, foi uma sexta-feira normal, sempre tem coisa para arrumar para o resto do fim de semana. Vamos nos concentrar nos dados de hoje para entendermos o que podemos fazer”.

Kimi Räikkönen, 13º: “Ainda está no começo do fim de semana, mas, em geral, podemos ficar um pouco mais felizes com o carro. Entendemos o carro, o comportamento dele um pouco melhor também e acho que avançamos. É claro que treino livre não significa nada, então precisamos aguardar amanhã para ver em que situação estamos. A esperança é de um fim de semana melhor: vai ser crucial completar a corrida, que acho que vai ser mais uma de abandonos, mas a meta é sermos mais fortes e brigarmos por pontos”.

Antonio Giovinazzi, 14º: “Gosto de estar aqui pela segunda semana seguida. Analisamos muitas informações da semana passada e nosso pacote parece estar funcionando um pouco melhor. Ainda está cedo para cravar algo, há um longo caminho pela frente, mas fizemos algum progresso. Vamos ver as condições climáticas de amanhã: frio ou chuva podem alterar os acertos. Como na semana passada, o objetivo é pontuar. Não vai ser fácil, mas precisamos acreditar em nós mesmos e tentar de tudo.

George Russell, 15: “Fiquei de fora do TL1 na manhã porque Jack estava no carro. Esta tarde não foi tão positiva quanto esperávamos, e a pista estava pelando. Tentamos vários acertos e nenhum foi bom quanto esperávamos. Porém, foi produtivo entender o motivo de não ser positivo, aprendemos com isso. Estou satisfeito por ter corridas consecutivas nesta pista, porque nos dá a oportunidade de tentar algo bastante drástico. Gostaria de um fim de semana bom e consistente, para poder mostrar o que sei fazer”.

Sebastian Vettel, 16º: Vettel se anima com atualização da Ferrari: “Muito melhor que a semana passada”

Nicholas Latifi, 17º: “O TL1 não foi ideal porque tive um problema no câmbio, que encerrou minha sessão depois de apenas uma volta. Estas coisas acontecem. Tivemos um TL2 movimentado comparando ao planejado para antes pela indefinição do clima amanhã. No geral, fiquei satisfeito, tentei coisas novas após a semana passada, tentando melhorar minha confiança com o carro, e parece ir na direção certa. Meu ritmo comparado ao treino classificatório e minha distância com George está melhor. As mudanças que fizemos depois do último fim de semana ajudaram minha confiança, e estamos na direção certa”.

Kevin Magnussen, 18º: “Não andei muito no TL1, mas dei boas voltas no TL2. Não fomos competitivos como gostaríamos, mas seguimos trabalhando. Não tive problema de equilíbrio, o carro estava bom de guiar. As questões são aderência e potência. É simples e muito difícil ao mesmo tempo. Ainda sinto que o carro é mais competitivo para corridas que em voltas lançadas, o que é encorajador, claro. Gostaríamos de mais ritmo de classificação, com certeza. A temperatura parece esquisita para classificação, talvez tenha uma chance boa nisso. Se tiver, aproveitaremos”.

Romain Grosjean, 19º: “Hoje tudo foi meio triste. O equilíbrio não estava bom no TL2, tivemos problemas de inconsistência. As altas temperaturas não te ajudam quando o equilíbrio não é bom, mas é o mesmo para todo mundo, temos que melhorar. Estamos avaliando todas as áreas para termos tudo som controle. Vamos tentar acertar tudo para o resto do fim de semana”.

Daniel Ricciardo, 20º: Ricciardo admite erro em batida no TL2: “Não sei o que deu errado”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube