F1

Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos livres para GP da Austrália de 2019

Lewis Hamilton liderou ambos os treinos livres desta sexta-feira (15) na Austrália, no primeiro dia do final de semana de abertura da F1 em 2019. E se o atual campeão do mundo não teve “qualquer problema”, o restante do grid fez análises variadas sobre a ida à pista do Albert Park
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Começou: a F1 voltou nesta sexta-feira (15) com os primeiros treinos livres da temporada 2019. Sem nenhuma surpresa, apesar da pré-temporada sem destaque, Lewis Hamilton liderou ambas as sessões e viu um dia "sem qualquer problema".

Mas, na tabela de tempos abaixo dele, houve mudanças da manhã para a tarde em Melbourne. Valtteri Bottas garantiu dobradinha para a Mercedes na parte final, enquanto a Ferrari "não entregou tudo que prometia"

O destaque negativo claro, porém, ficou com a Williams: a lanterna andou quase 2s abaixo dos "piores do resto" e seus pilotos tiveram que dar desculpas e tantar minimizar o desastre.

Confira as declarações dos pilotos após esta sexta de treinos em Melbourne:
Valtteri Bottas (Foto: Mercedes)
Lewis Hamilton, primeiro: Hamilton celebra treinos “sem qualquer problema” na Austrália, mas prega necessidade de melhorar

Valtteri Bottas, segundo: Bottas vê Mercedes “melhor do que nos testes” e diz que potencial das rivais ainda é desconhecido

Max Verstappen, terceiro: Verstappen ressalta bom desempenho do motor Honda, quilometragem e “carro ótimo” da Red Bull na Austrália

Pierre Gasly, quarto: 4° no TL2 na Austrália, Gasly revela perda de potência em motor. Honda afirma que problema está resolvido
Sebastian Vettel (Foto: Ferrari)
Sebastian Vettel, quinto: Vettel se diz surpreso com tempo da Mercedes e revela que perdeu confiança no carro da Ferrari após treinos

Kimi Räikkönen, sexto: Líder da 'F1 B' em treinos na Austrália, Räikkönen evita empolgação: “Configuração do carro tem de melhorar”

Nico Hülkenberg, sétimo: “Nós nos recuperamos bem depois de uma primeira sessão que ficou longe do ideal. O TL2 foi bom e consistente. Estive confortável com o carro logo de cara, que é uma das coisas mais importantes para um piloto. Estamos vindo para um circuito completamente diferente do que usamos nos testes e esse é um traçado tão contrastante para se ter uma impressão. Me senti em casa no TL2 e conseguimos cumprir o cronograma previsto. Estamos tão feliz quanto podemos estar neste momento. Nossas simulações de corrida foram boas, mas ainda há muitos dados para se analisar durante a noite, antes da classificação de amanhã."
Daniel Ricciardo (Foto: Renault)
Daniel Ricciardo, oitavo: “Apesar de “voltas consistentes”, Ricciardo reclama de “estranhos problemas com cinto” na Austrália

Charles Leclerc, nono: "Meu primeiro treino livre foi positivo, então estou bem feliz com isso. A segunda sessão foi um pouco menos feliz, houve mais dificuldade, o vento aumentou e parecemos sofrer mais. Mas sem pânico, tentaremos entender tudo que está errado e já temos algumas ideias, espero que a gente possa comsertar tudo para amanhã."

Romain Grosjean, 10°: "É bom estar de volta. Essa é uma pista que sempre gostei de pilotar, combinando com uma grande atmosfera no paddock. Parece tudo apertado entre os intermediários, o que é animador. Tudo que aprendemos nos teste foi aplicado bem aqui. Descobriremos um pouco mais amanhã, mas acho que para um primeiro dia, estamos bem felizes com o que conseguimos."

Daniil Kvyat, 11°: "As duas sessões de testes foram boas, conseguimos passar pelos nossos programas e concluir algumas voltas, o que é importante neste circuito. O carro esteve bem, acho que maximizamos nosso tempo de pista e só preciamos olhar o que precisamos mudar durante a noite. Acho que ainda temos alguns passos a melhorar para amanhã, então, tentaremos trabalhar nisso à noite."

Kevin Magnussen, 12°: "Não foi um dia ruim. É legal voltar a pilotar em uma pista de corrida em um fim de semana de corrida, estou animado com isso. Me senti bem, mas, como sempre, temos muitas coisas pra olhar. Trabalharemos duro nesta noite, mas não existem grandes problemas. Estou bem feliz com o desempenho do carro, e ansioso para amanhã."

Lance Stroll, 13°: “Não é fácil tirar muitas conclusões dos treinos de hoje. Corremos através de uma grande programação de testes tentando entender as novas peças aerodinâmicas, mas ventou muito e isso sempre torna as coisas um pouco complicadas. Ainda está muito no começo, mas o pelotão do meio está muito próximo, então cada décimo vai contar na classificação. Nós vamos analisar as informações hoje à noite, trabalhar em alguns pontos fracos e voltarmos mais fortes amanhã. No geral, o carro parece bom e os ingredientes estão lá. Só precisamos fazer alguns ajustes e acho que vamos poder estar bem na briga."
Carlos Sainz (Foto: McLaren)
Carlos Sainz, 14°: "Foi um dia um pouco complicado com problemas de motor e chassi que comprometeram nosso plano. No entanto, conseguimos fazer boas voltas. Ainda estamos no misto com os outros times no que sabíamos ser um apertado pelotão intermediário. Espero que a equipe trabalhe nestes problemas e veremos o que podemos fazer amanhã. Estamos longe do top 10 e temos mais a mostrar. Certamente temos uma margem, mas todo mundo tem. Amanhã será interessante e é o dia que conta. Primeira qualificação da temporada e estou ansioso pra colocar o carro em uma boa posição para o domingo."

Antonio Giovinazzi, 15°: “No geral, o dia foi positivo. O carro pareceu bom, e fiquei feliz com nossa performance, especialmente nos long-runs. Estou empolgado por ter começado meu primeiro fim de semana de corrida e ansioso para voltar à pista amanhã."

Sergio Pérez, 16°: “É sempre bom voltar ao carro para o começo da temporada, mas ainda não estamos onde queremos estar em termos de competitividade. Essas duas primeiras sessões foram bem difíceis para mim e não estou muito feliz com o equilíbrio do carro e com os pneus também. Tivemos muitas peças novas no carro hoje e ainda precisamos entendê-las completamente, então vamos tentar chegar ao melhor ajuste possível para amanhã. É difícil saber onde estamos na comparação com as outras equipes depois de somente um dia de treinos, mas sabemos que o pelotão intermediário está bem apertado. Então, qualquer coisa que possamos encontrar durante a noite vai ser benéfico."

Alexander Albon, 17°: "Ainda estou me acostumando com o tempo em um fim de semana de F1 e também com o carro na pista. O circuito não é fácil, mas acho que nosso ritmo foi bom e estou lentamente construindo confiança. Tomei mais cuidado depois do acidente no TL1, e assim que voltei a acelarar, voltamos com o programa e tentamos mais algumas coisas no carro. Deixando o tempo de lado, estamos bem fortes na luta entre os intermediários. Agora, só dependemos de nós com a lição de casa à noite para melhorar amanhã."

Lando Norris, 18°: "Melhoramos o carro durante as sessões e agora temos a direção em termos de onde podemos ir amanhã em termos de configuração, e o mais importante: fizemos progresso. É tudo sobre andar em pequenos passos. Me acostumar com a pista pela primeira vez foi meu foco no TL1. Não é um circuito fácil, é muito instável e fácil de travar as rodas. Estava mais confiante no TL2, estou ansioso pro TL3 e me sentindo bem confortável."
Robert Kubica (Foto: Williams)
George Russell, 19°: Russell diz que situação da Williams “não é tão ruim” quanto tempos em treinos na Austrália indicam

Robert Kubica, 20°:Kubica credita resultado ruim da Williams à falta de peças de reposição e diz: “Ainda tivemos de evitar as zebras”