Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos livres para GP da Áustria, oitava etapa do Mundial de F1

Com seu melhor tempo em 1min09s600, Sebastian Vettel foi o mais rápido no primeiro dia de treinos para o GP da Áustria de F1. 0s011 atrás, Nico Rosberg ficou com o segundo posto, como Kimi Räikkönen completando o top-3

Sebastian Vettel foi o mais rápido no primeiro dia de treinos para o GP da Áustria de F1. Nesta sexta-feira (19), o germânico registrou 1min09s600 em seu melhor giro e fechou o dia com 0s011 de vantagem para Nico Rosberg, o segundo colocado. Kimi Räikkönen completa o top-3.
 
0s314 mais lento que o ponteiro, Pastor Maldonado registrou a quarta melhor marca, à frente de Lewis Hamilton. O líder do Mundial fez seu melhor tempo em 1min10s137.
Sebastian Vettel durante a segunda sessão de treinos livres no Red Bull Ring, na Áustria (Foto: AP)
Nico Hülkenberg ficou com o sexto tempo, à frente de Romain Grosjean e Max Verstappen. Felipe Nasr fez sua melhor volta em 1min10s495 e ficou com o nono tempo, com Sergio Pérez fechando o top-10.
 
Carlos Sainz Jr. aparece na sequência, à frente de Daniil Kvyat, Marcus Ericsson e Valtteri Bottas. Felipe Massa anotou 1min11s011 e ficou em 15º, 1s411 atrás do líder.
 
Fernando Alonso ficou com o 16º melhor tempo, à frente de Daniel Ricciardo, Jenson Button, Jolyon Palmer, Will Stevens e Roberto Merhi.
 
Confira as declarações dos pilotos:
 
LOTUS
 
Pastor Maldonado, quarto: “Tive um dia positivo e é bom guiar o E23 neste circuito. E o dia foi bem tranquilo. Não tivemos nenhum drama, então pudemos trabalhar nosso programa e progredir. Acho que temos potencial para mais um pouco de ritmo do carro e aí devemos ir bem amanhã e na corrida. Estou ansioso por isso”.
 
Romain Grosjean, sétimo: “O carro pareceu bom, mas nós ainda temos algum trabalho pela frente para a corrida e a classificação. O equilíbrio não estava bem onde eu queria na minha volta mais rápida com os supermacios, então temos que progredir um pouco para a classificação. Pastor foi bem nas mesmas condições, então podemos ver que tem ritmo para ser encontrado. Para a corrida, nós temos de trabalhar um pouco no acerto, mas tem um bom potencial para o fim de semana”.
 
 Jolyon Palmer, 19º: “Foi uma boa sessão. Não teve nenhum drama real, mas eu tive de parar um pouco mais cedo, já que tive um furo nos pneus dianteiros, o que foi uma pena. É uma ótima pista para guiar um carro de F1. É uma volta curta, mas tem muita coisa para fazer e eu consegui forçar. No geral, estou feliz com a minha sessão e ansioso para ver a performance do time no resto do fim de semana”.
 
FORCE INDIA
 
Nico Hülkenberg, sexto: “Nossa sessão da tarde foi uma grande melhora em relação à manhã. Nós fizemos algumas mudanças no carro que acabaram sendo positivas e nos permitiram extrair o máximo dos pneus macios, que continuam a se adaptar bem ao nosso carro. Foi uma sexta-feira tranquila, especialmente já que a chuva que todos esperavam não veio. Estou satisfeito com o ritmo nos long-runs, apesar de eu ainda não ter qualquer referência contra os nossos rivais: isso é uma coisa que vou ter que olhar junto com meus engenheiros nesta noite. Esta é uma pista curta, então os intervalos serão menores na classificação: um ou dois décimos podem fazer a diferença de três ou quatro posições. Será crucial otimizar o nosso acerto no último treino para acertar na tarde de amanhã”.
Nico Hülkenberg fez o sexto tempo na Áustria (Foto: Force India)
Sergio Pérez, décimo: “Estou me sentido positivo com o trabalho de hoje. Nós mostramos um bom ritmo nas duas sessões, apesar de Nico e eu termos seguido direções diferentes no que diz respeito ao acerto. A pista continua evoluindo e teve uma grande melhora na pista entre a manhã e a tarde. A principal prioridade era coletar boas informações sobre os pneus e com o grande número de voltas que fizemos hoje, temos todas as informações de que precisamos”.
 
TORO ROSSO
 
Max Verstappen, oitavo: “Acho que o dia começou bem. Nós tínhamos algumas atualizações, então nós usamos o primeiro treino livre para testá-las e fiquei bem feliz com a sessão. Foi importante completar muitas voltas esta manhã e aí nós fizemos a escolha certa para o TL2. Os tempos de volta não foram tão ruins nem com os pneus macios e nem com os supermacios. É uma pena que eu tenha sido segurado no último setor com os macios, do contrário, poderia ter terminado mais à frente, então estou feliz. Também gosto desta pista e guiar um carro de F1 aqui é ainda melhor!”.
 
Carlos Sainz Jr., 11º: “Foi um dia desafiador. A pista é muito escorregadia e não tem muita aderência, mas, no geral, nós fizemos um trabalho positivo como um time. Nós dividimos o programa entre os dois carros para coletar muitas informações em termos de downforce e, no momento, é difícil julgar o que será melhor para amanhã, já que uma coisa funciona melhor na corrida e outra na classificação. Então temos muita coisa para analisar este noite para podermos escolher a melhor opção. Tenho que dizer que é muito bom guiar aqui, uma pista à moda antiga bastante desafiadora e isso é uma coisa de que eu gosto”.
 
RED BULL
 
 Daniil Kvyat, 12º: “Foi uma sexta-feira relativamente normal para nós, e sabemos que há algumas coisas que podemos trabalhar agora. Se fizermos a nossa lição de casa, esperançosamente vamos achar alguma melhora para amanhã. Mesmo com as punições, temos que seguir atacando, pois tudo pode acontecer na corrida. Esta pista não é fácil para nós, mas vamos dar o nosso melhor”.
 
Daniel Ricciardo, 17º: “As condições da pista estavam bem traiçoeiras hoje. Eu acho que foi uma combinação de baixas temperaturas e asfalto liso, o que torna difícil aquecer os pneus. Não conseguimos juntar tudo isso, e não melhorei com os supermacios porque cometi um erro na última curva. Mas vamos resolver isso para amanhã e esperançosamente ficar no top-8 do grid. Estamos preparados para encarar uma punição aqui. Tivemos uma temporada difícil até agora, mas todos estão realmente motivados e determinados a seguir atacando”.
 
SAUBER
 
Marcus Ericsson, 13º: “Foi um dia positivo para nós aqui em Spielberg. Comparando a nossa performance com Montreal, acho que é promissor que sejamos mais competitivos aqui. Nós testamos acertos diferentes nos dois carros, portanto, coletamos informações interessantes que vamos analisar esta noite”.
Valtteri Bottas durante a segunda sessão de treinos livres no Red Bull Ring, na Áustria (Foto: AP)
WILLIAMS
 
Valtteri Bottas, 14º: “Nossa principal meta hoje era colocar as novas peças que trouxemos nos lugares e elas todas parecem estar funcionando como esperado, o que é encorajador. Nós temos grandes alvos neste fim de semana e ainda estamos no caminho para atingi-los. O long-run foi realmente positivo e parece que estamos mais próximos da ponta do anteriormente”.
 
McLAREN
 
Fernando Alonso, 16º: “Creio que foi um passo à frente. O carro ia melhor na primeira sessão, estávamos mais próximos, a 1s3 quando todos estávamos com os pneus duros. Foi positivo, mas estamos analisando tudo agora e depois será preciso otimizar, porque quando você coloca muitas coisas novas, o carro depois requer muitos ajustes, de suspensão, de freios… coisas que é preciso otimizar e tomara que amanhã possamos fazer isso”.
 
Jenson Button, 18º: “Nós tivemos um problema com o plug da ignição que nos impediu de rodar esta tarde, o que foi uma pena. Dito isto, apesar de não termos rodado muito, nós conseguimos melhorar o carro um pouco entre as sessões, o que foi positivo. No entanto, teria sido bom rodar com o tanque cheio para ver onde estamos”.
 
“Amanhã será complicado, porque provável tenhamos algumas punições no grid. Quando isso acontece, você precisa de um safety-car na corrida para te colocar de volta no jogo, então tomara que esse seja o caso. É tudo uma questão de melhorar, tirar o máximo do que temos e aprender para o próximo GP”.
 
MANOR MARUSSIA
 
Will Stevens, 20º: “No geral, foi um bom começo para o fim de semana e eu estou me sentindo bem otimista. Fizemos um bom trabalho com o nosso programa hoje, e os nossos ritmos nos long e nos short-runs parecem bons em comparação aos carros que estão ao nosso redor. Estamos em uma boa posição em comparação à McLaren. O tempo está imprevisível, e se não chover, certamente vai ficar frio e nublado nos próximos dias. Eu acho que podemos fazer um bom trabalho aqui, então vamos seguir concentrados hoje à noite para ver o que conseguimos aprender”.
 
Roberto Merhi, 21º: “Eu perdi tempo de pista com um pequeno problema, então não tive um dia completamente tranquilo e isso se refletiu no tempo de volta. A tarde foi mais tranquila, e o ritmo estava começando a melhorar no fim da sessão. É uma ótima volta aqui, realmente divertida e bem desafiadora. Vimos hoje que é um circuito que pode trazer algumas oportunidades para a corrida”.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube