Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos para GP de Eifel

O que deveria a sexta-feira de treinos, não foi. Por conta das condições climáticas em Nürburgring, as sessões foram canceladas e deixaram todos parados nas garagens

O que se esperava desta sexta-feira (9) de treinos livres, em Nürburgring, era mais ou menos aquilo que o primeiro dia dos eventos da Fórmula 1 oferece. Testes aos montes, rendimento com diferentes pneus e migalhas com relação ao que cada equipe prepara para classificação e corrida. Mas nada disso aconteceu. Com chuva e muita neblina, as atividades foram canceladas. Nada na pista.

Com isso, o fim de semana terá apenas um treino livre, no sábado pela manhã, logo antes da classificação. Pior para os dois jovens pilotos da Fórmula 2 que participariam de atividades oficiais pela primeira vez: Mick Schumacher na Alfa Romeo e Calum Ilott pela Haas.

Para sábado e domingo, a FIA tem um plano de contingência para evitar novos cancelamentos e seguir adiante com o que resta do evento.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Eifel do fim de semana EM TEMPO REAL. Neste sábado, o terceiro treino livre começa às 7h (de Brasília), enquanto a classificação inicia às 10h.

Dia parado para Hamilton (Foto: AFP)

Confira as declarações após sexta-feira marcada para treinos:

Lewis Hamilton: “Não pudemos ir à pista hoje porque não estava seguro para o helicóptero. É decepcionante perder dias como este, embora provavelmente não teríamos rodado muito porque temos poucos pneus, e parece que vai ficar assim durante o fim de semana. Mas adoraria ter feito uma volta de instalação. Todos estão no mesmo barco. Somente tentei me manter ocupado hoje: estou com Roscoe comigo, então saí com ele e fiquei curtindo um pouco de música. Esse tipo de situação, com menos treinos, definitivamente torna o fim de semana mais desafiador e emocionante, especialmente se continuar molhado para a classificação e a corrida. Então, estou ansioso por isso.”

Valtteri Bottas: “Queríamos ter saído [dos boxes] hoje, mas não era para ser. Já tivemos dias assim antes, então, pode acontecer, você não pode mudar o clima. Espero que os próximos dias sejam melhores porque eu pude ver os fãs lá fora hoje, esperando no frio, então vamos torcer para que tenhamos alguma ação para que eles possam acompanhar. Olhando para amanhã, precisamos ser muito eficientes no terceiro treino livre porque o planejamento mudou por completo. Precisamos muito tirar o máximo proveito disso para conseguir extrair as informações que precisamos tanto nas simulações de classificação como de corrida. É um bom desafio para nós enquanto equipe e também para nós, pilotos, porque precisamos ser muito rápidos e eficientes nos detalhes. Isso vai tornar o fim de semana muito empolgante.”

Max Verstappen: “É uma pena para os fãs que não tenhamos podido ir para a pista hoje. Mas, sabe, pode ser que isso torne o resto do fim de semana mais interessante. Espero que as condições climáticas sejam melhores amanhã.”

Lando Norris: “Creio que o principal para nós é que temos diferentes partes do carro neste fim de semana. Então, para todas essas partes, precisamos entender como ajudam o carro, qual impacto delas e se precisamos mudar o restante do equilíbrio do carro por elas. Vai fazer nossa vida mais difícil no TL3, porque temos de tentar entender isso, mas de um jeito que levemos as informações já para a classificação. Aprender sobre os pneus, a pista e a aerodinâmica era o plano de hoje, mas seria complicado de qualquer jeito em condições como estas. É sempre mais difícil ter boa leitura do carro na chuva. Eu gostaria de guiar nessas condições, normalmente é divertido. O clima ainda será desafiador.”

Daniel Ricciardo: “Acho que a Alemanha queria roubar os holofotes de Ímola e se tornar o primeiro fim de semana de corrida de dois dias. É uma pena não termos pilotado hoje, mas não fiquei muito impactado por isso. Amanhã parece ser o mais seco dos três dias, então espero que possamos acelerar antes da classificação. Os fãs que vieram hoje podem não ter visto muito, mas se amanhã estiver mais seco, pode haver muita animação.”

Charles Leclerc: “Infelizmente, desde o momento em que cheguei no paddock já parecia claro que não sairíamos da garagem. Tive esperança de que pudéssemos dar algumas voltas à tarde, sobretudo porque tínhamos que testar algumas coisas no carro, mas a situação não mudou. Não é ótimo, mas foi o mesmo para todo mundo, o que pode tornar as coisas mais interessantes. Para passar o tempo, fiz alguns esboços de desenho que vocês talvez se interessem em ver nas minhas mídias sociais. Vi os fãs pela TV, todos nas arquibancadas, sofrendo no frio e no molhado por nada. Seria legal dar algumas voltas por eles.”

Lance Stroll: “É ótimo voltar a ver os fãs na pista, mas estou desapontado por eles não terem visto nenhuma ação. As equipes não correm aqui há muito tempo, então não há informações para usar. Há, ainda, pressão extra com somente um treino livre antes da classificação. Também temos de saber como o clima estará amanhã. O TL3 pode começar com pista molhada, enquanto a classificação deve começar no seco. Será um dia para reagir rapidamente e aprender o que pudermos para o domingo.”

Sergio Pérez: “Sinto muito pelos fãs aqui – e em casa – que não puderam ver nada hoje. Há sempre o risco de correr tão no fim do ano em Nürburgring, então, espero que o resto do fim de semana caminhe tranquilo e possamos oferecer algum entretenimento para os fãs. Hoje tendo sido um dia vazio pode deixar o fim de semana interessante, porque as equipes não terão as informações no TL1 e TL2. Precisamos estar preparados para aprender rápido e, como resultado, podemos ter mais surpresas.”

Nada, Sainz? (Foto: McLaren)

Carlos Sainz: “Não há muito a dizer sobre o dia. Infelizmente, não pudemos andar por conta das condições de segurança para voar com o helicóptero. É uma pena não poder guiar no molhado, porque eu gosto, e também ficar sem testar as partes novas que trouxemos para este fim de semana. Precisaremos começar com tudo amanhã e termos certeza que tudo esteja no ponto certo para uma classificação forte. Parece que será um fim de semana diferente e desafiador comparado ao norma, por conta das temperaturas baixas e da pista nova. Faremos o melhor para acertar tudo.”

Esteban Ocon: “Foi um longo dia com as condições e, infelizmente, não conseguimos andar. Sinto muito pelos fãs que estão aqui. Eu fiquei acompanhando pela TV, e está muito frio lá fora. Espero que eles fiquem e venham amanhã, quando o tempo melhorar e, com sorte, possamos mostrar a eles do que os carros são capazes aqui. Acho que amanhã vai ser um pouco mais exigente em termos de tempo de pista e jogos mais limitados de pneus, mas é o mesmo para todo mundo. Vai ser sobre quem se adaptar mais rápido. Embora não tenhamos andado hoje, há decisões sobre estratégia e coisas que ainda temos de pensar para o fim de semana.”

Sebastian Vettel: “Não foi um dos melhores dias. Foi um meio cansativo esperar por cada novo anúncio sem nunca entrar no carro. Sinto muito especialmente pelos fãs e os dois pilotos da Academia de Pilotos da Ferrari, que não andaram. Durante a tarde, no que deveria ser o TL2, conversei bastante: com meu pai, que está aqui, com nosso diretor-esportivo e com Mick, que se disse chateado por não conseguir guiar. Espero que ele tenha outra chance assim que der. Amanhã, as condições devem ser parecidas, mas esperemos que dê para, ao menos, fazer um treino livre ao meio-dia (horário local, 8h de Brasília). Faz sete anos que corremos aqui e precisamos testar a pista antes da classificação. Nem preciso dizer que os horários de trabalho amanhã estão bastante grandes.”

Kimi Räikkönen: “Não dá para dizer muita coisa, porque nem andamos, mas ninguém pode mudar o clima. Conhecer a pista aqui não vai fazer muita diferença, muita gente do grid conhece a pista, então não será tão difícil para todo mundo pegar o ritmo quando finalmente formos para a pista. Vamos ver o que podemos fazer com apenas uma hora de treino livre e como estará o clima amanhã.”

Antonio Giovinazzi: “Estávamos esperando não encontrar sol aqui em outubro, mas perder os dois treinos ainda foi surpresa. Eu não andaria no TL1 mesmo, então acabei perdendo só uma sessão, mas a equipe deixou de ter mais dados para estudar, especialmente numa pista em que não há informações de anos recentes. Espero que amanhã tenhamos um dia melhor – e o clima também! Classificação e corrida podem ser um pouco surpreendentes com a falta de dados, então vamos ver o que acontece.”

Kevin Magnussen: “Foi frustrante não andar hoje. Claro que não é uma desvantagem, porque ninguém andou, mas eu estava ansioso para ir à pista. Sinto muito pelos fãs que estavam nas arquibancadas hoje. Ficaram sentados o dia todo na chuva e não viram nada. Espero oferecer um grande show no restante do fim de semana.”

Nicholas Latifi: “Foi uma pena não termos conseguido pilotar. Estava ansioso para guiar nessas condições mistas e ter mais experiência no molhado. Por motivos de segurança, não conseguimos sair para a pista, o que é uma pena. Sinto muito por todos os fãs que estavam lá fora no frio e na chuva esperando por nós para entrarmos na pista, mas às vezes é assim. Esperamos que as condições sejam melhores amanhã e, assim, possamos compensar.”

George Russell: “É uma pena não ter feito nenhuma volta hoje, mas isso nos dá uma oportunidade muito empolgante amanhã de pilotarmos na classificação com somente uma hora de treino livre 3. Provavelmente, vamos ter pista escorregadia, possivelmente seco para a classificação e, depois, molhado no domingo. Vai ser um fim de semana muito variado. Vou ter uma boa noite de sono para tentar matar a pau amanhã. Lamento muito pelos fãs que vieram de todo o mundo para assistir aos treinos, então vamos torcer para que façamos uma boa corrida para eles no domingo.”

Não rolou a estreia de Mick Schumacher (Foto: Alfa Romeo)

Romain Grosjean: “Temos um esporte que é dependente do clima e, hoje, não estava ao nosso lado. É uma pena para o jovem piloto que faria o primeiro TL1, uma pena para os fãs que vieram hoje e para nós, que adoraríamos guiar os carros. Obviamente, as condições não permitiram, então há muito trabalho para fazer amanhã.”

Mick Schumacher: “Adoraria ter ido para a pista guiar, mas é ótimo estar aqui. Estou grato com a Alfa Romeo e Academia de Pilotos Ferrari pela oportunidade. É muito útil estar junto de engenheiros, fazer parte das reuniões com a equipe: essa experiência me ensina muito sobre processos e a filosofia de uma operação na F1. Seria ótimo colher dados para a equipe… Sinto muito pelos fãs também, porque não viram nada, mas, no fim das contas, é assim que funcionou. Só podemos esperar mais tempo de pista no restante do fim de semana.”

Calum Ilott: “Claro que não foi o ideal do ponto de vista de todo mundo. Mesmo assim, vir aqui e me preparar como um piloto de F1 foi ótima experiência. Aprendi muito a esse respeito, certamente não foi oportunidade perdida. Adoraria ter ido para a pista dar algumas voltas, mas infelizmente o clima estava contra isso. Espero ter outra oportunidade antes do fim do ano, mas se esse foi o único, então foi uma experiência. Preciso tirar o que for positivo e, mesmo com o que aconteceu, estar pronto para outra oportunidade.”

Alexander Albon, Pierre Gasly e Daniil Kvyat não se manifestaram ao longo do dia.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube