Cotado como substituto de Kvyat no fim de 2017, Hartley evita especulação: “Estou tentando não pensar adiante”

Brendon Hartley está nos Estados Unidos para disputar apenas uma corrida de F1, mas pode receber novas oportunidades ainda em 2017 – isso se a Toro Rosso quiser se livrar de Daniil Kvyat. Enquanto isso não acontece, o neozelandês foca apenas em fazer um bom trabalho ao volante

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Estreando na F1 durante o fim de semana do GP dos Estados Unidos, Brendon Hartley não tardou em ganhar atenção. O neozelandês chega para disputar apenas uma corrida com a Toro Rosso, mas é cogitado como uma alternativa para a escuderia no futuro – algo que, na verdade, ainda não passa pela cabeça de Hartley.
 
“Eu vou deixar que as pessoas especulem sobre isso, mas estou tentando não pensar muito adiante”, disse o piloto, entrevistado pelo site ‘Newstalk ZB’. “Preciso superar muitos desafios para que as coisas deem certo, para fazer um bom trabalho”, seguiu.
 
O site alemão ‘Motorsport-Total.com’ afirma que a Toro Rosso considera formar uma dupla com Pierre Gasly e Hartley, valendo para corridas restantes de 2017, assim como a temporada 2018. A manobra significaria a saída de Daniil Kvyat da F1. O russo vai competir em Austin, consequência da saída imediata de Carlos Sainz Jr. para a Renault e da ida de Gasly ao Japão para disputar o título da Super Formula.
Brendon Hartley vai disputar o GP dos EUA pela Toro Rosso (Foto: Red Bull Content Pool)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Não quero ficar pensando demais ou perguntando muita coisa”, continuou Hartley. “Mesmo quando me chamaram para testar o simulador da Red Bull eu cuidei para não perguntar muita coisa. Óbvio, deu certo por lá e eu tenho a oportunidade de estrear na F1, o que já significa realizar um sonho. Já é algo muito importante para mim”, encerrou.
 
Com a saída da Porsche do Mundial de Endurance, Hartley ainda não tem emprego para 2018. O piloto chegou a ser cogitado na Indy com a Ganassi, mas as reviravoltas na Toro Rosso transformaram o futuro em uma incógnita.
 
RITMO DE FESTA

PADDOCK GP CHEGA À EDIÇÃO 100 COM HISTÓRIAS IMPERDÍVEIS DE EDGARD MELLO FILHO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube