F1

Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos livres para GP de Abu Dhabi 2018

Com Valtteri Bottas na dianteira e as duas Red Bull na sequência, foi a Ferrari quem ficou para trás nos dois primeiros treinos livres para o GP de Abu Dhabi, na Marina de Yas
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Valtteri Bottas (Foto: Mercedes)

O primeiro dia de atividades da F1 para o GP de Abu Dhabi, esta sexta-feira (23) mostrou um padrão que coloca Mercedes e Red Bull um passo à frente da Ferrari para a classificação do sábado. Valtteri Bottas bateu em 1min37s236 e foi o mais rápido das duas sessões iniciais.
 
Atrás do finlandês, as duas Red Bull - que dominaram o TL1, diga-se de passagem. Max Verstappen foi o segundo e seguido por Daniel Ricciardo. Lewis Hamilton conseguiu terminar na quarta colocação, 0s207 atrás de Bottas.
 
Kimi Räikkönen esteve mais rápido que Sebastian Vettel, mas no fim das contas os seis primeiros ficaram separados por somente 0s333.
 
Na zona da F1 B, Romain Grosjean foi o melhor, mas já cerca de 0s5 atrás de Vettel. Nico Hülkenbergm Kevin Magnussen e Esteban Ocon fecharam o top-10. 
 
Pierre Gasly abriu a segunda metade do grid e foi seguido por Carlos Sainz, Fernando Alonso, Sergio Pérez, Charles Leclerc, Brendon Hartley, Stoffel Vandoorne, Lance Stroll e Sergey Sirotkin. 
Valtteri Bottas (Foto: Mercedes)
O TL3 está marcado para as 8h (de Brasília) do sábado, enquanto a classificação começa às 11h. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL.
 
Confira as declarações:
 
 
 
 
 
 
Sebastian Vettel (Foto: AFP)
Romain Grosjean, sétimo: "Foi uma boa sexta. Creio que melhoramos bem durante a tarde de noite. Eu fiquei feliz com a forma como a sessão noturna transcorreu, o que é o mais importante para o fim de semana, então foi positivo. O TL1 e o TL3 não representam muita coisa, mas o TL2, sim, então estou feliz que precisamos que o carro andou bem. Precisamos avaliar algumas coisas para termos certeza de que vamos tirar o melhor do carro amanhã e preparar para a corrida da melhor forma possível. Em geral, estamos felizes com onde estamos."
 
Nico Hülkenberg, oitavo: "Foi uma sexta relativamente boa, já que fizemos tudo o que gostaríamos. É meio difícil julgar onde estamos de verdade, mas o carro estava bem diferente no TL2 em relação ao TL1. Sempre é o caso em Abu Dhabi, uma vez que as condições mudam muito durante a tarde e noite. Ainda há trabalho a fazer na velocidade, mas no geral estamos bem para o resto do fim de semana."
 
Kevin Magnussen, nono: "Foi um dia muito bom. É sempre complicado o TL1 aqui, no brilho do sol e a pista quente, mas esfria bem durante o TL2. Não é fácil aprender muito em dois treinos tão diferentes por causa da temperatura. O carro estava OK nas duas sessões, então isso é boa notícia. É difícil fazer os pneus durarem mais que cinco voltas - os dianteiros são bastante atingidos. No geral, porém, gostei de hoje."
 
Esteban Ocon, décimo: "Foi um dia sólido. Ser o quinto colocado no TL1 mostra que estamos bem, e o carro estava bom à noite também. Sabemos que dá para melhorar o desempenho para a classificação. O pelotão intermediário está próximo demais, mas a meta é o Q3. O ritmo de corrida está competitivo também, então podemos terminar a temporada numa alta."
 
Pierre Gasly, 11º: "Foi um dia positivo para todos nós, já que terminei em 11º nos dois treinos. O carro estava muito bom no primeiro, mas ainda precisamos juntar tudo de bom porque segue faltando um pouco de desempenho para entrar no top-10. É um grande desafio para amanhã, então temos de trabalhar hoje à noite para chegar à melhor performance possível para a classificação e ter uma boa corrida no domingo."
 
Carlos Sainz, 12º: "As condições entre o TL1 e o TL2 foram muito diferentes, como sempre. O primeiro treino não mostrou muita coisa, porque equilíbrio e aderência foram ruins, mas quando a noite chegou, aí pegamos mais aderência e melhoramos o equilíbrio. Temos trabalho a fazer porque a estratégia da corrida não vai ser fácil, então estamos preparando o controle dos pneus, que é muito importante. Estamos otimistas."
Carlos Sainz (Foto: Renault)
Sabe tudo sobre automobilismo? Participe do Quiz GP e compartilhe com os amigos. Clique aqui
Fernando Alonso, 13º: Alonso segue discurso de chefe e considera ajuda à McLaren em 2019: “A porta vai estar sempre aberta”
 
Sergio Pérez, 14º: "Não foi o dia mais fácil para mim. O carro teve problemas hoje de manhã, então não consegui ficar confortável com o equilíbrio. Achamos que pode haver danos. A tarde foi melhor, mas precisamos trabalhar forte para resolver o que está havendo com o carro. Ainda estaremos no top-10 amanhã porque normalmente melhoramos bem entre sexta e sábado quando passamos por toda a data."
 
Charles Leclerc, 15º: "Temos algum trabalho a fazer para entender o motivo de sermos competitivos em algumas situações e nem tanto em outras. A gente tem uma ideia de como maximizar nosso potencial neste fim de semana, então vamos trabalhar com essa meta de estarmos no nível dos outros na classificação."
 
Brendon Hartley, 16º: "No geral, um começo positivo. Focamos nas long runs com tanque cheio de combustível e vida útil dos pneus, que é uma área onde tivemos dificuldade na última corrida. Não andei com tanque vazio com os hipermacios e ainda tive um pequeno problema com o carro, mas o positivo mesmo foi a parte com tanque cheio. O ritmo de corrida pareceu bem forte. Vamos continuar trabalhando para amanhã."
 
Marcus Ericsson, 17º: "As sessões hoje foram complicadas, e ainda não estou satisfeito com o carro. Ainda temos trabalho a fazer para amanhã de modo a entender o que está faltando para usar nosso potencial completo como fizemos nas últimas corridas. Vamos trabalhar para voltar mais fortes."
 
Stoffel Vandoorne, 18º: "Não foi uma grande sexta-feira para mim. Tivemos problemas para sair e perdemos muito tempo na garagem no TL2, então não andei muito com o tanque cheio. Não foi um grande dia, mas espero acertar tudo para ter um sábado limpo, o que seria legal para finalizar as coisas. Tive boas corridas nas últimas semanas, então espero que consigamos ajustar tudo para fazer de novo. Parece que os pneus são uma situação complicada novamente, então isso vai ser uma grande interrogação para a corrida. Mas estou aqui para aproveitar e tirar o máximo disso. Sempre vai haver pressão para maximizar tudo e, mesmo que seja minha última corrida, quero fazer o melhor possível."
Lance Stroll (Foto: Williams)
Lance Stroll, 19º: "Não fizemos nada diferente aqui, então estamos mais ou menos no mesmo lugar. Vamos ver o que acontece amanhã. Vamos tentar entender e encontrar mais tempo de volta. Não quero concluir nada hoje, já que amanhã é um novo dia e tudo é possível na classificação. Talvez tenhamos uma ou duas surpresas. É ótimo estar aqui em Abu Dhabi, eu gosto da pista, que é singular. Grande destino para terminar a temporada e com certeza um cenário de festa."
 
Sergey Sirotkin, 20º: "Foi um treino complicado, provavelmente o TL2 mais difícil da temporada. É uma pista exigente para os pneus, é difícil ajustar o equilíbrio do carro certinho para uma volta. Precisamos analisar as informações, então temos muito trabalho a fazer. Amanhã é um novo dia, é a última corrida, então estou ansioso."