Confira declarações dos pilotos após sexta-feira do GP do Catar de F1 2021

No primeiro dia de treinos em Losail, Valtteri Bottas colocou a Mercedes no topo da tabela de tempos com 1m1in23s148. 0s209 mais lento, Pierre Gasly foi o segundo colocado, seguido por Max Verstappen e Lewis Hamilton

F1 NO CATAR: VERSTAPPEN SEM PUNIÇÃO, BOTTAS LÍDER DOS TREINOS | Briefing

Deu Mercedes no primeiro dia de treinos para o GP do Catar de F1. Nesta sexta-feira (19), Valtteri Bottas cravou 1min23s148 na sessão vespertina e assegurou o melhor tempo em Losail com 0s209 de margem para Pierre Gasly, o segundo colocado.

Líder do Mundial, Max Verstappen cravou 1min23s498 e ficou em terceiro, 0s072 melhor que Lewis Hamilton, o quarto colocado. Lando Norris ficou em quinto, diante de Lance Stroll Yuki Tsunoda, Sergio Pérez e Sebastian Vettel. Carlos Sainz Jr. completa o rol dos dez melhores.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

VALTTERI BOTTAS; GP DO CATAR; LOSAIL; F1; TREINO LIVRE 2;
Valtteri Bottas foi bem no treino livre da noite em Losail (Foto: Mercedes)

Com 1min24s041, Esteban Ocon ficou com o 11º tempo do dia, seguido por Fernando Alonso, Charles Leclerc e Daniel Ricciardo. Kimi Räikkönen foi o 15º, com George Russell, Antonio Giovinazzi, Nichilas Latifi e Mick Schumacher vindo na sequência.

Nikita Mazepin não participou da segunda sessão do dia, por causa de um acidente na manhã que exigiu a troca de chassi do carro da Haas.

Confira declarações dos pilotos:

Valtteri Bottas, líder: Bottas vê “início ideal” no Catar, mas destaca: “Vamos continuar trabalhando”

Pierre Gasly, segundo: Gasly define sexta-feira como “a melhor do ano até agora” com 2º tempo no Catar

Max Verstappen, terceiro: Verstappen aprova “pista muito boa” de Losail, mas freia expectativas: “Cedo para dizer”

Lewis Hamilton, quarto: Hamilton se diz lento no Catar e busca melhora para classificação: “Não estou perto”

Lando Norris busca recuperação no Catar (Foto: McLaren)

Lando Norris, quinto: Norris vê começo no Catar “mais positivo que o esperado” para McLaren

Lance Stroll, sexto: “A pista tem um traçado bem interessante, é bem legal guiar aqui. Eu me diverti bastante. Tive um problema hidráulico no TL1 que não me custou tanto tempo de pista assim e, no TL2, o carro esteve bem bom. Sábado é um novo dia, mas temos expectativas altas para um fim de semana competitivo. Estar no Q3 é nosso objetivo. Classificando bem, acho que seremos fortes também na corrida”.

Yuki Tsunoda, sétimo: “Foi bem bom o dia, o carro pareceu forte até agora. Tentamos acertos diferentes para arrumar informações para a classificação e para a corrida, o que é muito importante, principalmente em um circuito novo. O carro funcionou bem de pneus médios, mas sofremos um pouco de macios, temos trabalho para a noite para melhorarmos nisso. No geral, um dia bem bom, conseguimos fazer tudo. Parece que vai ser difícil ultrapassar aqui, então vai ser importante largarmos em uma boa posição e aí estarmos em condições para pontuar no domingo”.

Sergio Pérez, oitavo: “Guiei aqui quando era mais novo e demorei para me readaptar, não senti isso como uma vantagem para mim, não. Acho que começamos bem, mas também fizemos mudanças entre as sessões e não funcionaram, precisamos rever isso, especialmente em relação aos pneus macios. As diferenças são pequenas, esperamos ser fortes na classificação de amanhã. Não é uma pista fácil, há sempre o ingrediente da manhã para a noite e o vento deve mudar, o que torna mais interessante. Trabalharemos durante a noite, não estamos plenamente satisfeitos com o acerto do carro, vamos ver isso antes da manhã de amanhã”.

Sebastian Vettel ficou em nono no Catar (Foto: Aston Martin)

Sebastian Vettel, nono: Vettel elogia curvas rápidas de Losail, mas alerta: “Vai ser bem difícil ultrapassar”

Carlos Sainz Jr., décimo: Sainz vê começo abaixo da Ferrari nos treinos livres do GP do Catar

Esteban Ocon, 11º: “Foi uma sexta-feira divertida descobrindo a pista nova. Acho que foi surpreendente, por isso, um dia legal. A pista estava com muita aderência e muito rápida, ótima de guiar. Vai ser desafiador tipo Sepang ou Istambul. Vai ser sobre aprender uma pista nova, mas a equipe está muito bem preparada, vamos estar prontos. É acertar o equilíbrio do carro. Foi um dia bem produtivo, estamos ansiosos para a classificação”.

Fernando Alonso, 12º: Após “dia feliz para homem feliz”, Alonso põe Q3 como meta na classificação do Catar

Fernando Alonso está feliz no Catar (Foto: Alpine)

Charles Leclerc, 13º: Leclerc pede foco da Ferrari em ritmo de classificação no Catar

Daniel Ricciardo, 14º: Ricciardo vê McLaren dando “passos atrás” antes de TL2 no Catar

Kim Räikkönen, 15º: “As condições não estavam ruins, na verdade, melhor do que o esperado. Já passamos por coisas bem piores no Bahrein, por exemplo, com ventos mais fortes e isso sempre prejudicava os treinos. Foi bem ok aqui. Conseguimos uma boa quantidade de voltas, esperamos usar os dados para melhorarmos amanhã. A classificação vai ser apertada”.

George Russell, 16º: “Eu me diverti hoje. É um circuito divertido de guiar, bem rápido, talvez mais do que o esperado. A degradação dos pneus foi menor do que eu imaginava, deu para acelerar ao máximo, o que é o ideal para os pilotos. Não parece também ser a pista mais fácil de se ultrapassar. Mas acho que as coisas vão mudar até domingo e vamos nos adaptar também. As zebras aqui são bem brutais, temos de tomar cuidado para não danificarmos os carros. Foi um dia divertido”.

Antonio Giovinazzi sofreu com o início no Catar (Foto: Alfa Romeo)

Antonio Giovinazzi, 17º: “Foi uma boa primeira experiência aqui. Eu me surpreendi com a quantidade de aderência, principalmente no TL1. A pista é bem legal, rápida, divertida de guiar. O TL1 foi bom, mas tivemos um pouco de tráfego na hora de simular a classificação no TL2. Amanhã vai ser desafiador, não tem muito espaço para deixar distância ou abrir passagem nas curvas de alta. A classificação vai ser vital”.

Nicholas Latifi, 18º: “Estava esperando uma pista divertida pelo que vi no simulador e não me desapontei! É bem rápida, várias curvas apertadas, mas de alta, isso tudo casou bem com nosso carro. Acho que vamos bem aqui, mesmo que não tenhamos sido brilhantes nos tempos. Vamos ver no que podemos evoluir para amanhã no acerto do carro”.

Mick Schumacher, 19º: “Não fiz muito trabalho de simulador, então entrei na pista sem expectativas. No geral, foi muito divertido, gostei. A pista é bem rápida, o que provavelmente não era esperado. O sentimento é bom, acho que é uma boa pista para se classificar, provavelmente para correr será mais difícil, mas estou preparado pra ser surpreendido”.

Nikita Mazepin, 20º: “Eu acho que é o circuito mais rápido que visitamos esse ano em termos de não ter curvas de baixa velocidade, o que torna um desafio interessante. A superfície é bem boa, o que torna a experiência aproveitável, e esta pista é sobre tudo que os carros de F1 trazem. Senti algo muito próximo do assoalho do carro. É frustrante porque não sai do circuito, estava dentro dos limites de pista no momento que aconteceu, então acho que estas zebras não são muito boas para os carros. Em particular, acertou meu carro no ângulo errado, e isso torna a sessão e a corrida muito cuidadosa de agora em diante. Acho que na primeira sessão que fizermos amanhã, vamos começar estando dentro das linhas brancas e sem focar na velocidade, mas ser cuidadosos desde o início, que é a prioridade, e depois construir a partir daquele ponto”.

Fórmula 1 acelera neste fim de semana com o debutante GP do Catar, que será disputado no circuito de Losail. O treino livre 3 está marcado para 8h (de Brasília, GMT-3) deste sábado, e a classificação está marcada para 11h, sempre com transmissão ao vivo do canal por assinatura BandSports e do serviço de streaming F1 TV Pro. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades de pista AO VIVO e em TEMPO REAL.

ALPINE x ALPHATAURI: QUEM LEVA A MELHOR NA F1 2021? | GP às 10
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar