F1

Consultor da Red Bull nega veto de Verstappen a Sainz: “Os rumores são uma merda”

Os rumores de que Max Verstappen poderia vetar a presença de Carlos Sainz na Red Bull foram rejeitados por Helmut Marko. O consultor da marca taurina tratou de desmentir a conversa e cravar que é a equipe que decide quem vai ocupar a vaga de Daniel Ricciardo
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Max Verstappen e Helmut Marko em Sóchi antes do GP da Rússia (Foto: Getty Images)
Helmut Marko, consultor da Red Bull, declarou que não existe um veto de Max Verstappen para uma eventual contratação de Carlos Sainz para o ano que vem. A afirmação veio depois de vários rumores dizendo que o holandês poderia — e iria —  rejeitar a presença do ex-companheiro de equipe na Toro Rosso a partir de 2019 na Red Bull. A vaga está aberta por conta da saída de Daniel Ricciardo, que optou por assinar um contrato com a Renault, ocupando a vaga que hoje é de Sainz.
 
A justificativa era que Verstappen gostaria de se tornar o primeiro piloto do time, indicando uma ascensão natural de Pierre Gasly, que faz boa temporada de estreia na Toro Rosso. A forte competitividade que o jovem holandês já enfrentou com Sainz entre 2015 e as primeiras corridas de 2016 — antes de Max ser promovido a titular da Red Bull — poderia ofuscar a intenção de Verstappen ser o número 1 dentro da equipe. Marko, porém, tratou de desmentir qualquer relação de escolha que Verstappen poderia ter sobre a decisão do line-up para 2019.
Carlos Sainz também é especulado para ser companheiro de Alonso na McLaren (Foto: AFP)
"Daniel me ligou na quinta-feira para informar da decisão de deixar a equipe no final da temporada. Ele passou a maior parte de sua carreira na Red Bull e me disse que queria uma mudança. Agora vamos ter que pensar em quem será o companheiro de equipe de Max Verstappen. Os rumores que apontam para o veto de Verstappen em direção a Sainz são uma merda. A Red Bull é quem decide sobre a dupla", afirmou. 
 
A Red Bull tem até 30 de setembro para decidir se quer colocar o madrilenho na equipe, segundo o site do jornal espanhol ‘El Confidencial’. O paddock da F1 também reporta que Sainz negocia com a McLaren e é especulado para assumir o lugar de Stoffel Vandoorne para ser titular ao lado do também espanhol e amigo, Fernando Alonso. 

Verstappen, em contrapartida, tem contrato com a Red Bull até o fim de 2020 — maior tempo de duração para evitar o risco de perdê-lo para rivais como Mercedes e Ferrari — e é tratado pela cúpula taurina, liderada por Marko e Christian Horner, como o nome para levar a equipe novamente aos tempos de glória na F1.