Confira declarações dos pilotos após GP da Rússia, 15ª etapa da Fórmula 1 em 2021

Lewis Hamilton aproveitou a chuva para vencer em Sóchi, 53s271 à frente de Max Verstappen, que largou apenas em 20º. Carlos Sainz Jr. completou o pódio russo

HAMILTON, 100 VITÓRIAS NA F1! VERSTAPPEN, 2°! NORRIS, PECADO! A ANÁLISE DO GP DA RÚSSIA | Briefing

Lewis Hamilton conquistou no GP da Rússia deste domingo (26) o 100º triunfo da carreira na Fórmula 1. Aproveitando a oportunidade criada pela chuva, o britânico venceu em Sóchi com 53s271 de margem para Max Verstappen, que conseguiu escalar desde a 20ª colocação para minimizar uma punição por troca de motor.

Carlos Sainz Jr. ficou com o último posto do pódio, diante de Daniel Ricciardo, Valtteri Bottas e Fernando Alonso. Lando Norris liderou boa parte da corrida, mas errou a estratégia com a chegada da chuva e desceu para sétimo.

Lewis Hamilton conquistou uma vitória histórica neste domingo na Rússia (Foto: Mercedes)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Kimi Räikkönen ficou em oitavo, seguido por Sergio Pérez, George Russell, Lance Stroll, Sebastian Vettel, Pierre Gasly, Esteban Ocon, Charles Leclerc, Antonio Giovinazzi, Yuki Tsunoda e Nikita Mazepin. Nicholas Latifi e Mick Schumacher não completaram a corrida.

Confira declarações dos pilotos após o GP da Rússia de Fórmula 1:

Lewis Hamilton, vencedor: Hamilton cita decisão fantástica da Mercedes, mas prevê “trabalho dobrado” com Verstappen

Max Verstappen, segundo: Verstappen aplaude estratégia na chuva em Sóchi e celebra 2° lugar: “Não esperava”

Carlos Sainz Jr., terceiro: Sainz elogia tática da Ferrari para pódio na Rússia: “Paramos no momento adequado”

Daniel Ricciardo, quarto: Ricciardo lamenta não ter feito pit-stop “uma volta antes” na chuva em Sóchi: “Daria certo”

WEB STORY
A classificação da Fórmula 1 após o GP da Rússia, em Sóchi

Max Verstappen partiu de último para ser o segundo colocado no GP da Rússia (Foto: Red Bull Pool Content/Getty Images)

Valtteri Bottas, quinto: Bottas se surpreende com dificuldade para passar em Sóchi e diz que “teve sorte”

Fernando Alonso, sexto: Alonso aceita sexto lugar, mas diz que merecia pódio “por mérito” no GP da Rússia

Lando Norris, sétimo: Norris lamenta chuva mais forte que esperado e fala em decisão difícil: “Minha culpa”

Kimi Räikkönen, oitavo: “Foi um bom resultado, pelo qual lutamos muito. Pudemos seguir nossos adversários com pista seca, mas passar não foi fácil, especialmente nos setores de DRS. No fim das contas, acertamos com os pneus. Percebi que estava molhado e aí optamos pelos boxes, o que nos ajudou muito no fim. Fizemos o melhor que podíamos e temos alguns pontos para apresentar”.

Sergio Pérez, nono: “Estávamos lutando por um pódio hoje, então decidi arriscar ficando com os slicks ao invés de colocar os intermediários. No primeiro e no terceiro setores, estava bastante seco e eu conseguia aquecer os pneus, então se tivesse secado, aqueles que ficaram com os slicks teriam feito funcionar e os com os intermediários teriam visto a corrida ser destruída. Olhando para trás, os slicks não foram a escolha certa e, no fim, o momento da chuva na corrida fez com que alguns tivessem sorte na corrida de hoje e outros não. Estávamos buscado um ótimo resultado com um pódio por puro mérito e, apesar do pit-stop lento, ainda conseguimos voltar no terceiro posto, mas, as vezes, as corridas são assim. A questão do pit-stop não foi uma erro humano e eu conversei com a minha equipe depois da corrida para ver se eles estavam bem, pois, obviamente, estamos todos desapontados. Como equipe, ainda saímos com muitos pontos hoje e, sim, é frustrante para mim, mas sinto que tirei muito carro, o que é positivo para irmos para a Turquia”.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Lando Norris liderou boa parte da corrida, mas no fim perdeu a vitória por se recusar a calçar os pneus intermediários (Foto: McLaren)

George Russel, décimo: “Achei que tivemos uma corrida bem forte hoje. Permanecemos bem e não cometemos erros bobos. Mantivemos o terceiro lugar nas 12 primeiras voltas e foi muito divertido brigar por esta posição ao tentar manter carros como o da McLaren, o da Mercedes e o Aston Martin para trás. Temos de estar orgulhosos. Sofri no fim com o pneu intermediário, já que era um jogo usado depois de usar todos os nossos jogos na classificação ontem. No fim das contas, é outro ponto na tabela. Não foi o resultado dos sonhos, mas antes do fim de semana, se tivessem nos oferecido o décimo lugar e outro ponto, aceitaríamos. No geral, acho que foi uma boa corrida”.

Lance Stroll, 11º: Vettel diz que chuva fez do GP da Rússia “loteria” e Stroll admite culpa por acidente

Sebastian Vettel, 12º: Vettel diz que chuva fez do GP da Rússia “loteria” e Stroll admite culpa por acidente

Pierre Gasly, 13º: “Não foi um grande fim de semana para nós. Na verdade, perdemos uma grande oportunidade ontem na classificação. E hoje, de novo, tomamos a decisão errada com os pneus slicks, e infelizmente terminamos fora dos pontos. O ritmo foi forte aqui, e acho que tivemos um primeiro stint bom, mas simplesmente não tiramos proveito de todas as oportunidades que tivemos neste fim de semana, o que é uma pena. Precisamos revisar tudo a partir de hoje e descobrir como tirar o máximo proveito dessas condições no futuro. É um fim de semana para esquecer, mas temos uma boa equipe e estou confiante de que podemos nos recuperar na próxima”.

Esteban Ocon, 14º: “Não foi uma boa corrida para nós hoje e, no geral, não tivemos ritmo em todo o fim de semana. Claro que é decepcionante não marcar pontos, especialmente quando houve uma oportunidade no fim em razão da chuva. Não tomamos a decisão certa no fim e foi um risco ficar na pista com pneus slicks. É um desses dias em que temos de esquecer, mas vamos seguir em frente, analisar o que aconteceu e voltarmos mais fortes na próxima corrida”.

Charles Leclerc, 15º: ““Que desfecho decepcionante para uma corrida extremamente positiva. Tive uma boa largada e ganhei algumas posições. Tudo parecia muito promissor: fiz muitas ultrapassagens e meu ritmo estava forte. As coisas mudaram de repente quando começou a chover bem na parte final da corrida. O Carlos estava na frente e decidiu ir para os boxes para colocar os pneus intermediários, enquanto eu ainda tinha algumas dúvidas. Tentei fazer mais uma volta com os slicks e estava na espera para que a chuva diminuísse. Mas começou a chover e foi impossível seguir em frente sem parar com duas voltas para o fim. Isso foi basicamente o fim da minha corrida, o que é uma pena. A equipe fez um bom trabalho, e Carlos trouxe para casa um terceiro lugar hoje”.

Carlos Sainz conquistou o terceiro pódio do ano ao finalizar o GP da Rússia na terceira posição (Foto: Ferrari)

Antonio Giovinazzi, 16º: “Foi uma corrida agitada, com um monte de coisa acontecendo. Foi atingido na curva 2 e lá perdi algumas posições. Além disso, fiquei sem rádio desde a primeira volta, então foi impossível me comunicar com a equipe. Foi uma tarde difícil, especialmente quando a chuva começou no fim da corrida, e não pude falar com os boxes sobre a troca de pneus. Estou satisfeito com o resultado da equipe, mas já ansioso pela Turquia”.

Yuki Tsunoda, 17º: ““Obviamente, é um dia decepcionante. Sofri com o equilíbrio do carro em todo o fim de semana, e hoje foi a mesma coisa na corrida, principalmente na primeira volta, onde foi difícil mantê-lo na pista. Só preciso resetar depois deste fim de semana e trabalhar na minha performance básica para que possa começar a pontuar novamente”.

Nikita Mazepin, 18º: “Foi uma corrida longa, com muitas coisas acontecendo. Tive uma boa primeira volta e aí fiz o meu melhor para segurar os carros de trás usando a energia de forma inteligente, algo que acho que fiz bem. Depois que paramos, saímos com os pneus duros, ainda tentei manter os carros atrás e, obviamente, um me passou, aí travei as rodas e, infelizmente para nós, quando eles travaram, não voltaram. Como equipe, tomamos uma boa decisão quando fomos para os intermediários, fui um dos primeiros e ganhei um pouco de tempo na volta. Foi divertido ultrapassar alguns carros que nunca tinha podido ultrapassar. No entanto, sabemos onde estamos e agora olho para a próxima corrida”.

Nicholas Latifi, não completou: “Infelizmente, estava com os pneus slicks no fim da corrida, quando começou a chover, e cometi um erro. Não consegui frear, então rodei na curva 7 e acertei a barreira de proteção, o que danificou a asa traseira. Naquele ponto, não havia nada em jogo, então fazia sentido recolher o carro. Foi uma corrida frustrante porque o carro estava muito bom para pilotar, mas não consegui evoluir muito no começo da corrida ou seguir de perto o carro da Haas que estava à frente nos principais setores da pista. É uma pena, já que o pneu médio estava bom e acho que, se tivéssemos largado mais à frente, poderíamos ter mantido a posição e ter buscado um ótimo resultado, mas é assim que as coisas são às vezes”.

Mick Schumacher, não completou: “Nós, obviamente, tivemos um problema e estávamos tentando resolver na pista, mas não conseguimos. É assim que é, vivendo e aprendendo na Fórmula 1. Coisas podem acontecer. Foi o meu primeiro abandono no ano e, certamente, torcia para levar mais tempo ou nem acontecer neste ano, mas faz parte do jogo. Estávamos muito bem em termos de ritmo e o carro pareceu muito bom. Levamos as coisas positivas, vamos analisá-las e levá-las para a Turquia”.

ASTON MARTIN CAMPEÃ DA F1 EM 4 OU 5 ANOS: SERÁ POSSÍVEL? | GP ÀS 10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar