Confira declarações dos pilotos após GP da Áustria, nona etapa da Fórmula 1 em 2021

Max Verstappen novamente dominou a corrida na Áustria, saiu da pole, liderou todas as voltas, fez a melhor volta e venceu com autoridade. Valtteri Bottas e Lando Norris fecharam o pódio, deixando Lewis Hamilton apenas na quarta posição

Verstappen aplica novo domínio e vence: os melhores momentos do GP da Áustria (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Max Verstappen repetiu o cenário da última semana. Largou na pole no Red Bull Ring, liderou todas as voltas e venceu de maneira impecável o GP da Áustria, ampliando ainda mais a vantagem no campeonato 2021 da Fórmula 1.

Valtteri Bottas ficou com a segunda colocação na movimentada prova que teve diversas punições. Lando Norris conseguiu mais um pódio na temporada e ficou com a terceira posição no circuito austríaco. Lewis Hamilton mais uma vez não teve um grande dia e ficou em quarto lugar, com Carlos Sainz, Sergio Pérez, Daniel Ricciardo, Charles Leclerc, Pierre Gasly e Fernando Alonso completando a zona de pontuação. No fim do pelotão, porém, a FIA distribuiu punições.

A décima etapa da temporada 2021 da Fórmula 1 acontece daqui a duas semanas: o GP da Inglaterra, no ‘templo’ de Silverstone, vai receber a histórica primeira corrida de classificação da categoria no fim de semana entre 16 e 18 de julho.

WEB STORIES
+O resultado do GP da Áustria de Fórmula 1
+A classificação da Fórmula 1 depois do GP da Áustria

Max Verstappen e Valtteri Bottas novamente dividiram o pódio no circuito austríaco (Foto: Mercedes)

Confira as declarações dos pilotos após o GP da Áustria:

Max Verstappen, vencedor: Verstappen diz estar “chocado” com vitória dominante no GP da Áustria

Valtteri Bottas, segundo: Bottas celebra novo pódio na Áustria, mas diz que 2º lugar era “o máximo” para Mercedes

Lando Norris, terceiro: Norris se frustra após punição por incidente com Pérez: “Deveríamos ter ficado em 2º”

Lewis Hamilton, quarto: Hamilton define GP da Áustria como “frustrante” e diz: “Perdemos muitos pontos”

Carlos Sainz, quinto: Sainz destaca reação após largar em 11º na Áustria: “Sofri mais que o esperado”

Sergio Pérez, sexto: Pérez se desculpa com Leclerc por incidentes: “Não é assim que gosto de correr”

Daniel Ricciardo, sétimo: Ricciardo se diverte com disputas durante GP da Áustria: “Estive sempre ocupado”

Lewis Hamilton teve dificuldades na Áustria e ficou fora do pódio (Foto: Mercedes)

Charles Leclerc, oitavo: Leclerc chama Pérez de “cuzão” e diz que punição no GP da Áustria é “uma piada”

Pierre Gasly, nono: “Eu acho que hoje foi mais difícil do que imaginávamos, mas o ponto positivo é que estamos consistentemente pontuando. Pensamos que íamos nos beneficiar da estratégia de dois pit-stops, mas sofremos mais do que o esperado com os pneus macios no começo da corrida. Temos pontos positivos e novamente mostramos ritmo forte aqui. Continuamos nossa batalha pelo topo do pelotão intermediário, mas é decepcionante não terminar melhor hoje. Vamos revisar todos os dados e depois focar em Silverstone, uma pista que eu amo”.

Fernando Alonso, décimo: Alonso celebra 10º lugar, mas ironiza atuação da direção de prova: “Bom sair da pista”

George Russell, 11º: Russell lamenta mais um 11º lugar e descreve ausência de pontos como “frustrante”

Yuki Tsunoda, 12º: “Foi um dia difícil para mim. Tive dificuldades com o ritmo durante a corrida e o desgaste de pneus foi realmente complicado. Minha classificação ontem foi foi boa, então é frustrante, mas precisamos sair, revisar os problemas de hoje e não repetir da próxima vez, em Silverstone”.

Lance Stroll novamente ficou fora da zona de pontuação (Foto: Aston Martin)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Lance Stroll, 13º: “Não foi a corrida que esperava para hoje. Eu acho que isso é claro, olhando para trás, que largar com os pneus macios não foi o ideal, ainda que tenhamos mantido o ritmo para brigar por pontos na primeira fase da corrida. Quando fizemos a primeira parada e colocamos os duros, encontramos tráfego. Com carros em diferentes estratégias e pneus, perdemos tempo e não aproveitamos o auge de qualidade na segunda parte, o que impactou nossa corrida. Foi uma rodada tripla decepcionante, mas estou empolgado para seguir para nossa corrida em casa, em Silverstone, em duas semanas. É um circuito diferente e com novo formato de fim de semana, então é uma chance de reagirmos”.

Antonio Giovinazzi, 14º: “Um dia frustrante. Assim como na semana passada, nossa corrida foi comprometida na primeira volta. Tive contato com o Esteban [Ocon] e tive que parar nos boxes. Nosso ritmo era bom depois, mas todo mundo estava próximo e foi difícil me recuperar. Fiquei preso atrás de uma Williams, depois fui punido. Um fim de semana para esquecer. Espero que tenhamos uma corrida melhor em Silverstone”.

Kimi Räikkönen, 16º: Räikkönen minimiza incidente com Vettel na Áustria: “Não mudou o resultado”

Nicholas Latifi, 16º: “Não foi um dia muito movimentado da minha parte. Nos mantivemos longe de confusão nas primeiras voltas e depois corri sozinho na maior parte da corrida. Eu sinto que faltou ritmo, no geral, mas em alguns pontos o carro era muito melhor do que na última semana, então claramente avançamos. Vamos ver o que conseguimos melhorar para a próxima semana”.

Nicholas Latifi não saiu do fim do pelotão na Áustria (Foto: Williams)

Sebastian Vettel, 17º: Räikkönen minimiza incidente com Vettel na Áustria: “Não mudou o resultado”

Mick Schumacher, 18º: “Foi desafiador. Os pneus macios significaram que tivemos que nos poupar mais do que o normal. Houve uma parte da corrida que nosso ritmo era igual ao de Alfa Romeo e Williams, então parece que só não fomos capazes de manter as voltas. Temos que analisar o que aconteceu, mas acho que aprendemos algumas coisas, especialmente no início da corrida. Tivemos uma boa volta e fomos capazes de entrar na briga nas primeiras curvas, então muito aprendizado para Silverstone”.

Nikita Mazepin, 19º: “Fomos em uma estratégia alternativa, com dois pit-stops, o que não funcionou. Acho que o desgaste dos pneus não foi tão grande como esperávamos, mas tivemos as bandeiras azuis. Você não é capaz de manter o ritmo porque você acaba parando mais. Foi uma tarde longa”.

Esteban Ocon, abandonou: “Foi uma infelicidade como nossa corrida terminou cedo hoje. Não havia muito para fazer, pois fui prensado pelo Mick [Schumacher] e pelo Antonio [Giovinazzi] na curva 3 em um incidente de corrida. É uma das consequência de largar no fim do grid. Sempre há uma chance para brigas e contatos e é mais fácil ser pego ali. A equipe e eu mal podemos esperar por uma pausa. Vamos reiniciar, começar do zero e nos preparar para Silverstone”.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar