Confira declarações dos pilotos após sexta-feira do GP da Turquia da F1 2021

Lewis Hamilton, mesmo com punição a cumprir no domingo, foi o mais veloz na sexta-feira de treinos livres do GP da Turquia. Pilotos elogiaram as melhorias na aderência do Istambul Park

F1 NA TURQUIA: RED BULL CONTRA MALDIÇÃO DA PINTURA ESPECIAL + HAMILTON X VERSTAPPEN | WGP

A sexta-feira (8) foi marcada pelos primeiros treinos livres oficiais para o GP da Turquia, no Istambul Park. Mesmo com a confirmação de uma punição por troca de componentes na unidade de potência, o líder do campeonato Lewis Hamilton, da Mercedes, foi o grande nome do dia, liderando as sessões e terminando como o mais rápido.

Vice-líder do campeonato e utilizando pintura especial, Max Verstappen amargou o quinto lugar, atrás do companheiro Sergio Pérez, mas também de Charles Leclerc e Valtteri Bottas. O holandês está dois pontos atrás de Hamilton na classificação.

Fórmula 1 volta a acelerar em Istambul Park neste sábado. O treino livre 3 terá início às 6h (de Brasília, GMT-3), enquanto a classificação está marcada para 9h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Confira as declarações de todos os pilotos que foram para a pista na sexta-feira:

Lewis Hamilton, primeiro: Hamilton mira pole-position para “minimizar prejuízo” com punição no GP da Turquia

Charles Leclerc, segundo: Leclerc sorri, mas diz que Ferrari “não deve se deixar levar” com 2º em treinos na Turquia

Valtteri Bottas, terceiro: Bottas vê transformação da Turquia e crava: “Uma das pistas com mais aderência na F1”

Sergio Pérez, quarto: Pérez mostra surpresa com aderência na “desafiadora” pista da Turquia: “Parece normal”

Max Verstappen, quinto: Verstappen se preocupa após dia difícil na Turquia: “Vamos trabalhar muito à noite”

Lando Norris na sexta-feira de GP da Turquia (Foto: Ozan Kose/AFP)

Lando Norris, sexto: Norris e Ricciardo elogiam melhora da pista em Istambul: “Completamente diferente”

Fernando Alonso, sétimo: Alonso vê dia “produtivo” e fala sobre retorno à pista da Turquia: “Pareceu a 1ª vez”

Esteban Ocon, oitavo: Alonso vê dia “produtivo” e fala sobre retorno à pista da Turquia: “Pareceu a 1ª vez”

Pierre Gasly, nono: “Hoje, não me senti bem no carro, mas ainda sai com duas boas posições, o que é positivo, e acredito que temos mais a conquistar amanhã. Não estava feliz com o equilíbrio do carro, sofri com understeer e isso é algo que temos de trabalhar em cima. Acredito que é algo que vários pilotos têm sofrido, então precisamos analisar o que podemos para melhorar e seguir crescendo com nossa performance no TL3”.

Antonio Giovinazzi, décimo: “Fiquei muito feliz de encontrar mais aderência na pista desde a primeira volta do TL1. Parece um circuito completamente diferente, e tem sido divertido, especialmente pelo nosso equilíbrio no carro. No geral, uma boa sexta-feira. Encontrar o jeito do carro é fácil quando existe aderência, conseguíamos dar voltas confiantes e as primeiras indicações de amanhã são promissoras. Precisamos ver o que o tempo fará amanhã. Parecemos bons no seco, mas vamos aceitar qualquer coisa entre as condições”.

Yuki Tsunoda, 11º: “Eu acho que esta é uma ótima pista e realmente gostei das minhas sessões no Istambul Park. Construí minha confiança gradualmente, e nesta tarde mostrei um bom ritmo. As condições climáticas tinham muito vento, mas estavam boas. Entretanto, amanhã pode ter chuva e isso pode se provar complicado de novo. Temos que ver o que acontece com o tempo, para nos preparar o máximo que pudermos, mas estou feliz com a performance do carro até aqui neste fim de semana, e acho que mostramos uma grande evolução”.

CARLOS SAINZ; FERRARI; SENSORES; GP DA TURQUIA; TREINO LIVRE;
Carlos Sainz com o sensor ‘churrasqueira’ na traseira da Ferrari em Istambul (Foto: Reprodução)

Carlos Sainz, 12º: “Uma sexta diferente para nós sabendo que vamos largar do último lugar no grid pela punição por trocar a unidade de potência. Checamos se tudo estava andando normal, tentamos acertos diferentes e trabalhamos com pneus macios e médios, focando nos stints longos. Foi estranho fazer uma sexta-feira sem acelerar em stints curtos, mas nosso objetivo neste fim de semana é ganhar posições no domingo. O carro parece competitivo e a pista mudou bastante desde o ano passado. Tem muita aderência, talvez uma das maiores da temporada até aqui, e é importante entender como isso afeta os pneus e a performance do carro”.

Lance Stroll, 13º: “Hoje foi sobre descobrir um circuito que recentemente teve trabalho para melhorar a aderência em comparação com o ano passado, sem mencionar as condições complicadas de vento lá. Do nosso lado, existem coisas positivas a tirar, mas sabemos que precisamos encontrar mais ritmo para o resto do fim de semana. Estou confiante que podemos fazer isso, e estamos mirando melhorias no equilíbrio do carro também. O principal é que sabemos o que precisamos fazer, vamos embora hoje e trabalhar duro para melhorar”.

Daniel Ricciardo, 14º: Norris e Ricciardo elogiam melhora da pista em Istambul: “Completamente diferente”

Kimi Räikkönen, 15º: “É claro que existe muito potencial no carro, e precisamos desbloquear isto nesta noite. Nas primeiras sessões, faltou um pouco de equilíbrio, então ainda temos trabalho a fazer, mas estamos confiantes que podemos reverter isso de noite. Tem muito mais aderência do que o esperado, então vamos nos adaptar a estas condições e ver onde paramos na classificação”.

Sebastian Vettel, 16º: Vettel aprova dia na Turquia e diz que Aston Martin “explorou limites” no TL2

Nicholas Latifi, 17º: “O asfalto não estava do jeito que eu esperava pelo que vi no track-walk, mas foi uma surpresa positiva. Tem muito mais aderência do que no ano passado, inclusive muito mais do que quase todas as pistas. Está bem divertido de guiar, é um traçado muito veloz. Excedeu minhas expectativas. Ainda tenho sofrido com os pneus, principalmente de tanque vazio, precisamos trabalhar nisso. Mas acho que podemos começar bem amanhã”.

George Russell, 18º:  “Nosso ritmo de tanque cheio foi bem bom, mas o de tanque vazio, não muito. Precisamos mergulhar na telemetria para acharmos algo para amanhã, mas a pista deve ser totalmente outra, com a previsão de chuva a noite toda e de manhã. Precisamos agarrar a oportunidade com as condições mudando, fizemos isso nas últimas corridas. Domingo vai ser traiçoeiro, tivemos bem pouco tempo para simular corrida hoje”.

Mick Schumacher, 19º: “O aumento na aderência aconteceu e o carro parecia bom. Acho que estamos mais próximos do pelotão do que o normal, o que é promissor, e acho que para amanhã, temos uma boa ideia do que queremos e precisamos. É muito fluída, uma pista muito boa, tive a chance de pilotar no simulador e correspondeu ao que pilotei lá, então estou feliz de estar aqui neste fim de semana. Farei a dança da chuva em breve”.

Nikita Mazepin, 20º: “Foi muito interessante, porque como um novato e indo para uma das poucas pistas europeias onde não pilotei, não tinha certeza do que esperar. O feedback que recebi de outros pilotos e o que você lê nas redes sociais é que é incrivelmente difícil de pilotar. Desde que sai da garagem pela primeira vez, vi que a aderência melhorou. O traçado é bem especial, bem fluído, então você precisa pegar ritmo, o que gostei, e acho que podemos ter um bom fim de semana”.

F1 NA TURQUIA: HAMILTON LIDERA TREINOS LIVRES, TROCA PEÇAS DO MOTOR E PERDE 10 POSIÇÕES | Briefing

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar