“Cronômetro nunca mente”: Ferrari se decepciona e vê falta de competitividade

Mattia Binotto admitiu que a performance exibida no treino classificatório para o GP da Estíria não está a altura de uma equipe como a Ferrari. Dirigente falou em entender o motivo para as atualizações não terem tido o efeito previsto

A Ferrari saiu decepcionada do treino classificatório para o GP da Estíria de Fórmula 1. Chefe do time, Mattia Binotto admitiu que a performance exibida no Red Bull Ring “não é boa o bastante para uma equipe cujo nome é Ferrari”.

No sábado, Charles Leclerc sequer avançou para o Q3 e, com 1min19s628, fez apenas o 11º tempo. O monegasco, porém, foi punido por atrapalhar Daniil Kvyat e vai sair apenas em 14º. Sebastian Vettel, por sua vez, cravou 1min21s651 e, 2s378 mais lento que Lewis Hamilton, ficou só com a décima colocação.

Charles Leclerc sequer avançou ao Q3
Paddockast #69 | Papo com Felipe Drugovich
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

Na semana passada, as dificuldades da Ferrari já tinham ficado evidentes, mesmo que Leclerc tenha sido capaz de aproveitar a corrida tumultuada para conseguir um pódio. Assim, a escuderia de Maranello correu para introduzir já neste fim de semana as atualizações que estavam previstas apenas para o GP da Hungria.

A performance, todavia, decepcionou mais uma vez.

“Foi um dia realmente desapontador. Temos de aceitar que o cronômetro nunca mente”, disse Binotto. “Em duas sessões de classificação, embora em condições diferentes, nós não fomos competitivos, não só contra aqueles que foram nossos rivais mais próximos nos últimos anos, mas também contra outros que, até ontem, estavam geralmente atrás de nós”, admitiu.

“Trabalhamos muito duro para trazer atualizações para o carro mais cedo do que o planejado, mas elas não mostraram seu valor na pista. Temos de entender o motivo e mudar o estado das coisas, que não são boas o bastante para um time cujo nome é Ferrari”, ponderou. “Não devemos nos preocupar com isso, mas não podemos ignorar os fatos”, sublinhou.

O GRANDE PRÊMIO transmite ao vivo e em tempo real todas as atividades do GP da Estíria, segunda etapa do campeonato da Fórmula 1 2020.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube