Confira declarações dos pilotos após classificação do GP de Miami da F1 2022

Charles Leclerc sai na pole em Miami, com Ferrari de Carlos Sainz completando 1-2 e Max Verstappen na terceira colocação. Saiba tudo que foi falado após a classificação deste sábado (07)

FÓRMULA 1 2022 AO VIVO: CLASSIFICAÇÃO GP DE MIAMI DE F1 | Briefing

O primeiro GP de Miami da história da Fórmula 1 terá o monegasco Charles Leclerc largando na primeira posição em uma fila dominada pela Ferrari — Carlos Sainz é o segundo. Logo atrás dos pilotos da equipe italiana, aparece a Red Bull: Max Verstappen conquistou o terceiro tempo após um erro em sua última tentativa, enquanto Sergio Pérez foi o único dos quatro primeiros a não conseguir sair da casa de 1min29s e sai em quarto.

Valtteri Bottas completa o top-5 com mais um excelente treino classificatório pela Alfa Romeo — isso após passar perto de cair fora ainda no Q1 — e vê o ex-companheiro Lewis Hamilton pelo retrovisor, com o britânico em sexto. Pierre Gasly conseguiu colocar a AlphaTauri à frente da McLaren de Lando Norris, que superou Yuki Tusnoda pelo oitavo lugar. O japonês é o nono, enquanto Lance Stroll levou a Aston Martin ao Q3 e larga em décimo.

Entre as decepções, Fernando Alonso não conseguiu ir até a última fase da classificação após apresentar bom rendimento durante os treinos livres, enquanto George Russell também não teve sucesso em levar o carro da Mercedes ao Q3 e é o 12º. Sebastian Vettel cometeu um erro na chicane em sua última tentativa e conquistou apenas o 13º tempo, enquanto Daniel Ricciardo ficou muito abaixo de Norris e sai em 14º.

Por fim, Mick Schumacher e Kevin Magnussen largam em 15º e 16º, respectivamente, com a Haas, Guanyu Zhou será o 17º após reclamar de ter sido atrapalhado pelo tráfego, e as duas Williams ficaram com os dois últimos lugares do treino: Alexander Albon em 18º, Nicholas Latifi em 19º. Esteban Ocon não participou da sessão após bater no TL3 e larga na última colocação.

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Charles Leclerc e Carlos Sainz vão formar a primeira fila da Ferrari no GP de Miami (Foto: AFP)

Confira abaixo tudo que foi falado pelos pilotos da Fórmula 1 após a classificação, na véspera do primeiro GP de Miami da história da categoria:

Charles Leclerc, primeiro: Leclerc aposta em corrida acirrada e exalta torcida em Miami: “Isso nos motiva”

Carlos Sainz, segundo: Sainz aponta retomada de confiança após 2º lugar em Miami: “Estou me reconstruindo”

Max Verstappen, terceiro: Verstappen valoriza 3º lugar no grid em Miami: “Foi uma surpresa ser competitivo”

Sergio Pérez, quarto: Pérez lamenta desempenho no segundo setor em Miami: “Dois centésimos a menos e sou 2º”

Valtteri Bottas, quinto: Bottas acredita em pódio com Alfa Romeo no GP de Miami: “Isso é F1, tudo é possível”

Lewis Hamilton, sexto: Hamilton admite alívio e diz que classificação em Miami foi a melhor das últimas três corridas

Pierre Gasly, sétimo: Gasly se diz “extremamente feliz” como 7º no grid de Miami e espera “briga apertada”

Lando Norris, oitavo: Norris admite erro em volta rápida no Q3 e diz que 8º lugar em Miami é “posição decente”

Yuki Tsunoda, nono: Gasly se diz “extremamente feliz” como 7º no grid de Miami e espera “briga apertada”

Lance Stroll, décimo: “Acho que temos de ficar felizes com o desempenho de hoje. No Q2, fiz uma boa volta para avançar ao Q3, mas estou em parte decepcionado com minha volta no Q3. Não acertei o último setor… Mas largar do décimo lugar é boa posição para lutar por pontos amanhã. Com novas corridas, sempre há muitos fatores desconhecidos e oportunidades. Tenho de dizer que, depois de tanta animação antes desta corrida, estou totalmente pronto para correr.”

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Atual campeão, Max Verstappen vai largar da terceira colocação no GP de Miami da F1 (Foto: AFP)

Fernando Alonso, 11º: Alonso culpa Sainz por queda no Q2 e mira “oportunidades” por safety-car em Miami

George Russell, 12º: Russell lamenta “reviravolta” após liderar TL2: “Parecia que íamos brigar pela pole”

Sebastian Vettel, 13º: Vettel se diz decepcionado e culpa “oscilação” por eliminação do Q2 em Miami

Daniel Ricciardo, 14º: Norris admite erro em volta rápida no Q3 e diz que 8º lugar em Miami é “posição decente”

Mick Schumacher, 15º: “Foi uma pena, porque eu tinha esperança de ir ao Q3. Acho que não estávamos neste nível em termos de ritmo. Mesmo assim, estou feliz no geral, porque tomei as decisões certas nos momentos corretos. Só que não conseguimos melhorar com pneus novos. A pista parece bem difícil e desafiadora de muitas maneiras, então erros acontecerão. Se não forem conosco, isso é bom.”

Kevin Magnussen, 16º: “Será uma corrida maluca amanhã. Espero conseguir me recuperar… O carro é bom, mas não tínhamos rádio, então não tinha como eu me comunicar com a equipe. Demos somente uma sequência longa de voltas no Q1 em vez de duas sequências curtas. De qualquer forma, os pontos se conquistam amanhã. Veremos o que dá para fazer com estratégia. Temos bom ritmo, então ainda estou otimista.”

Guanyu Zhou, 17º: “É frustrante perder o Q2 pela primeira vez. Só conseguimos acelerar de verdade no fim do Q1, quando a pista estava melhorando. Estávamos na zona de eliminação e, quando cheguei na curva 17, tinha um grupo de carros parados na minha frente, então precisei desistir da volta. Se não fosse isso, acho que teria passado ao Q2 hoje também. Amanhã será um desafio, ultrapassar não vai ser fácil, mas é uma pista em que cometer erros é bem fácil. Precisamos estar prontos para qualquer oportunidade.”

Alexander Albon, 18º: “Hoje foi frustrante e um pouco confuso. Faltava algo na classificação, e fiquei com problemas para encontrar qualquer desempenho que tínhamos nos treinos anteriores. Como já vimos nesta temporada, os pneus são incrivelmente sensíveis e, combinados ao calor daqui, está tornando a aderência muito complicada. Temos de olhar a data durante a noite e voltar mais fortes para a corrida de amanhã.”

Nicholas Latifi, 19º: “É óbvio que não estamos onde gostaríamos de estar como equipe, mas creio que, saindo de onde saímos no TL1, fiquei bem feliz com a classificação. Eu estava muito atrás no fim de semana todo e tive dificuldades de pegar a sensação do carro que gostaria, então acho que mexemos bem do TL1 em diante para chegar onde estávamos hoje. Não é perfeito, e acho que temos mais a ganhar, mas com as as diferenças que os carros têm hoje e as partes mais rápidas no carro de Alex, estou satisfeito de terminar onde terminei.”

Esteban Ocon, NC: Ocon revela impacto de 51G em batida e cobra: “Deveríamos ter uma barreira de proteção ali”

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar