Confira declarações dos pilotos após sexta-feira do GP de Miami de F1 2023

A sexta-feira (5) de treinos livres em Miami viu a liderança de Max Verstappen. O holandês comandou as ações sem muito problema, mas o dia foi marcado por pequenos incidentes pela falta de aderência da pista recém-recapeada

Max Verstappen foi o mais rápido na sexta-feira de treinos livres do GP de Miami. O líder do campeonato falou sobre o acerto do carro da Red Bull e valorizou o equílibrio do RB19 na pista norte-americana. De novo, a Ferrari foi a equipe que mais perto esteve no holandês. Carlos Sainz cravou o segundo melhor tempo, mas ficou a quase 0s4 da marca de Verstappen, enquanto Charles Leclerc apareceu logo atrás, em terceiro.

Em um traçado totalmente recapeado, os pilotos dedicaram boa parte das ações ao trabalho de ‘limpeza da pista’ em busca de maior aderência, por isso a sessão foi marcada por escapadas de pistas e rodadas. A maior delas acabou sendo de Leclerc. O monegasco perdeu a Ferrari na curva 7 e bateu com força no muro nos minutos finais. A interrupção acabou atrapalhando as simulações de corrida.

Relacionadas


Sergio Pérez fechou em quarto, logo à frente de Fernando Alonso e de um inesperado Lando Norris. Lewis Hamilton, em um dia de altos e baixos da Mercedes, terminou em sétimo. Lance Stroll, Esteban Ocon e Alex Albon formaram o top-10.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Confira o que disseram os 20 pilotos após os treinos livres em Miami:

Max Verstappen, primeiro: Verstappen valoriza equilíbrio da Red Bull em Miami: “Bem no carro o tempo todo”

Carlos Sainz, segundo: Sainz deixa sexta-feira em Miami satisfeito: “Bem nas novas condições da pista”

Charles Leclerc, terceiro: Leclerc diz que Ferrari “está devendo” em ritmo de corrida no GP de Miami

Sergio Pérez, quarto: Pérez reclama de aderência em Miami e espera se sentir “mais confortável” na classificação

Fernando Alonso, quinto: Alonso fala em “sexta-feira rotineira” e põe classificação como crucial em Miami

Lando Norris, sexto: “Foi um primeiro dia razoável em Miami. Acho que melhoramos um pouco entre o TL1 e o TL2, o que foi bom, e espero que possamos tentar ir mais longe nessa direção amanhã. Por ser uma sexta-feira, estou muito feliz: acho que encontramos um equilíbrio um pouco melhor com o carro. Estamos lutando em algumas áreas da pista, então vamos nos concentrar em melhorar isso, ganhar um pouco mais de confiança no carro e mirar o Q3 na classificação de amanhã.”

Lewis Hamilton, sétimo: Hamilton admite “banho de água fria” após 1-2 no TL1 em Miami: “Ritmo real é o do TL2”

Lance Stroll, oitavo: Stroll demonstra preocupação com calor em Miami: “Desgaste de pneus será fator”

Esteban Ocon, nono: “Em primeiro lugar, é ótimo voltar a guiar nesta cidade icônica e é sempre um prazer correr nos Estados Unidos. Para nós, foi um dia tranquilo na pista e foi bom ter dois treinos completos para trabalhar no acerto do carro. Hoje foi um dia de coleta de dados para realmente analisar como a pista e a superfície estão e como os pneus se comportam. Devo dizer que os organizadores fizeram um ótimo trabalho, já que o asfalto está muito melhor do que no ano passado. Ainda temos mais uma sessão de treinos e algum trabalho a fazer para afinar o nosso carro antes da classificação. Estou definitivamente ansioso para ver o que podemos fazer e espero que possamos estar ali no meio para um resultado forte.”

Alexander Albon, décimo: “Foi um dia difícil. Acho que definitivamente tínhamos o carro em uma janela melhor para o TL2, no entanto, é justo dizer que esta pista não casa bem como a das outras etapas anteriores. Precisamos tentar superar isso ao máximo, vendo o que podemos mudar esta noite para melhorar o carro. Acho que muitos dos problemas são mais características do carro do que acerto, mas vamos tentar. Estão todos muito próximos com pouca margem, então a luta vai ser grande.”

Carlos Sainz ficou em segundo em Miami (Foto: AFP)

Pierre Gasly, 11º: “Era importante para nós ter um dia limpo e tranquilo no carro, e acho que estamos em uma posição decente para o resto do fim de semana. Temos uma leitura muito melhor do carro do que na semana passada e o objetivo agora é seguir em frente e executar um um sábado ainda melhor. Testamos algumas coisas no acerto; algumas funcionaram, outras nem tanto, mas não tenho reclamações reais neste momento e sinto que podemos encontrar ainda mais no carro no treino de amanhã antes da classificação.”

Kevin Magnussen, 12º: “Acho que tivemos um bom dia. Fizemos alguns testes no TL1 com as novas peças que trouxemos para esta corrida e pareceu bom. Testei no TL2, e parece estar bom. O teste com o carro cheio de combustível também foi bom, então tudo está indo conforme o planejado e esperamos repetir amanhã. Acho que o Q2, talvez o Q3, seja possível – é super apertado e alguns décimos vão te colocar do 15º para o 10º –, então vamos fazer de tudo amanhã.”

Guanyu Zhou, 13º: “Um bom dia de pista para mim. Sinto que demos um passo à frente entre os dois treinos de hoje. A pista continua mudando e melhorando, mas no geral estou mais feliz com o carro até agora. A sensação no cockpit é boa, mas ainda precisamos achar um pouco mais para estar na luta amanhã. Em comparação com a semana passada, no entanto, estamos em uma posição melhor e devemos aproveitar isso antes da classificação.”

Valtteri Bottas, 14º: “Era importante ter o máximo de tempo possível na pista hoje e, apesar das bandeiras vermelhas, conseguimos fazer um treino produtivo. O novo asfalto deixou a pista bastante escorregadia no início, mas a superfície melhorou com o decorrer das sessões. O carro parece equilibrado e, em termos de desempenho, ficamos um pouco mais próximos e melhores do que em Baku. É mais ou menos onde esperávamos estar hoje: claro, o objetivo é dar um passo à frente com o acerto durante a noite e tentar estar o mais à frente possível na classificação. O grupo está muito próximo, então vamos lutar com tudo.”

George Russell liderou o TL1 em Miami (Foto: Mercedes)

George Russell, 15º: Russell minimiza TL2 e traça meta para Miami: bater Ferrari e Aston Martin

Oscar Piastri, 16º: “Foi um primeiro dia razoável em Miami. Acho que melhoramos um pouco entre o TL1 e o TL2, o que foi bom, e espero que possamos tentar ir mais longe nessa direção amanhã. Por ser uma sexta-feira, estou muito feliz: acho que encontramos um equilíbrio um pouco melhor com o carro. Estamos lutando em algumas áreas da pista, então vamos nos concentrar em melhorar isso, ganhar um pouco mais de confiança no carro e mirar o Q3 na classificação de amanhã.”

Nico Hülkenberg, 17º: “Eu queria um pouco a mais, um pouco cedo demais e paguei o preço por isso. Às vezes acontece e, felizmente, não houve muitos danos. Recuperamos as coisas no TL2 e estávamos em uma boa posição. Sinto que o carro realmente se comporta e se encaixa muito bem neste circuito, e também gosto muito do circuito. Foi a minha primeira vez na pista em um carro de Fórmula 1 e tem um bom ritmo, é técnica e desafiadora. Tive um bom dia, apesar do incidente.”

Yuki Tsunoda, 18º: “Foi um dia desafiador porque o ritmo não está bom até agora, então precisamos encontrar uma solução para melhorar. Em comparação com o ano passado, nosso desempenho geral e a superfície da pista melhoraram, mas ainda falta um pouco de ritmo em comparação com nossos rivais. Não temos grandes atualizações para esta corrida, então precisamos tentar uma abordagem diferente para amanhã.”

Nyck de Vries, 19º:Miami é um evento único e o local é ótimo, então é incrível correr diante da multidão americana. É uma pista nova para mim e os níveis de aderência são extremamente baixos, então você fica mais rápido a cada volta que faz. Mesmo com a temperatura bastante alta, o aquecimento dos pneus parece ser um desafio, pois precisam de muito tempo até funcionar. Temos algo para achar nessa área, então vamos analisar isso esta noite e esperamos voltar mais fortes amanhã. Vendo nosso desempenho hoje, não estamos onde queríamos estar, mas vamos tentar juntar todas as peças.”

Logan Sargeant, 20º: “Um dia complicado que não foi o mais tranquilo. Sei o que preciso fazer amanhã, e fica bem claro quando olho para os dados. Preciso melhorar principalmente no setor 1. Temos um pouco de trabalho de acerto que precisamos fazer para tentar melhorar a consistência entre alta e baixa velocidade. O lado do piloto virá, não tenho dúvidas disso. Só precisamos acertar tudo, dar algumas voltas limpas durante o TL3 e dar o último passo na classificação.”

O terceiro treino livre está marcado para o sábado, a partir das 13h30 (de Brasília, GMT-3). A classificação, que define o grid de largada em Miami, acontece às 17h. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da Fórmula 1 em Miami AO VIVO e EM TEMPO REAL.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.