Consultor revela que Alonso sondou Red Bull. Mas “para Honda, é algo impossível”

Fernando Alonso ficou interessado na Red Bull, mas a Red Bull não pode se interessar em Fernando Alonso. A Honda, atual parceira oficial e fornecedora de motor da marca austríaca, não trabalha com o bicampeão após os anos conturbados que passaram juntos na McLaren

A possibilidade de Fernando Alonso surgir na Red Bull no lugar de Pierre Gasly foi minada antes de existir pelas pontes derrubadas entre o bicampeão e a Honda, atual fornecedora de motor da equipe austríaca, acabou por impossibilitar a manobra. Quem afirmou foi Helmut Marko, consultor da Red Bull.
 
De acordo com Marko, aqueles que cuidam da carreira de Alonso deixaram claro a disponibilidade do espanhol – que terminou a temporada do WEC e o contrato com a Toyota. Mas a Honda…
Indy)" />
Fernando Alonso (Foto: Indy)

"O entorno de Alonso nos fez saber de sua disponibilidade. Mas, para a Honda, Alonso é algo impossível", afirmou ao site norte-americano 'Motorsport.com'.

Resta lembrar que Alonso voltou para a McLaren em 2015, então com o retorno da Honda à F1 pela McLaren. Após três temporadas de péssima relação e desempenho, a McLaren e Honda romperam muito em função do desejo de Alonso. 

 
Ainda no fim de 2018, Alonso falara de uma proposta feita pela Red Bull para que ele fosse o substituto de Daniel Ricciardo. A Red Bull negou, na ocasião.
Pierre Gasly (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

"Rechacei quatro ou cinco ofertas. Tinha outras diferentes também. Não acredito que meus objetivos para o ano que vem estejam na F1. As ofertas que tive, incluindo essa, não eram para vencer. Para ser quinto, sexto ou sétimo… Não seria o mesmo entusiasmo que posso encontrar fora da F1 em 2019. Tomei minha decisão e estou feliz com ela", comentou.

 
O substituto de Ricciardo foi mesmo Gasly, que está com dificuldades na estreia pela Red Bull. Tem apenas 43 pontos contra 123 de Max Verstappen

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube