Consultor da Red Bull diz que Vettel precisava de ano sabático em 2021 para “se recompor”

A desastrosa estreia de Sebastian Vettel pela Aston Martin continua rendendo no paddock da Fórmula 1. Helmut Marko, consultor da Red Bull, declarou que o tetracampeão mundial deveria ter se ausentado da categoria neste ano para planejar a carreira antes de considerar um possível retorno em 2022

O início da temporada 2021 de Sebastian Vettel não foi dos mais fáceis. Estreando pela Aston Martin, o tetracampeão mundial enfrentou diversas dificuldades no GP do Bahrein, foi eliminado no Q1 e acabou punido duas vezes ao longo do fim de semana antes de terminar a corrida no 15º posto. A sequência desastrosa impressionou negativamente muitas pessoas, inclusive alguns conhecidos do alemão.

Helmut Marko, consultor da Red Bull, equipe que Vettel defendeu entre 2009 e 2014 — e onde conquistou os quatro títulos na Fórmula 1 —, acredita que Seb deveria ter tirado um ano sabático da categoria em 2021 antes de voltar para correr sob o novo regulamento que entra em vigência em 2022.

“Eu era da opinião de que ele deveria ter tirado um ano sabático, para se recompor e perguntar a si mesmo o que deseja”, disse Marko ao site alemão Formel1.

ESTEBAN OCON; SEBASTIAN VETTEL; F1; FÓRMULA 1; GP DO BAHREIN;
Vettel acertou a traseira da Alpine de Ocon durante GP do Bahrein (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Agora ele está na Aston Martin, que sofre do mesmo problema da Mercedes [com o rake baixo]. São carros bem parecidos e e essa corrida [no Bahrein] foi uma que passou longe de lhe dar alívio”, seguiu o austríaco.

O dirigente ainda acredita que não foi apenas a mudança no regulamento, que alterou o assoalho dos carros, a principal responsável pela queda de rendimento da Aston Martin — antiga Racing Point — neste ano.

“Vamos voltar aos testes, quando a Mercedes tinha uma traseira bem instável, mas conseguiu estabilizar. Já com a Aston Martin, pelo que vi, não conseguiram sucesso nessa questão. Eles eventualmente vão conseguir lidar com isso, mas aparentemente não no nível da Mercedes”, pontuou.

“No momento, acho que a Aston Martin é a sexta ou sétima no ranking. Mas com motores Mercedes, e as possibilidades que agora possuem, com certeza vão evoluir. Mas isso não muda nada, o acidente quando Vettel acertou [Esteban] Ocon foi incompreensível”, finalizou.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube