De Senna ao mais devagar da história: fatos curiosos dos 70 anos de Fórmula 1

Cinco fatos interessantes das sete décadas de vida da principal categoria do automobilismo

Quem viveu entre as décadas de 70 e 90 sabe da emoção e do gosto que dá acompanhar e torcer pela Fórmula 1, mas talvez os mais novos não saibam de momentos curiosos e divertidos da principal categoria do mundo. Se este texto despertar seu interesse, confira esse código promocional para apostar neste e em outros esportes.

Aqui há uma seleção de fatos aleatórios e isolados que são interessantes tanto para quem já é fã de Fórmula 1 como para quem está procurando algumas informações sobre o esporte agora. E se você está pensando em fazer apostas esportivas, veja mais informações nesse site.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Ayrton Senna, o mito

Ayrton Senna é o grande nome do automobilismo brasileiro e teve sua carreira tragicamente interrompida por um acidente durante o GP de San Marino. Alguns de seus feitos em números:

Deu 8.219 voltas em circuitos profissionais

Percorreu 37.933 km como piloto profissional de F1

Liderou nada menos que 2.931 voltas ao longo da carreira

Subiu ao pódio em 80 ocasiões

Venceu 41 GPs em 10 temporadas de Fórmula 1

Michael Schumacher, outro mito

Michael Schumacher é tão importante quanto Senna na história recente da Fórmula 1 e com uma carreira interrompida de modo igualmente trágico. De qualquer forma, devemos enaltecer seus feitos e lembrar sempre de como o alemão acabou por se tornar o maior vencedor de corridas da história da Fórmula 1 com 91 vitórias ao longo de seus 15 anos de carreira!

Ferrari, a maior vitoriosa

A Ferrari é famosa por ser a equipe com o maior número total de vitórias: os pilotos da Ferrari subiram à primeira colocação do pódio em 232 ocasiões, com 24,2% de aproveitamento e 50 GPs na frente da McLaren, a segunda colocada.

O piloto mais devagar de todos

Bem, se o assunto é recordes, os piores resultados também têm de ser lembrados. Este é o caso do inglês Victor Al Pease, que correu no início do esporte, na década de 1960. Victor foi correr o GP do Canadá em sua estreia, e até que não se saiu tão mal: ficou apenas 45 voltas atrás de Jack Brabham, o piloto campeão. Acabou sendo o único piloto da história da Fórmula 1 a ser desclassificado por ser lento demais e bateu o recorde de menor velocidade máxima durante uma prova: 69 km/h.

O azarão das invasões, Barrichello

Rubens Barrichello é famoso mundialmente até hoje por ter o recorde de piloto mais experiente da Fórmula 1, tendo corrido todas as temporadas entre 1993 e 2011 ininterruptamente — 17 anos pilotando. Mas ainda assim, isso não seria suficiente para explicar o curioso fato de que as duas únicas vezes em que corridas foram paralisadas por conta de invasões na pista, o vencedor foi Barrichello: primeiro em 2000, na Alemanha, e depois em 2003, na Inglaterra.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube