Da dobradinha do Brasil à caça de Vettel: os momentos marcantes da F1 em Interlagos

O autódromo brasileiro viveu corridas emocionantes desde os anos 70 na Fórmula 1

Apesar de hoje em dia ser um esporte menos atrativo para os mais jovens, praticamente todo brasileiro que estava vivo nas décadas de 70, 80 e 90 guarda um carinho especial pela Fórmula 1. Mas a categoria é emocionante por si só, e segue sendo assim hoje em dia. E ainda hoje, continua a ser um esporte em que você pode apostar. Veja mais detalhes nesse site.

Desde 1972 sendo parte permanente do circuito mundial de Fórmula 1, o GP do Brasil em Interlagos é um espetáculo à parte, com o autódromo de São Paulo sendo amado por entusiastas grandes pilotos de Fórmula 1, que já declararam adorar correr nele. Atualmente é um dos poucos circuitos de sentido anti-horário da competição e tem o famoso S do Senna, uma das curvas mais emocionantes da categoria.

Seguem quatro momentos mais inesquecíveis das corridas em Interlagos em ordem cronológica.

1975: primeira dobradinha do Brasil em Interlagos

Logo no terceiro ano em que o GP do Brasil passou a integrar o campeonato mundial, os pilotos brasileiros já chegaram com tudo. Foi a única vitória de José Carlos Pace, o promissor piloto paulistano que faleceu com apenas 32 anos num acidente de helicóptero. A segunda colocação ficou com Emerson Fittipaldi, que corria pela McLaren. Ali se viu algo marcante não apenas pela vitória, mas principalmente pela efusiva comemoração da torcida no final, que chegou a invadir a pista.

Senna vence GP do Brasil em 1991: o cansaço evidente (Foto: AFP)

1991: Ayrton Senna vencendo com problemas no carro

Este episódio, de fato, é algo que marcou história no GP do Brasil e faz parte da brilhante carreira de Ayrton Senna, um dos maiores ídolos brasileiros de todos os tempos. Neste dia, Senna conseguiu liderar a corrida do começo ao fim mesmo tendo graves problemas no câmbio de sua McLaren a dez voltas do final. Na prática, o brasileiro tinha apenas a sexta marcha e chegou pouco menos que 3 segundos à frente de Riccardo Patrese.

Felipe Massa vence GP do Brasil em 2006: o macacão especial (Foto: AFP)

2006: Felipe Massa vence para o Brasil depois de 13 anos

Após a trágica morte de Senna durante uma corrida em maio de 1994, o Brasil demorou a conseguir emplacar algum atleta que disputasse os primeiros lugares. Rubens Barrichello sempre representou muito bem o país e corria no primeiro pelotão, mas não foi capaz de conquistar um GP no Brasil. Felipe Massa, porém, largou na pole do GP de 2006 e garantiu uma vitória canarinha depois de 13 anos de jejum.

2012: a recuperação heroica de Sebastian Vettel

Como é de costume acontecer em várias edições do mundial de Fórmula 1, o GP do Brasil de 2012 foi o último do campeonato, o qual estava sendo liderado pelo alemão Sebastian Vettel. Ele tinha 13 pontos de vantagem sobre o espanhol Fernando Alonso, o que indicava uma corrida tranquila para o líder. Mas logo no início, Vettel chocou seu carro com o do brasileiro Bruno Senna, e quase ficou de fora da corrida. Conseguiu voltar na 22ª colocação e recuperar o tempo perdido, finalizando a corrida em sexto lugar e garantindo o título mundial.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube