Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos livres para GP da Austrália, primeira etapa do Mundial 2016 de F1

O primeiro dia da temporada da F1 passou com chuva e muita ventania para dificultar os pilotos e as equipes de irem à pista para colocar os novos pneus Pirelli no Albert. Mesmo assim, Lewis Hamilton foi o mais rápido

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A sexta-feira (18), primeira da temporada da F1, teve chuva, muito vento e pouco carro na pista. Tirando as duas Manor, ninguém deu mais de 20 voltas no segundo treino livre para o GP da Austrália – e boa parte do grid nem tentou anotar volta rápida. Quem se aproveitou e começou o ano na frente foi, que surpresa, Lewis Hamilton.
 
Para o tricampeão andar na frente contou ainda a seu favor o erro que Nico Rosberg teve pela manhã. O alemão justificou como nada demais, ele só acelerou mais do que deveria. OK, faz sentido. Ele ficou com o último lugar dos que deram volta rápida no TL2, o 15º posto.
 
A segunda colocação foi de um surpreendente Nico Hülkenberg. O alemão diminuiu o que fez com a Force India após o treino, mas mesmo assim é um cartão de visitas de uma equipe que promete viver outro melhor ano de sua história em 2016.
O amarelo da Renault está de volta (Foto: Getty Images)
Mais rápido que o companheiro, Kimi Räikkönen foi o terceiro. Daniel Ricciardo, Carlos Sainz Jr, Fernando Alonso e Jenson Button ainda vieram antes de Sebastian Vettel. Sergio Pérez e Daniil Kvyat fecharam o grupo dos dez primeiros.
 
Esteban Gutiérrez, Pascal Wehrlein, Romain Grosjean, Rio Haryanto e Rosberg também deram voltas. Sete pilotos – Max Verstappen, Kevin Magnussen, Valtteri Bottas, Felipe Nasr, Jolyon Palmer, Marcus Ericcson -, incluindo as duas Williams, as duas Renault e as duas Sauber, não entraram no relógio.

Confira as declarações:

TORO ROSSO
 
Carlos Sainz Jr, quinto no TL2 e sem tempo no TL1: "Não foi o começo mais fácil para o final de semana. Durante o TL1 de hoje de manhã nós enfrentamos alguns problemas que limitaram nosso tempo de pista, mas felizmente não perdemos muito porque a pista estava molhada a maior parte do treino. O clima esteve chato o dia todo, mas ao menos o TL2 foi bem melhor em termos de confiabilidade. Durante a tarde nós pudemos andar o quanto quisemos e recuperamos o tempo de pista. O carro está bom no molhado, me deu confiança em caso de chover amanhã ou domingo".
 
Max Verstappen, sem tempo no TL2 e quinto no TL1: "Foi complicado na pista hoje: não demos muitas voltas e o clima estava mudando constantemente. Quando saíamos com pneus de seco começava a chover; quando saíamos de intermediários a pista secava. Foi bom voltar ao carro, e com sorte podemos passar mais tempo nele amanhã".
MCLAREN
 
Fernando Alonso, sexto no TL2 e sétimo TL1: "Estamos felizes. Mais ou menos completamos nosso programa – algumas coisas nós não pudemos cumprir porque não tivemos tempo o bastante com a pista seca, mas é o mesmo para todos. Espero testar freios e a pista amanhã. 
 
Temos um plano para a classificação de amanhã. As duas equipes precisam ser organizadas e sincronizadas já que vão estar na pista ao mesmo tempo. De qualquer jeito, é um novo sistema, então alguns times vão errar nas primeiras corridas. Espero que não a McLaren".
 
Jenson Button, sétimo no TL2 e oitavo no TL1: "Não foi o dia mais fácil para comandar carros de corrida. Mesmo sem chuva, os ventos de 50 km/h [os ventos chegaram a 36 km/h] fizeram as coisas serem muito complicadas, assim como a chuva. Nas condições que vimos hoje podemos perder o controle muito rápido, então espero que seja mais calmo amanhã.
 
Mesmo assim, ainda conseguimos ajustar algumas coisas dos motores. Queríamos mais, mas não fazia sentido ficar na pista nessas condições. No geral, porém, acho que tiramos o melhor de hoje. Para a classificação de amanhã, creio que seja importante saber o que está acontecendo. Os fãs são importantes e precisam entender. Reconheço que alguns pilotos vão errar nas primeiras corridas, mas
acredito que estamos preparados".
FORCE INDIA
 
Sergio Pérez, nono no TL2 e no TL1: "Foi um dia difícil por causa das mudanças climáticas. Quando parecia que a pista ia secar, começou a chover de novo. Foi frustrante não poder continuar os testes que queríamos. Tiramos o máximo das condições e parecemos bem competitivos com os pneus intermediários, mas não dá para ler muito disso porque depende de onde você estava na pista. Ainda não estamos certos de qual clima vai se apresentar amanhã, mas, se estiver seco, começaremos do zero. Se chover, o ajuste que fizemos com os intermediários será útil".
 
RED BULL
 
Daniil Kvyat, décimo no TL2 e segundo no TL1: "Tudo foi bem hoje. O carro estava forte desde o começo, então é promissor. Claro que não andamos muito, mas foi o mesmo para todos, e tentamos tirar o máximo de cada volta para aprender o quanto dava. Não temos muitas indicações de hoje, é impossível prever o que os outros estão fazendo, o que está rolando e não seria inteligente tirar conclusões. Não sabemos ainda como o clima estará amanhã, então temos de ser pacientes". 
HAAS
 
Esteban Gutiérrez, 11º no TL2 e 18º TL1: "É incrível finalmente estar em Melbourne e fazendo história para o time. O pessoal fez um trabalho fantástico para deixar o trabalho em dia. As condições de hoje foram variáveis. De qualquer forma, andamos o máximo possível para ter informações para o sábado. Obviamente temos muito trabalho por fazer hoje à noite para acertar tudo para amanhã, mas estou ansioso para ir à pista".
 
Romain Grosjean, 13º no TL2 e 20º no TL1: "O pessoal fez um belo esfroço para nos colocar na pista no início do TL1. Foi um grande momento para Gene [Haas] e Guenther [Steiner], que trabalharam nesse projeto por muito tempo. Nos tornamos um time de F1 hoje.
 
O clima esta complicado. Demos algumas voltas com os intermediários, mas perdemos a oportunidade de usar os pneus de pista seca. Parece que teremos um TL3 seco, então vamos tentar alcançar o programa amanhã. Estou orgulhoso de todos e muito orgulhoso de oficialmente colocar nosso nome na classificação. Estou ansioso por um dia mais seco amanhã".
MANOR
 
Pascal Wehrlein, 12º no TL2 e 16º no TL1: "Não foi o melhor clima para o primeiro dia da minha temporada de estreia, mas foi um bom início. A meta era dar o maior número de voltas possível, sem importar as condições, e isso que fizemos. Mesmo no seco seria difícil nos comparar com os outros times tão cedo assim no primeiro final de semana do ano, mas eu pude continuar forçando mais para explorar nossos conjunto para Melbourne. Estou feliz e ansioso para me preparar para a primeira classificação amanhã".
 
Rio Haryanto, 14º no TL2 e 19º no TL1: "O clima de hoje foi diferente, com certeza. Nunca andei num F1 no molhado, então, por mais que um dia como esse traga frustrações, é muito positivo que eu tenha essa experiência tão cedo. Outra coisa feita. Claro que queríamos ter tido mais voltas no seco para ajudar a preparar para o resto do final de semana. Os próximos dias serão imprevisíveis, mas espero que a pior parte do clima esteja atrás de nós e possamos atacar o programa de novo amanhã".
RENAULT
 
Kevin Magnussen, sem tempo no TL2 e décimo no TL1: "Não foram as melhores condições para voltar aqui na Austrália. Meu dia foi basicamente de voltas de instalação e voltar aos boxes, mas eu até forcei numa delas. Não temos muito o que fazer para amanhã, mas eu já guiei carro de corrida antes, inclusive aqui no Albert Park, então tenho certeza de que vai ficar tudo bem".
 
Jolyon Palmer, sem tempo no TL2 e 14º no TL1: "Foi minha primeira vez guiando aqui no Albert Park. É bem divertido com aquela grande sensação que um circuito de rua dá; é ondulado e um grande desafio. O carro está decente no molhado – bem equilibrado durante as sessões e não houve surpresas. Há muito trabalho a ser feito para amanhã, e eu particularmente estou ansioso para a classificação. Especialmente já que talvez sejam minhas primeiras voltas no seco".
WILLIAMS
 
Valtteri Bottas: sem tempo no TL2 e 11º no TL1: "Não foi o dia que estávamos esperando, mas foi igual para todos. Amanhã é um novo dia e estou certo de que vamos aprender bem mais que hoje. Foi difícil aprender muito hoje, então estou ansioso de voltar à pista amanhã. Só quero guiar".
 
SAUBER
 
Marcus Ericsson, sem tempo no TL2 e 15º no TL1: "Obviamente não era o início que tínhamos em mente, mas não temos controle do clima. Ao menos pudemos andar algumas voltas pela manhã – e deu a sensação de que tudo funciona bem com o carro. Decidimos não sair à pista no TL2 por causa da chuva e do vento forte. Estamos ansiosos pelo resto do final de semana. Vamos ver o que amanhã traz".
 
VEJA A EDIÇÃO #20 DO PADDOCK GP, QUE ABORDA F1, MOTOGP, INDY E F-E

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube