Consultor da Red Bull confirma cláusula que permite saída de Verstappen no fim do ano

Apesar de contrato até 2023, cláusula diz que Verstappen precisa vencer corridas e ter chance de disputar título todos os anos. Caso não aconteça, está liberado para ir embora

Max Verstappen pode sair da Red Bull e desfazer o contrato que tem até o fim de 2023 já nesta temporada. Foi o que confirmou o consultor Helmut Marko após mais de um ano de debate sobre se a cláusula contratual existe de verdade ou era ilusão. Para evitar o que seria um desastre esportivo, a Red Bull precisa ser bastante competitiva.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A informação veio inicialmente do site alemão F1-Insider, que questionou Marko após ser informado que o gatilho no contrato é real. O austríaco, braço direito da Dietrich Mateschitz, dono da companhia dos energéticos, confirmou.

“Sim, existe uma cláusula de desempenho. Não quero entrar em detalhes, mas diz, mais ou menos, que Max pode competir por vitórias e o título mundial por méritos próprios. Se ele fizer isso, o contrato é estendido. Se não fizer, estaria livre”, disse ao site.

Max Verstappen: é hora de dar tchau? (Foto: Red Bull Content Pool)

Segundo o veículo, a cláusula diz que, a fim de Verstappen competir pelo título “por méritos próprios”, a obrigação da Red Bull é fazer com que o carro seja, em média, menos de 0s3 mais lento que o melhor do grid – o da Mercedes, muito provavelmente.

A diferença ficou em cerca de 0s5 durante a temporada 2020 e, desta forma, a cláusula não foi alcançada, ainda que Max tenha vencido duas provas durante o ano. Mas Marko se diz confiante.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

“Essa é nossa meta, e eu acredito nela não apenas por causa de Max, mas porque a vontade de ganhar está em nosso DNA. Estamos no caminho certo e podemos atender a essa cláusula”, finalizou.

É verdade também que a situação é mais complicada que isso, uma vez que faria pouco sentido estratégico para Verstappen deixar a Red Bull por uma equipe com menos capacidade de duelar com a Mercedes. E uma vaga na própria equipe alemã depende do futuro de Lewis Hamilton, que, aos 36 anos de idade, assinou contrato de curta duração, somente até o final de 2021.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube