Ricciardo recorda período sem vitórias e dificuldades em 2021: “Nunca perdi a fé”

Daniel Ricciardo abriu o jogo sobre o período sem vitórias na Fórmula 1 e a luta para se manter motivado depois das dificuldades iniciais na McLaren

Lewis Hamilton e Max Verstappen bateram no incrível GP da Itália (Vídeo: Reprodução/TV)

Daniel Ricciardo voltou ao topo do pódio da Fórmula 1 após ausência de três anos. O australiano da McLaren comentou sobre o período em que precisou se contentar com outros objetivos na Fórmula 1. Após deixar a Red Bull ao fim de 2018, se transferiu para a Renault, onde ficou duas temporadas e somou apenas dois pódios. Chegou ao time de Woking, onde venceu o GP da Itália, em 2021.

O início de Daniel na nova equipe foi tortuoso. Antes da vitória, tinha apenas duas idas ao top-5 na temporada e ocupava o 9º lugar no campeonato. De quebra, ainda viu o companheiro de equipe Lando Norris somar três pódios e brigar pela terceira posição na tabela Ricciardo destacou o período de aprendizado durante as férias da F1, em agosto.

“Significa tudo. Eu definitivamente tentei não ditar a minha felicidade pelo esporte, porque são 3 anos e meio desde a última vez que venci, então seria triste a maior parte do tempo baseando minha felicidade em vencer corridas. É louco, mas nunca perdi a fé, e acho que precisava de um passo atrás, e ter o período fora em agosto ajudou, acho que isso ajudou neste fim de semana, a alcançar esta posição”, comentou o piloto após a corrida.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Festa da McLaren ao ver Daniel Ricciardo vencer o GP da Itália, quebrando um jejum que durava desde 2012 (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Agora dono de oito vitórias na Fórmula 1, Ricciardo também falou sobre a importância de manter o foco apesar de uma temporada ruim, e de como fez todo um trabalho para evitar que pensamentos ruins crescessem.

“Eu não sei a palavra…é reconfortante para mim. Acredito em mim, é claro, acho que todos chegam a este ponto nesse esporte, e certamente fui desafiado este ano, e você sabe que este esporte é complicado. Não é mais preto e branco, e às vezes você tem dificuldades para encontrar respostas, mas tem de se manter fiel ao curso, já que pode se perder fácil. No fundo, eu teria momentos de frustração ou abaixaria minha cabeça, mas fiz questão de nunca deixar isso durar”, concluiu.

HALO SALVA HAMILTON EM BATIDA COM VERSTAPPEN, RICCIARDO VENCE: O GP DA ITÁLIA DE F1 | Briefing

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar